Artigos

5 Mitos sobre Transição de Carreira

transição de carreira

Por Emanuella Velez, Psicóloga, Top Voice Linkedin e fundadora da página Virei RH no Instagram

Quando falamos em transição de carreira, comumente as pessoas assimilam ao recomeçar do zero. Mas será que mudar de área é realmente sinônimo de jogar tudo pra o alto e dar vários passos pra trás?

Nova call to action

Primeiro, precisamos entender o significado de transição de carreira, e esta nada mais é que o desejo de um profissional por mudar ou migrar para uma nova área de atuação. Esse anseio por mudança pode acontecer por vários aspectos, dentre eles: desenvolver novas competências e habilidades, dificuldades no mercado de trabalho, busca por melhor remuneração e condições de trabalho ou até mesmo por insatisfação profissional.

Entender que transição de carreira é algo possível quando bem planejada é o primeiro passo para que haja sucesso. Algumas pessoas terminam disseminando mitos sobre esse processo e terminam contribuindo para que alguns profissionais se apeguem aos seus empregos, mesmo quando não há mais o desejo por continuar, apenas pelo medo de não dar certo. E o pior, alguns permanecem infelizes em seus cargos e insatisfeitos com seus salários, porque acreditam que é impossível fazer essa transição.

O primeiro passo para quem busca realizar uma transição de carreira é buscar o autoconhecimento, afinal de contas entender o seu perfil comportamental, habilidades e competências que te diferenciam no mercado de trabalho, podem te ajudar a ser assertivo quanto a área de atuação.

Leia também: Profiler: identifique o perfil comportamental do colaborador

Mas, não adianta se conhecer e não ter um planejamento com metas e prazos definidos. Lewis Carroll, ao escrever Alice no País das Maravilhas, tornou célebre a frase dita pelo Gato Cheshire à Alice: “Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”. Então, definir o que você quer, em quanto tempo e quais são os passos necessários pra chegar a esse objetivo, é fundamental!

Entender o mercado e analisar as tendências da sua área também é uma estratégia inteligente, até pra que você busque se capacitar e focar no que está em alta, além de claro: se planejar financeiramente, pois toda e qualquer mudança exige que você tenha uma reserva para casos de emergência.

E se você já realizou essas análises e está se apegando a alguns medos, cuidado! Esses temores podem ser apenas mitos, e estão te impedindo de ter sucesso e ser feliz na sua carreira. Acredite, transição de carreira é possível e pode dar certo.

Por isso separei uma lista com os principais mitos que alguns profissionais se apegam durante o processo de transição. Confira!

Mitos sobre a transição de carreira

  1. “Vou ter que recomeçar do zero e desperdiçar tudo que construí até aqui.” — Quando a gente muda de área não se zera o aprendizado, ao contrário – se amplia! Tudo o que você já sabe pode ser utilizado ao seu favor nesse processo de transição e pode contribuir para que você demonstre ainda mais o seu potencial. Demonstre através da sua experiência como essa mudança pode ser favorável pra a empresa, para os negócios e pra você também, claro!

  2. “Não tenho as habilidades e competências necessárias.” — O ser humano aprende sempre, mas claro – se ele quiser aprender. Então o que você não sabe fazer é possível aprender, seja através de cursos, seja através da prática. Não se apegue a isso!

  3. “O dinheiro é mais importante do que estar satisfeito na minha profissão.” Será? Já vi inúmeros profissionais que recebem bem e todo o dinheiro recebido é gasto em medicamentos, ou nem é gasto porque a pessoa simplesmente não tem ânimo pra nada. Saúde mental e realização, seja ela pessoal ou profissional, é algo que devemos buscar sempre.

  4. “Não é o momento certo.” — E quando será? Às vezes a gente perde oportunidades incríveis porque simplesmente aguarda o cenário ideal, e a verdade é que esse cenário não existe. Mudar exige sair da zona de conforto e isso em nenhum momento vai ser fácil. Por isso, aprenda com Mário Sérgio Cortella: Faça o seu melhor, na condição que você tem, enquanto não pode fazer melhor ainda!

  5. “Vão dizer que eu fracassei por recomeçar.” — Recomeçar é um ato de coragem, enquanto muitos continuam em frente sem nenhum sentido, apenas porque não querem “perder tempo”, tem gente olhando pra trás e fazendo a vida valer a pena. A vida é muito curta pra gente passar mais de 8h sobrevivendo, então viva, é totalmente possível. E quer saber? Deixa pensar, enquanto alguns falam, você constrói o seu sucesso!

Enfim, a gente descobriu que processo de transição de carreira é algo possível e se bem planejado evitará que você passe por situações indesejadas, além de aprender que algumas informações disseminadas, não passam de mitos e nada mais.

Espero que essas dicas te auxiliem no processo de transição e que minimize o medo do novo, afinal de contas buscar o que nos faz bem deve ser um caminho que nos gera satisfação e resultados.

Quer desenvolver a sua organização e aperfeiçoar os processos internos? Fale com um especialista da Sólides e saiba como o Profiler pode se adaptar para a realidade do seu RH!

solides-profiler

5 1 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jocely
Jocely
20 dias atrás

Maravilhoso. E reforça inclusive o que venho pregando no meu caminhar.

Equipe RH Portal
Editor
Equipe RH Portal
19 horas atrás
Reply to  Jocely

Aproveite muuuuito todos os conteúdos do RH Portal, Jocely! 💜🚀

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH