logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Clima Organizacional > Mentoria: O que é, como funciona e por que fazer?

Sumário

Mentoria: O que é, como funciona e por que fazer?

Neste post, abordaremos tudo o que é preciso saber sobre o assunto e como um bom mentor pode impactar na vida diária, seja do gestor ou colaborador.

O processo de mentoria é uma estratégia que pode ser aplicada em diversas situações e momentos da vida. Ou seja, ela pode ser utilizada para crescimento pessoal, assim como profissional.

Porém, o objetivo é sempre o mesmo, aprimorar o conhecimento frente a uma determinada situação ou vivência, com o foco em te ajudar a evoluir de alguma maneira. Mas, por que fazer mentoria é algo tão importante?

Se você não entende o conceito, está em processo de decisão se deve ou não buscar um profissional, leia esse conteúdo até o final. Aqui abordaremos todos esses assuntos. Boa leitura!

O que é mentoria e para que serve?

A mentoria, de maneira bem simplista, nada mais é do que uma conversa entre você e uma pessoa com mais experiência dentro de uma determinada área, onde ela é capacitada a lhe transmitir algum conhecimento.

Portanto, o profissional deve ser capacitado para transmitir algum conhecimento e ser visto como um especialista em determinada área.

Por outro lado, o mentorado é aquele que está disposto a aprender algo novo para se desenvolver, seja profissionalmente ou pessoalmente.

A mentoria não aborda apenas a carreira, mas também aspectos da sua vida pessoal, envolvendo família, questões emocionais, financeiras, entre outras.

Banner artigo_Material-RH Humanizado

Apesar de muitas pessoas utilizarem mentoria e consultoria como um sinônimo, elas, na verdade, não podem ser consideradas da mesma maneira.

As consultorias, em geral, focam em toda a organização, analisando o negócio, o cliente, problemas e desenvolvem propostas de solução.

Já a busca por um mentor visa o trabalho com apenas uma pessoa ou realiza uma mentoria em grupo, com uma quantidade limitada de pessoas, visando ampliar um conhecimento específico, compartilhando experiência com base no que viveu.

Inclusive, se tornou muito comum atualmente a realização de mentoria digital, principalmente porque, o acolhimento e compartilhamento entre os membros tendem a ser maiores.

Mentoria – Como funciona?

A mentoria é o processo de troca entre o mentor e o mentorado. Para isso, é fundamental que o mentor possua um conhecimento amplamente maior que o mentorado, assim, ele se torna o responsável por passar adiante seus conhecimentos.

Além disso, a conversa acontece tomando como base perguntas que levam a reflexões e discussões frente a algum tema específico.

O interessante é que o mentor nunca agirá pelo mentorado, ou seja, ele não vai lá e faz as coisas, ele orienta e o próprio mentorado precisa colocar em prática, entender o que deu certo e errado.

Qual o papel da mentoria para empreendedores?

O que é mentoria e para que serve? uma conversa entre você e uma pessoa com mais experiência dentro de uma determinada área, onde ela é capacitada a lhe transmitir algum conhecimento.

A mentoria de carreira para empreendedores tem como foco buscar a orientação de um especialista empreendedor, que auxilie na:

  • Validação da ideia;
  • Planejamento estratégico;
  • Tomada de decisões importantes durante todo o processo de criação e desenvolvimento do negócio.

O processo de ideação é um momento de muitas dúvidas e incertezas devido ao início da construção de algo novo.

Trata-se da etapa em que acontece o brainstorming sobre um novo projeto, a fim de reunir as propostas para a solução do problema apresentado.

Nesse sentido, sempre devem surgir (e provavelmente surgirão) obstáculos, e os empreendedores ou intraempreendedores podem não ter acesso às ferramentas certas para ultrapassá-los.

Além disso, muitas vezes, nessa ocasião inicial, ainda não existe uma equipe capacitada para lidar com os desafios impostos. Por isso, a mentoria é essencial nesse quesito.

As grandes empresas já entendem a importância de integrar um programa de mentoria sistematizado para que as pessoas estejam sempre performando bem e se sintam mais engajadas.

Não é de se admirar que 84% das companhias listadas pela Fortune 500 ofereçam algum tipo de estrutura de orientação.

Quais são as vantagens de obter uma mentoria como empreendedor?

Agora que entendemos o conceito de mentoria e como ela funciona, é importante lembrarmos quais são os pontos de melhoria que ela pode gerar na sua vida profissional, como empreendedor:

Crescimento pessoal:

A mentoria possibilita melhorar a avaliação da capacidade pessoal e profissional para encontrar oportunidades de crescimento empreendedor. Além disso, é possível:

  • Treinar para esclarecer metas e objetivos, ou identificar grandes objetivos audaciosos;
  • Cultivar a adaptabilidade, o trabalho em equipe e as habilidades de liderança.

