logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Carreira e Negócios > Jogos empresariais: conheça os modelos, benefícios para sua empresa e como aplicar

Sumário

Jogos empresariais: conheça os modelos, benefícios para sua empresa e como aplicar

Entenda a importância de realizar este tipo de ação no seu negócio!

Profissionais criativos, flexíveis, dinâmicos e empreendedores são valorizados por qualquer companhia. Mas você sabe como desenvolver talentos para que eles aprendam a lidar com diferentes situações do mundo corporativo? Os jogos empresariais são ferramentas inovadoras que podem fazer a diferença, principalmente, no desenvolvimento de gestores. 

Assim, esse tipo de jogo utiliza simulações e cenários para estimular o pensamento criativo e potencializar o aprendizado. Quer entender melhor como ele funciona e qual a sua aplicação na prática? Continue a leitura e confira!

O que são jogos empresariais e para que servem?

Também conhecidos como jogos de simulação, jogos cooperativos ou jogos de mercado, os Jogos Empresariais são simulações de cenários da vida real, onde os gestores podem ter uma experiência vivencial dos desafios que podem enfrentar. 

Dessa forma, o objetivo é que os participantes desenvolvam habilidades técnicas, gerenciais e comportamentais para lidar com diferentes situações em áreas como produção, finanças, marketing e Recursos Humanos

Esse tipo de ferramenta foi idealizado na década de 50, pelo exército americano, para treinar seus soldados. Desde então, foi sendo incorporado nos treinamentos corporativos e nas universidades, com o objetivo de proporcionar ao jogador um laboratório para testar seus conhecimentos e competências na prática.

No início, era comum que essas simulações fossem feitas com jogos de tabuleiro e atividades experimentais. No entanto, com a evolução da tecnologia e dos softwares, os jogos empresariais passaram para o ambiente online.

Nesse sentido, os jogos de mercado garantem o aprendizado por meio de uma metodologia de simulação, que permite que os participantes coloquem a mão na massa. Além disso, os desafios estimulam o aprendizado dos profissionais, aprimoram o planejamento estratégico, incentivam o pensamento criativo e permitem a observação de processos. 

planejamento de carreira

Ademais, oferecem uma nova perspectiva da educação corporativa, com aplicações práticas de teorias aprendidas em sala de aula. Portanto, seus principais objetivos são:

  • Treinamento: desenvolver os profissionais para tomar decisões por meio de experiências e exercícios vivenciados em um ambiente fictício;
  • Técnicas: ensinar métodos de administração de empresas, planejamento orçamentário e outros aspectos de maneira simples e intuitiva;
  • Pesquisas: fazer uso de um cenário criado para identificar novas formas de solucionar problemas empresariais, testando teorias e realizando análises comportamentais. 

Características dos jogos empresariais

equipe participando de jogos empresariais

Existem algumas características que se destacam nesse tipo de jogo. Em primeiro lugar, eles devem apresentar um ambiente fictício, que demonstre os elementos do panorama real. Assim, todas as condições de decisão estão presentes nos padrões dos jogos, mas nem sempre de uma maneira simples e precisa. Em alguns cenários, as condições podem ser reveladas de modo genérico ou superficial. 

Os jogos empresariais desenvolvem interações entre os jogadores e o meio simulado, como se fossem diversas empresas competindo por um mercado. Assim sendo, por mais complicados que sejam, eles devem ser sempre mais fáceis do que a realidade. 

Para tanto, precisam ter regras claras, objetivas e bem definidas. Por isso, a vantagem desse tipo de ferramenta é o fato delas serem dinâmicas e flexíveis, ou seja, o professor ou treinador pode adaptá-las de acordo com mudanças na legislação ou tendências de mercado. 

Quais são os jogos empresariais?

Nesse sentido, existem diversas modalidades de jogos para empresas. Dentre os mais comuns, podemos destacar: 

  • Jogos comportamentais: focam em habilidades de comportamento — as soft skills — e visam o desenvolvimento pessoal. Ainda, trabalham com atributos, como o relacionamento  em grupo, flexibilidade, cooperação, confiança e cordialidade;
  • Jogos funcionais: focam nas áreas mais importantes da organização, ou seja, produção, contabilidade, marketing, operações e RH;
  • Jogos de mercado: reproduzem situações cotidianas do mercado, como a relação entre empresas e fornecedores, pesquisas de mercado e concorrências;
  • Jogos de processo: focam no desenvolvimento de habilidades técnicas — as hard skills — simulando processos de gestão de estoque, finanças, poder de negociação e liderança de grupos;
  • Jogos sistêmicos: também chamados de simuladores de gestão empresarial, são mais desafiadores e abrangem a empresa como um todo, incluindo desde a tomada de decisões até a integração de diferentes setores.

Benefícios de adotar jogos empresariais na sua empresa

Muitos profissionais ainda têm um certo receio de trabalhar com a gamificação, por acreditarem que essa é uma ferramenta infantil ou limitada. Contudo, a verdade é que, comprovadamente, o uso de simuladores melhora o processo de aprendizagem, principalmente para adultos. 

Por isso, não é à toa que esse tipo de ferramenta vem sendo incorporado em diversos processos e corporações. A seguir, explicamos melhor os benefícios de adotar os jogos empresariais no processo de treinamento e desenvolvimento de talentos. 

Jogos empresariais fazem o aluno colocar a mão na massa

Por permitirem um contato real com problemas e desafios do cotidiano, os jogos empresariais possibilitam uma abordagem prática de conhecimento focando no desenvolvimento de habilidades. Isso prepara os profissionais para lidarem com situações que ainda não enfrentaram, proporcionando mais confiança e menos riscos. 

Jogos empresariais possibilitam uma aprendizagem livre de riscos

Esses jogos também permitem que os profissionais errem e aprendam com seus erros, sem comprometer realmente a empresa. Com um ambiente totalmente seguro, sem riscos econômicos em decisões equivocadas, os gestores ficam mais livres para experimentar estratégias diferentes, observar resultados, monitorar flutuações de mercado e tomar decisões ousadas. 

Permitem uma aprendizagem interativa

Por oferecerem uma plataforma interativa, os jogos empresariais são muito mais atrativos e interessantes para os executivos. Assim, eles tendem a obter um maior engajamento, envolvimento emocional e participação dos profissionais, em comparação com aulas presenciais ou mesmo ensino remoto. 

Ajudam a reduzir custos

Esse tipo de ferramenta também pode ser implementada com muito mais rapidez e segurança, utilizando o mobile learning. Dessa forma, o aluno consegue acessar os jogos de qualquer lugar apenas com um smartphone e uma conexão com a internet. Comparado a modelos tradicionais de ensino, os jogos empresariais são mais baratos para a empresa, além de bastante efetivos.

Oferecem um aprendizado dinâmico  

Por fim, esse tipo de ferramenta de aprendizado é bastante interessante, por ser flexível e adaptável ao contexto da organização. As experiências vivenciadas nos jogos refletem em uma mudança real de comportamentos, possibilitando uma tomada de decisões muito mais efetiva.

Saiba mais:

Adotando jogos empresariais na sua empresa

jogos empresariais

Os jogos empresariais devem ser implementados em fases. A primeira, consiste na elaboração, ou seja, na criação do ambiente, com um debate, exercício ou demonstração. Aqui, é preciso explicar aos participantes sobre a finalidade do jogo e como ele pode ajudar no desenvolvimento profissional e no conhecimento prático. 

Depois dessa primeira etapa, é o momento de escolher os papéis, elaborar o cenário e definir as regras do jogo. Antes de iniciar o game na prática, é válido fazer um aquecimento e, se necessário, reposicionar os participantes. 

Durante o jogo, o consultor deve acompanhar o andamento das atividades, identificando detalhes da dinâmica e monitorando o desenrolar das atividades. Nessa hora, é válido que o treinador reúna os participantes para que eles possam trocar informações sobre a experiência. 

