logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Motivação e estímulo: entenda a importância de manter uma equipe motivada

Sumário

Motivação e estímulo: entenda a importância de manter uma equipe motivada

Conheça os diferentes tipos de motivação, além de elementos básicos para chegar neste estado de ânimo!

Sem dúvida, a motivação e estímulo são sentimentos que merecem participar de diversas áreas das nossas vidas, inclusive a profissional.

E essa deve ser uma grande preocupação das empresas que desejam crescer de vez no mercado.

Aliás, investir na motivação e no estímulo no trabalho não é apenas uma estratégia para reter talentos, mas também uma maneira eficaz de impulsionar o sucesso a longo prazo da organização.

Neste texto, falaremos mais sobre o assunto.

Então, continue a leitura e confira!

O que é a motivação?

Alguns cientistas do comportamento humano acreditam que a motivação é algo inerente à própria pessoa e que, através de estímulos, outras pessoas talvez possam facilitar esta pequena mudança de percepção. Essa nova percepção será responsável por algumas mudanças nos nossos comportamentos.

Se pessoas reagem a estímulos e são capazes de se automotivar, então cabe uma reflexão a respeito de como estimulá-las para que estejam sempre motivadas. Diante disso, pode-se perguntar:

Qual a diferença entre motivar e influenciar?

Motivar é uma reação a um determinado estímulo e a influência é uma ação sobre alguém, a qual pode ser um estímulo ou não.
Por exemplo: _ quando se utilizam subterfúgios, manipulações e intimidações, estamos influenciando, mas não estamos estimulando. O estímulo é sempre positivo e, a influência, nem sempre.

Dessa forma, vamos analisar os estímulos que podemos aplicar em nosso relacionamento com os outros para tentar facilitar-lhes a automotivação. Esses estímulos podem ser divididos em seis grupos:

Reconhecimento

 Uma das maiores fontes de estímulo para as pessoas é serem reconhecidas, quer seja por seu trabalho, seus resultados ou seus esforços. Pessoas sentem necessidade de receber feedback para que se desenvolvam e o reconhecimento é a principal forma de feedback. Muitas vezes um simples “bom dia” é suficiente para que a pessoa se sinta valorizada e reconhecida – ainda mais se este bom dia for sincero e dado num tom positivo. O sorriso também pode ter um grande efeito. Ambos são mais eficazes se acompanhados do “olho no olho”. Coisas que negligenciamos no nosso corre-corre diário.

Atividades do trabalho

Quando podemos fazer algo desafiador, conhecendo os objetivos e o padrão esperado, sabemos a importância e o impacto que as atividades e seus resultados tem nos outros, nos clientes e na empresa como um todo, tal atividade passa a ser prazerosa, mesmo que tenhamos a impressão inicial de que ela seja chata.

Oportunidades

motivação e estímulo no trabalho

Mesmo que alguém não goste de assumir riscos, deseja ter oportunidades. Boas oportunidades implicam em correr certo risco e em poder errar. Havendo chance para o aprendizado, o desenvolvimento, o erro, a participação nas decisões, no planejamento e na execução, o teste e a implementação das próprias ideias e a responsabilidade e a recompensa pelos resultados, haverá um contexto favorável para a motivação.

Liderança

Ter alguém dando o exemplo através de ações consistentes e não só através das palavras, é também uma importante fonte de estímulo. Sentir que a liderança motiva e é uma presença forte, visionária, apoiadora e exigente em uma medida equilibrada nos faz confiantes em nós mesmos e na organização. Autoconfiança é fundamental para a motivação.

Confiança nos líderes ainda mais importante, pois canaliza esta autoconfiança para o alinhamento com os valores e crenças que são vividos na prática pela organização.

Relacionamentos

Um ambiente de trabalho cooperativo onde se enfatizem; equilibradamente os feitos individuais e os da equipe, onde cada pessoa saiba que as necessidades do grupo se sobrepõem às dos indivíduos e onde haja um genuíno interesse de cada um nos outros como seres humanos, e não como recursos humanos.

Qualidade de vida

Equilíbrio entre vida pessoal, profissional, social e espiritual, onde as urgências são quase inexistentes, há tempo para as atividades mais importantes e prioritárias, existem recursos disponíveis ou alternativas aceitáveis e o índice de estresse é quase nulo.

Saiba mais:

Razões para motivar a equipe de trabalho

motivação e estímulo no traballho

Sem dúvidas, motivar a equipe de trabalho é crucial para criar um ambiente produtivo e saudável. Colaboradores motivados tendem a ser mais engajados, produtivos e resilientes diante de desafios. A motivação contribui para o aumento da satisfação no trabalho, fortalece o trabalho em equipe, reduz a rotatividade de funcionários e melhora o clima organizacional.