Identificar oportunidades:

Os mentores servem de guias no processo de ideação e em outras fases também.

Essas pessoas possuem não somente o conhecimento técnico, mas também a experiência para lidar com situações pelas quais o empreendedor está passando pela primeira vez.

Por isso, os mentores também contam com visão de mercado mais ampla, e isso pode trazer outro cenário para os empreendedores.

Além de ajudar a identificar as melhores oportunidades e diferenciais para o negócio, um bom mentor fornece perspectiva realista e soluções para o sucesso.

Saiba mais:

Ampliação da rede:

A orientação também pode contribuir para expandir a rede e apresentar novas oportunidades de parcerias, auxiliando também no quesito networking.

Construção da estratégia:

Os mentores ajudam na construção da estratégia e nas prioridades de cada negócio. Isso contribui diretamente para que as pessoas empreendedoras dediquem tempo e recursos às áreas cruciais no início.

Assim, é possível identificar melhor o público-alvo e a concorrência de mercado para tornar o negócio bem-sucedido.

Como se faz mentoria?

Como se faz mentoria? acontece a partir de reuniões entre o mentor e o mentorado.

O processo de mentoria acontece a partir de reuniões entre o mentor e o mentorado. Antes de se iniciar, é fundamental entender quais são os objetivos deste encontro.

O relacionamento entre mentor e mentorado é imprescindível para que esses encontros funcionem bem e tragam resultados reais.

Afinal de contas, ele será o responsável por transmitir conhecimento e experiência, ensinando qual é o melhor caminho a seguir, de acordo com anos de prática.

Com os objetivos traçados, é preciso determinar a frequência de cada reunião e o período.

Além disso, é necessário determinar atividades que devem ser realizadas entre cada encontro para entender se o mentorado está atuando de acordo.

A cada prática realizada, o mentorado deve no próximo encontro comentar:

  • Como foi realizar a atividade;
  • Quais foram as dificuldades;
  • Quais os principais desafios;
  • O que conseguiu aprender com a atividade.

Ao final do processo, é importante que seja feita a análise de toda a interação para identificar possíveis ajustes de rota e mensurar os resultados alcançados até o momento.

Saiba mais: entenda o que torna a mentoria essencial para aprimorar a performance dos colaboradores.

Clique aqui e conheça o nosso curso gratuito.

Quem pode ser mentor?

Quem pode ser mentor? amplo conhecimento em um determinado assunto, já vivenciou ele algumas vezes e sabe quais são os “caminhos das pedras”,

Se você tem um amplo conhecimento em um determinado assunto, já vivenciou ele algumas vezes e sabe quais são os “caminhos das pedras”, você pode estar apto a se tornar um mentor.

Porém, não é somente isso que deve ser levado em consideração, afinal de contas, é fundamental ter o conhecimento, mas, é primordial conseguir transmitir ao mentorado.

Além disso, é muito importante que o mentor seja aquele que tem maior conhecimento sobre o assunto, porém, isso não o incapacita a aprender com o mentorado, principalmente com os seus erros.

Mediante bons questionamentos, o mentor se torna capaz de gerar insights no mentorado e mais do que isso, motivá-lo a passar por percalços considerados “impossíveis”.

Por isso, o simples fato de você ter o conhecimento não basta para ser um bom mentor, é necessário ter realizado o que os mentorados tanto desejam aprender, saber como encurtar o caminho deles.

Conclusão

Por fim, a mentoria é uma prática valiosa que desempenha um papel fundamental no desenvolvimento pessoal e profissional, oferecendo orientação e suporte a indivíduos que buscam aprimorar suas habilidades e alcançar metas específicas.

O funcionamento da mentoria envolve uma relação colaborativa, na qual um profissional experiente compartilha seu conhecimento e orienta o empreendedor em sua jornada.

As vantagens de ter um mentor são multifacetadas, desde o crescimento pessoal até a identificação de oportunidades de negócios.

Porém, para obter esses benefícios, é necessário que o processo seja, antes de tudo, eficaz.

Para isso é crucial seguir um processo estruturado, onde o tutor desempenha um papel de aconselhamento e orientação, enquanto o empreendedor, independente do estágio de sua carreira, pode colher os benefícios dessa colaboração enriquecedora.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Formado em Estatística pela Universidade Federal de Minas Gerais e com Especialização em Design Thinking pela University of California e formação em Inovação, também com formação em Empreendedorismo pela Stanford University. Conta com visão estratégica e experiência profissional em tecnologia e gestão de produtos. É o único brasileiro a figurar na ‘Top 50 CEOS de SaaS 2022’. Organizada pela Software Report, a lista reconhece os líderes de empresas mais transformadoras e impactantes do setor.
Assine a nossa Newsletter