logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Clima Organizacional > Motivação no trabalho: o que é, importância e como aumentar

Sumário

Motivação no trabalho: o que é, importância e como aumentar

Motivação no trabalho é a determinação, vontade e dedicação do funcionário em fazer parte do quadro da empresa. Assim, uma alta motivação reflete o comprometimento do colaborador em manter seu emprego e contribuir para que a organização atinja seus objetivos.

A motivação no trabalho é uma das maiores responsáveis pela alta produtividade dos colaboradores e os resultados nas organizações.

Independentemente do nível de uma empresa, o capital humano é considerado sempre o responsável por condicionar os melhores ou piores resultados e, seu impacto está diretamente relacionado ao quão motivado o profissional chega.

Porém, neste processo um retroalimenta o outro, afinal de contas, a empresa precisa da força humana, mas, o colaborador também precisa da organização para atingir seus objetivos. O sucesso está no equilíbrio entre as partes.

Ao longo deste conteúdo, abordaremos mais detalhadamente sobre esse tema e lhe mostraremos que a motivação está muito além de uma frase marcada na parede. Além disso, você entenderá sua importância e, claro, quais técnicas aplicar.

O que é motivação no trabalho?

A motivação no trabalho é o que leva as pessoas a agirem e a executarem determinada tarefa e a empenharem-se com dedicação, esforço e energia em tudo aquilo que fazem.

A natureza e intensidade motivacional varia de pessoa para pessoa e dependem das motivações internas e externas ao indivíduo.

As organizações precisam das pessoas para atingirem os seus objetivos e alcançar a sua visão e missão de futuro, assim como as pessoas necessitam das organizações para atingirem as suas metas e realizações pessoais.

Banner artigo_Material-RH Humanizado

Assim sendo, será crucial manter as pessoas motivadas e satisfeitas para trabalharem arduamente na gestão de metas e objetivos traçados.

Para trabalhar o capital humano de modo a maximizar o seu desempenho, é necessário que os indivíduos se sintam motivados, satisfeitos e felizes no exercício das suas funções, só assim desenvolvem com melhor qualidade as suas atividades e atingirão os objetivos com maior eficácia.

Por que é importante manter a motivação no trabalho?

Qual a importância da motivação no trabalho? Um dos grandes desafios para um gestor de Recursos Humanos numa organização, é motivar os seus colaboradores, adequando as suas estratégias às pessoas que com ele trabalham

Um dos grandes desafios para um gestor de Recursos Humanos numa organização, é motivar os seus colaboradores, adequando as suas estratégias às pessoas que com ele trabalham, uma vez que cada pessoa é um ser único e distinto de todos os outros.

Embora a motivação no trabalho seja um assunto valorizado nas áreas da psicologia e comportamento organizacional, continua a ser um conceito muito difícil de definir e aplicar.

A motivação é extremamente importante no que concerne aos aspectos que envolvem o ambiente de trabalho, sendo um fator crucial para o bom funcionamento das organizações, podendo ser determinada por diversas ações dos colaboradores, como:

  • Comportamentos;
  • Necessidades;
  • Desempenho.

Ou seja, certos comportamentos dos colaboradores praticados numa organização podem ser indícios de motivação ou desmotivação. Deste modo, a motivação no trabalho é inferida pelos comportamentos observáveis dos trabalhadores.

Os níveis motivacionais dos colaboradores numa organização traduzem-se no bom ou mau desempenho dos mesmos. É essencial mantê-los motivados para que estes atinjam elevados padrões de desempenho, levando as organizações a alcançarem os seus objetivos e metas.

O desempenho organizacional é o resultado de vários fatores, tais como:

  • Estratégia;
  • Tecnologia;
  • Talento humano;
  • Cultura organizacional.

A motivação no trabalho deve fazer parte integrante da estratégia organizacional, e é fundamental que os colaboradores sejam continuamente motivados e estimulados a crescer enquanto profissionais, a executarem as tarefas inerentes às funções com eficácia, fazendo com que se sintam realizados no exercício das suas funções.

Para tal, as organizações devem adequar os processos de coaching e promover uma liderança eficaz que seja determinante no processo motivacional.

Colaboradores motivados visam com maior probabilidade a obtenção de:

  • Rendimento;
  • Compreensão;
  • Intelectualidade;
  • Competência;
  • Conhecimento tecnológico;
  • Desenvolvimento de talentos individuais;
  • Produtividade.