Ao término do jogo, o tutor deve fazer um resumo de conclusão de cada grupo, fornecendo feedbacks imparciais e materiais para a complementação do conhecimento obtido. Os participantes também devem ser incentivados a transportar a experiência vivida na simulação para situações reais. 

Como montar jogos empresariais no seu negócio? 

Sem dúvida, como você viu até agora, desenvolver jogos empresariais pode ser uma estratégia interessante para capacitar equipes, simular situações de negócios e promover o aprendizado prático em um ambiente controlado. Veja alguns passos essenciais para ter sucesso neste tipo de evento: 

1 – Defina os objetivos do jogo

Identifique os objetivos de aprendizado ou de desenvolvimento de habilidades que você deseja alcançar. Portanto, considere as competências específicas que os participantes devem adquirir ou aprimorar.

2 – Escolha o formato do jogo

Determine se será um jogo de tabuleiro, um jogo de simulação online, um jogo de cartas ou uma combinação de diferentes formatos. Dessa forma, considere a logística, como o número de participantes, o tempo disponível e os recursos necessários.

3 – Desenvolva o cenário

Crie um cenário realista que represente os desafios e situações que os participantes enfrentam em seu ambiente de trabalho.

Integre elementos do setor e da empresa para tornar o jogo mais relevante.

4 – Projete as regras do jogo

Estabeleça regras claras e compreensíveis. Certifique-se de que os participantes compreendam como jogar. Então, considere a introdução de desafios e recompensas para manter o engajamento.

5 – Integre a tecnologia

Se for relevante para o contexto da empresa, considere integrar tecnologias como realidade virtual, simulações online ou aplicativos móveis. Aliás, a tecnologia pode aumentar a imersão e tornar a experiência mais envolvente.

6 – Teste o jogo

pessoas participantes de jogos empresariais

Realize testes piloto para garantir que o jogo atenda aos objetivos de aprendizado.

Portanto, colete feedback dos participantes e faça ajustes conforme necessário.

7 – Facilite a experiência

Designe um facilitador para guiar os participantes, esclarecer dúvidas e garantir que o jogo atenda aos objetivos. Forneça material de suporte, como manuais ou guias, para os participantes se prepararem.

8 – Avalie o desempenho

Estabeleça métricas de avaliação para medir o desempenho dos participantes.

Analise os resultados para identificar áreas de melhoria.

9 – Atualize regularmente

Por fim, mantenha o jogo atualizado para refletir mudanças no ambiente empresarial ou nas estratégias da empresa. Desse modo, introduza novos desafios e elementos para manter o interesse.

Sem dúvida, desenvolver jogos empresariais requer criatividade, colaboração e uma compreensão sólida dos objetivos de aprendizado. Personalize o processo de acordo com as necessidades específicas da sua organização e dos participantes.

Continue aprendendo. Inscreva-se agora mesmo em nosso curso gratuito Produção de eventos: estratégias para o RH e veja como motivar ainda mais a sua equipe! 

Conclusão

Concluindo, os jogos empresariais são ferramentas inovadoras, criativas e interessantes para estimular o desenvolvimento de competências e habilidades importantes para a gestão de um negócio. 

Agora você já sabe como funciona esse tipo de ferramenta e suas aplicações. Quer continuar sua jornada de conhecimento? Baixe gratuitamente nosso e-book com modelos de feedbacks para candidatos.

Se você gostou do nosso conteúdo, envie para outras pessoas que possam se interessar pelo tema. Além disso, continue acessando o nosso portal para conferir outros conteúdos como este!

banner feedback para candidatos
desenvolvimento e treinamento de pessoas
Camila Rocha, é uma profissional experiente em publicidade. Com formação pela Fumec, ela coordena atualmente a BU de Educação na Sólides Tecnologia, onde trabalha há 6 anos. Sua expertise em liderança e estratégias de educação corporativa tem sido fundamental para impulsionar o crescimento e o desenvolvimento dos colaboradores.
Assine a nossa Newsletter