Artigos

LIDERANDO LÍDERES

“Para se tornar um líder eficaz para os outros, primeiro aprenda a ser seu próprio líder”.
Logo após publicar o artigo “SUCESSÃO PROFISSIONAL”, me surgiu à vontade de escrever outro artigo com o título de Liderando Líderes, para justificar que o líder eficaz não corre risco de ser derrotado ele poderá até tropeçar, mas será motivo para reflexão e retomar cada vez mais forte.
Liderança, na verdade, é a habilidade de influenciar e inspirar pessoas, servindo-as com amor, caráter e integridade, para que vivam com equilíbrio e trabalhem com entusiasmo em direção a objetivos e resultados legítimos, priorizando a formação de novos líderes e a construção de um futuro melhor.

Para liderarmos outras pessoas, devemos fazer uma análise da nossa própria humanidade sob uma base cuidadosa e sólida de humildade e uma compreensão prática da luta humana singular, travada por cada um de nós compreensão prática da luta.
O líder coloca os colaboradores no centro do palco e aponta como um líder facilita e revela os talentos e as habilidades de outros.
Ao assumir uma posição de líder, você se mostra eficaz, seja qual for à capacidade avaliada!
Uma cuidadosa autoanálise e um sincero desejo de buscar formas de aperfeiçoamento pessoal são à base da liderança eficaz.
Penso que o principio de soluções de seus próprios problemas, se aplique a quase todos os que estejam liderando ou ajudando outros: ser humilde e pressupor que a maioria das pessoas conhece seus próprios problemas bem melhor do que você permitir que todos participem das idéias dos projetos a se realizarem. Isto ajudará o líder a liderar seus colaboradores, pois a partir deste reconhecimento o liderado sentirá a valorização por parte de seu líder e por sua vez participará com entusiasmo e motivação nos projetos empresariais.
Três perguntas básicas que devem ser feitas a todos colaboradores: quem sou eu nesta empresa? Quanto valho nesta empresa? Até onde posso ir nesta empresa? Respondido estas três perguntas o colaborador cria vinculo com a mesma e passa a sentir-se incluso na visão, missão, e nos objetivos da empresa.
Agora todos passam a se sentirem donos da empresa.
A partir dai os colaboradores se integram e começam a gerenciar e “vender” os processos de serviços e produtos da empresa cada vez mais motivados e integrados.
Indo em busca da excelência e do autogerenciamento das pessoas onde cada um conhece muito bem seus processos e demais processos da empresa.
Portanto, esta empresa tem rota traçada; sabe o momento de partir, a rota a seguir e onde e quando chegar.
Fica assim provado que liderando líderes se planeja melhor, se constrói com eficiência e se conclui uma excelente obra, conforme planejada, onde todos participam conscientemente, motivados e realizados, fortalecendo a empresa e encantado seus clientes.
Sejam todos desejados, até a próxima!
Autor: José Julio Camêlo Ferreira – Tecnólogo, com Especialização em Gestão de Pessoas e Ex-gerente de Treinamento e Desenvolvimento da Companhia Energética de Alagoas – CEAL, hoje Eletrobrás Distribuição de Alagoas – EDAL.

Maceió, 13 de julho de 2011

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of