Quais os tipos de motivação no trabalho?

Quais são os tipos de motivação no trabalho? As pessoas podem ser motivadas nas organizações onde trabalham de duas formas, através da motivação intrínseca e da motivação extrínseca.

As pessoas podem ser motivadas nas organizações onde trabalham de duas formas, através da motivação intrínseca e da motivação extrínseca.

Tanto a motivação intrínseca como a extrínseca podem deixar de o ser repentinamente, caso os benefícios, recompensas e incentivos deixem de corresponder às expectativas do indivíduo.

Motivação Intrínseca

A motivação intrínseca reporta-se a comportamentos de trabalho efetuados com entusiasmo. O próprio trabalho provoca satisfação na pessoa que o desempenha, fazendo com que o indivíduo o execute com prazer, sentindo-se motivado intrinsecamente.

Um dos exemplos em que está presente a motivação intrínseca é o caso do empresário milionário que continua a trabalhar arduamente, ou então quando um aluno tem vontade de aprender.

Segundo pesquisa da Universidade de Warwick, os colaboradores com alta motivação intrínseca são mais criativos e inovadores.

Uma das vantagens da motivação intrínseca é que ela tende a se manter ao longo do tempo e valoriza:

  • A competência;
  • O êxito;
  • O rendimento;
  • A aprendizagem;
  • A satisfação pessoal.

Saiba mais: Aprenda como você pode implementar uma etapa de Fit Cultural na seleção de candidatos e no dia a dia da empresa.

Clique aqui e faça o nosso curso gratuito.

Motivação Extrínseca

A motivação extrínseca refere-se sobretudo a comportamentos que estão motivados pelo fato de terem uma finalidade.

Essa finalidade pode ser a obtenção de uma recompensa material ou social após a concretização da tarefa, ou então para evitar uma punição.

Deste modo, a satisfação da pessoa é apenas uma consequência da ação. Um dos exemplos de motivação extrínseca é um estudante que no fim do dia entregará pizzas para ganhar algum dinheiro.

Enfim, a motivação externa pode estar associada a diversos fatores, tais como:

  • Estatuto social;
  • Ego;
  • Comparação com os outros;
  • Prêmios;
  • Reconhecimento/elogios.

10 maneiras de manter a motivação no trabalho

Manter a motivação no trabalho é essencial para o desempenho consistente e a satisfação pessoal. Aqui estão algumas maneiras eficazes de manter-se motivado:

  1. Defina metas específicas e mensuráveis: ter objetivos claros ajuda a direcionar seus esforços e a manter o foco nas realizações.
  2. Encontre significado no trabalho: conecte suas tarefas diárias com os objetivos e valores pessoais. Compreender como seu trabalho contribui para um propósito maior pode aumentar sua motivação e satisfação.
  3. Celebre conquistas: reconheça e comemore suas realizações, mesmo as menores. Isso ajuda a manter uma atitude positiva e a reforçar o sentimento de progresso e realização.
  4. Busque desafios: procure constantemente oportunidades para aprender e crescer profissionalmente. Desafios estimulantes e projetos interessantes podem manter sua motivação alta.
  5. Mantenha um equilíbrio: priorize o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal para evitar o esgotamento e a falta de motivação.
  6. Crie um ambiente positivo: cultive um ambiente de trabalho positivo, onde você se sinta apoiado, valorizado e reconhecido pelo seu trabalho. Relacionamentos positivos com colegas e líderes podem aumentar sua motivação.
  7. Encontre inspiração: busque inspiração em histórias de sucesso, palestras motivacionais, livros, podcasts ou outras fontes que ressoem com seus interesses e aspirações.
  8. Mantenha-se organizado: organize seu espaço de trabalho e sua gestão de tempo de forma eficiente. Um ambiente limpo e organizado pode ajudar a reduzir o estresse e aumentar a produtividade, mantendo-o motivado.
  9. Pratique autocuidado: cuide da sua saúde física e emocional, incluindo exercícios regulares, sono adequado, alimentação saudável e práticas de relaxamento. Um corpo e mente saudáveis são fundamentais para manter a motivação.
  10. Seja flexível e adaptável: esteja aberto a mudanças e ajustes de planos quando necessário. A capacidade de se adaptar a novas situações e superar desafios pode ajudá-lo a manter a motivação mesmo diante de obstáculos.

A única maneira de fazer um ótimo trabalho é amar o que você faz. Se você ainda não encontrou, continue procurando. Não se acomode. – Steve Jobs

Experimente diferentes estratégias e descubra quais funcionam melhor para você. Lembre-se de que a motivação pode flutuar ao longo do tempo e que é importante ser gentil consigo mesmo durante os períodos de menor motivação.

Motivação x Clima Organizacional: qual é a relação?

O desenvolvimento e o crescimento do indivíduo, nas questões pessoais e profissionais, ocorrem quando ele tem a oportunidade de estar:

  • Inserido no processo de transformação;
  • Acompanhando este processo de mudanças;
  • Conhecimentos;
  • Situações novas e se sentindo parte integrante do contexto.

Quando isso ocorre, o ser humano se sente motivado e gratificado por essa experiência. Entendo que o clima organizacional está intimamente relacionado com o grau de motivação de seus funcionários.

O termo clima organizacional refere-se especificamente às propriedades motivacionais do ambiente organizacional, ou seja, àqueles aspectos da organização que levam à aprovação de diferentes espécies de motivação nos seus participantes.

Assim, o clima organizacional é favorável quando proporciona:

  • Satisfação das necessidades pessoais dos participantes;
  • Elevação da moral.

Por outro lado, ele é desfavorável quando proporciona a frustração daquelas necessidades. Quando há elevada motivação entre os membros, o clima motivacional se eleva e se traduz em:

  • Relações de satisfação;
  • Animação;
  • Interesse;
  • Colaboração etc.

Todavia, quando há baixa motivacional entre os membros, seja por frustração ou barreiras à satisfação das necessidades, o clima organizacional tende a abaixar-se, caracterizando-se por:

  • Estados de depressão e agressividade;
  • Desinteresse;
  • Apatia;
  • Insatisfação;
  • Tumulto;
  • Inconformidade.

Todas essas são típicas situações em que os membros se defrontam abertamente com a organização (como os casos de greves, piquetes etc.).

Todos os indivíduos têm certos motivos ou necessidades básicas que representam comportamentos potenciais e somente influenciam o comportamento quando provocados. A provocação ou não desses motivos depende da situação, ou do ambiente percebido pelo indivíduo.

Mudanças no ambiente percebido resultarão em mudanças no padrão da motivação provocada. Em outras palavras, um motivo específico não influenciará o comportamento até que seja provocado por uma influência ambiental apropriada.

Assim, pode-se dizer que o clima organizacional influencia o estado motivacional das pessoas e é, por ele, influenciado.

Leia também:

Motivação pelo trabalho x Entusiasmo por trabalhar: o que a sua organização deve procurar?

Motivação pelo trabalho x entusiasmo por trabalhar? O que a sua organização deve procurar?

Vivemos em uma era de modismos e meias verdades, copiamos modelos de gestão que julgamos corretos (não conhecemos realmente a sua eficácia, e se ele se adapta a nossa realidade) ouvindo “gurus” que possuem grande experiência teórica sobre o assunto, mas que não viveram ou vivem a realidade da Gestão de Pessoas.

São modelos ultrapassados, geralmente adotados pela área de Departamento Pessoal (DP) e não pelos Recursos Humanos (RH).

O que as empresas precisam entender é que todos estão motivados. Seja pelo salário, pelo emprego que não podem perder, pelos benefícios oferecidos a eles e seus dependentes. Estes são alguns dos motivos que fazem com que cada um acorde e vá trabalhar. O que os funcionários precisam é de entusiasmo e prazer em trabalhar.

Reparem no entusiasmo inicial das pessoas quando:

  • Conseguem um emprego;
  • Participam do processo de integração;
  • Ganham o seu primeiro salário;
  • Chegam em casa e falam dos benefícios que a empresa oferece.

Este é o verdadeiro sentimento que deve ser cultivado e mantido nas empresas. Mas, bastam alguns meses para se passarem e todos perdem estes sentimentos. E aí começam as ações motivacionais, que nunca resultam em nada.

Mas, quais ações podem ser aproveitadas para deixar o seu time entusiasmado por trabalhar e não apenas motivado?

  • Horários flexíveis;
  • Home Office;
  • Participação dos familiares;
  • Integração;
  • Liberdade de expressão;
  • Feedback constante;
  • Valorização;
  • Comemoração;
  • Liderança pró ativa e não reativa,

Essas são algumas ações já adotadas por grandes empresas para manter o espírito elevado e a alegria de trabalhar e produzir. Estas empresas não desejam seus funcionários motivados, mas sim que sintam prazer em trabalhar e produzir.

Sempre existirão os eternos insatisfeitos, mas precisamos focar na maioria que sempre está disposta a cooperar e que muitas vezes funciona como incentivadores dos demais.

O que fazer para se motivar no trabalho?

O que fazer para se motivar no trabalho?
  1. Crie uma visão clara de onde precisa ir, qual o propósito dessa caminhada e qual seu real papel nesse percurso.
  2. Potencialize sua comunicação, se há algo lhe incomodando, comunique da maneira mais simples e objetivo possível, não deixe para depois. Faça mais perguntas, sempre que houver perguntas melhores as respostas também serão melhores.
  3. Foque em desenvolvimento de soft skills e desenvolvimento pessoal, pois só quando estamos inteiros podemos transbordar para o mundo, a motivação nasce de dentro, então precisamos cuidar bem do nosso mundo interior.
  4. Construa confiança, para que exista um ambiente seguro ao erro, sempre que isso acontece, há um incentivo a criatividade, com elementos novos na mesa há mais espaço para desafios maiores e que engajam mais.
  5. Inclua desafios novos, se há baixo interesse, há poucos desafios novos, sempre que o que fazemos está na versão fácil entramos em tédio, então precisamos ajustar para incluir novidades no processo.

Como identificar um colaborador desmotivado?

A desmotivação no trabalho pode ser um problema sério para as empresas, pois pode levar à queda na produtividade, aumento do absenteísmo, rotatividade de funcionários e até mesmo um ambiente de trabalho negativo. Por isso, é importante que os gestores estejam atentos aos sinais que podem indicar que um colaborador está desmotivado.

Alguns sinais que podem indicar que um colaborador está desmotivado:

  • Queda na produtividade: um colaborador desmotivado pode apresentar uma queda significativa em sua produtividade. Ele pode ter dificuldade em se concentrar nas tarefas, cometer mais erros e demorar mais tempo para concluí-las.
  • Falta de interesse no trabalho: o colaborador pode perder o interesse em seu trabalho. Ele pode se mostrar apático, desanimado e sem entusiasmo por suas tarefas.
  • Aumento do absenteísmo: ele pode faltar ao trabalho com frequência, chegar atrasado ou sair mais cedo.
  • Dificuldade em trabalhar em equipe: um colaborador desmotivado pode ter dificuldade em trabalhar em equipe. Ele pode se mostrar desinteressado em colaborar com os colegas, ter conflitos frequentes e evitar participar de atividades em grupo.
  • Mau humor e pessimismo: o colaborador pode apresentar mau humor, pessimismo e falta de positividade. Ele pode reclamar constantemente do trabalho, dos colegas e da empresa.
  • Falta de iniciativa: ele pode esperar ser instruído sobre o que fazer, não apresentar novas ideias e não se esforçar para se destacar.
  • Desgaste físico e mental: um colaborador desmotivado pode apresentar sinais de desgaste físico e mental, como cansaço, fadiga, estresse, ansiedade e até mesmo depressão.

É importante ressaltar que nem todos os colaboradores que apresentam esses sinais estão necessariamente desmotivados.

Como medir a motivação no trabalho?

Medir a motivação dos colaboradores é essencial para que as empresas identifiquem os pontos fortes e fracos, tomem medidas para melhorar o ambiente de trabalho e alcancem seus objetivos. Existem diversas maneiras de medir a motivação no trabalho. Veja!

1. Pesquisas de clima organizacional

As pesquisas de clima organizacional são uma ferramenta eficaz para avaliar a percepção dos colaboradores sobre diversos aspectos do trabalho, incluindo a motivação. Elas podem ser realizadas através de questionários online, entrevistas individuais ou em grupo, ou fóruns de discussão.

2. Indicadores de desempenho (KPIs)

Alguns KPIs podem ser utilizados para inferir a motivação dos colaboradores, como absenteísmo, rotatividade de funcionários, número de sugestões de melhorias, taxa de engajamento em treinamentos e participação em atividades da empresa.

3. Feedback de clientes e colegas

O feedback de clientes e colegas pode fornecer informações sobre o desempenho e o comportamento dos colaboradores, incluindo sua motivação e engajamento no trabalho.

4. Observação do comportamento

Observar o comportamento dos colaboradores no dia a dia pode fornecer pistas sobre sua motivação. Preste atenção à linguagem corporal, à interação com os colegas e ao entusiasmo com o trabalho.

5. Entrevistas individuais

As entrevistas individuais permitem que os gestores conversem com os colaboradores sobre suas percepções sobre o trabalho, seus desafios, suas expectativas e sua motivação.

6. Ferramentas online

Existem diversas ferramentas online que podem ser utilizadas para medir a motivação dos colaboradores, como pesquisas de pulso, jogos e questionários gamificados.

É importante ressaltar que não existe uma única forma ideal de medir a motivação no trabalho. O ideal é utilizar uma combinação de diferentes métodos para obter uma visão completa da situação.

Principais dúvidas sobre motivação no trabalho

colegas com atitudes de sucesso no trabalho

A motivação no trabalho é um tema complexo e que gera diversas dúvidas para gestores e colaboradores.

Abaixo, listamos algumas das principais dúvidas sobre o assunto e apresentamos respostas que podem te ajudar a entender melhor a motivação no trabalho e como geri-la de forma eficaz.

1. O que os gestores podem fazer para motivar seus colaboradores?

Os gestores podem tomar diversas medidas para motivar seus colaboradores, como:

  • Oferecer aos colaboradores oportunidades de crescimento profissional, como treinamento, cursos e participação em projetos desafiadores.
  • Reconhecer o trabalho dos colaboradores e seus esforços. Elogie suas conquistas e agradeça por sua contribuição para a empresa.
  • Criar um ambiente de trabalho positivo e acolhedor, onde os colaboradores se sintam valorizados, respeitados e apoiados.
  • Promover o trabalho em equipe e a colaboração entre os funcionários. Crie oportunidades para que os colaboradores interajam entre si e trabalhem em conjunto para alcançar objetivos comuns.
  • Oferecer aos colaboradores benefícios e programas de bem-estar que os ajudem a cuidar de sua saúde física e mental. Isso pode contribuir para aumentar sua motivação e produtividade.
  • Comunicar-se de forma clara e eficaz com seus colaboradores, definindo expectativas, fornecendo feedback construtivo e mantendo-os informados sobre as decisões da empresa.
  • Ser um líder inspirador que motive seus colaboradores a darem o seu melhor. Demonstre entusiasmo pelo trabalho, seja honesto e transparente, e esteja sempre disposto a ajudar seus colaboradores.

2. Como os colaboradores podem se manter motivados no trabalho?

Os colaboradores também podem tomar diversas medidas para se manterem motivados no trabalho, como:

  • Definir metas e objetivos claros para o seu trabalho e busque alcançá-los com entusiasmo e persistência.
  • Buscar desafios e oportunidades de aprendizado em seu trabalho. Isso te manterá engajado e te dará a chance de desenvolver novas habilidades e conhecimentos.
  • Ser proativo e buscar por novas responsabilidades e projetos que te tirem da zona de conforto.
  • Manter um bom relacionamento com os colegas de trabalho. Crie um ambiente de trabalho positivo e colaborativo.
  • Manter um equilíbrio entre sua vida profissional e pessoal. Dedique tempo para suas atividades pessoais fora do trabalho. Isso te ajudará a recarregar as energias e a evitar o burnout.
  • Buscar por inspiração e apoio em amigos, familiares, mentores ou coaches.

Conclusão

A motivação no trabalho é um fator essencial que impulsiona o desempenho e a satisfação dos colaboradores em suas funções diárias. Sua importância vai além do cumprimento de tarefas; é um catalisador para

  • A produtividade;
  • O comprometimento;
  • A qualidade do trabalho realizado.

Assim, para promover a motivação no trabalho, as organizações devem buscar estratégias que cultivem um ambiente favorável, ofereçam oportunidades de crescimento e proporcionem reconhecimento e recompensas.

Ao reconhecer a importância da motivação, tanto no nível individual quanto organizacional, as empresas podem criar um ambiente propício para o crescimento pessoal e profissional, contribuindo para o sucesso a longo prazo de seus colaboradores e da organização como um todo.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
CEO e Co-Founder da Sólides, empresa de tecnologia para gestão de pessoas, que integra o ranking das 100 startups mais promissoras do país em 2021 e tem um ecossistema completo de RH, com o intuito de ajudar as PMEs a automatizar processos e criar dados e inteligência para melhor gestão e tomada de decisão sobre pessoas.
Assine a nossa Newsletter