A satisfação e o bem-estar dos colaboradores são componentes essenciais da motivação. Quando as pessoas se sentem valorizadas, reconhecidas e têm suas necessidades atendidas, estão mais inclinadas a dedicar-se ao trabalho com empenho e paixão. Isso não só beneficia a realização individual, mas também contribui para o sucesso coletivo da equipe e, por consequência, da organização como um todo.

Ou seja, equipes motivadas têm maior propensão a inovar, alcançar metas e influenciar de maneira positiva para o sucesso da organização. Investir na motivação não apenas beneficia os colaboradores individualmente, mas também é fundamental para o crescimento e a sustentabilidade do negócio.

Portanto, motivar a equipe vai além de alcançar metas de desempenho; é fundamental para construir uma cultura organizacional saudável, promover o crescimento pessoal e profissional dos colaboradores e impulsionar o sucesso a longo prazo da empresa.

Quais são os 3 elementos básicos para a motivação e estímulo?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o assunto, revelaremos três dos principais elementos para motivação e estímulo. Confira abaixo:

1 – Necessidades e desejos individuais

Cada indivíduo possui necessidades e desejos específicos. Compreender essas aspirações é crucial para motivar os colaboradores. Isso pode incluir a busca por reconhecimento, oportunidades de crescimento, equilíbrio entre vida profissional e pessoal, segurança no emprego, entre outros.

2 – Reconhecimento e recompensas

O reconhecimento pelo trabalho bem feito e recompensas adequadas são poderosos impulsionadores de motivação. Isso pode incluir elogios, promoções, bônus financeiros ou outros incentivos tangíveis que reconheçam e recompensem o desempenho excepcional.

3 – Ambiente de trabalho positivo

Um ambiente de trabalho que promove relações interpessoais saudáveis, comunicação aberta, respeito mútuo e um equilíbrio entre desafios e apoio é fundamental para motivar os colaboradores. Um clima organizacional positivo contribui para o engajamento, satisfação e bem-estar geral no trabalho.

Portanto, esses elementos variam de acordo com as características individuais de cada pessoa e com a cultura organizacional, mas reconhecer e atender a esses fatores fundamentais pode criar um ambiente propício à motivação e estímulo, além do alto desempenho no trabalho.

Aprenda mais! Inscreva-se em nosso curso gratuito Principais estratégias de engajamento e retenção de talentos e veja como motivar o seu time!

Quais são os três tipos de motivação?

motivação e estímulo

Os três tipos de motivação são: intrínseca, extrínseca e transcendental.

Intrínseca: surge de interesses internos, paixões e satisfação pessoal. As pessoas são motivadas pelo prazer da atividade em si e pela sensação de realização que ela proporciona;

Extrínseca: deriva de recompensas externas, como dinheiro, reconhecimento social ou promoções. Envolve incentivos externos que estimulam o comportamento desejado;

Transcendental: relacionada a propósitos mais elevados e significativos. As pessoas são motivadas por metas alinhadas a valores profundos, contribuição social ou realizações que vão além do benefício pessoal.

Conclusão sobre motivação e estímulo

De fato, a motivação e estímulo no trabalho são elementos essenciais para impulsionar o desempenho e a satisfação dos colaboradores. Ao reconhecer e atender às necessidades individuais, promover um ambiente de trabalho positivo e oferecer oportunidades de crescimento, as organizações podem cultivar uma cultura que inspira engajamento, produtividade e bem-estar, resultando em equipes mais motivadas e eficazes.

A motivação e o estímulo no ambiente de trabalho desempenham papéis fundamentais na produtividade e no bem-estar dos colaboradores. Quando os funcionários se sentem motivados, estão mais propensos a se dedicar ao trabalho, superar desafios e contribuir de maneira significativa para os objetivos da empresa.

Existem várias estratégias para promover a motivação e estímulo no trabalho. Reconhecimento e recompensas por realizações, oportunidades de crescimento profissional, um ambiente de trabalho positivo e um equilíbrio adequado entre desafios e habilidades são elementos cruciais. Além disso, a comunicação transparente e a inclusão no processo decisório podem fortalecer o senso de pertencimento e propósito.

Estimular a motivação também envolve compreender as diferentes necessidades e aspirações individuais dos membros da equipe. Algumas pessoas podem ser impulsionadas por desafios e responsabilidades adicionais, enquanto outras valorizam o reconhecimento e o equilíbrio entre vida profissional e pessoal. Adaptações flexíveis nas práticas de gestão de pessoas podem ser essenciais.

Um ambiente de trabalho estimulante não apenas beneficia os funcionários individualmente, mas também contribui para a cultura organizacional positiva. Colaboradores motivados tendem a ser mais inovadores, resilientes e comprometidos com a excelência, resultando em uma equipe mais coesa e em uma empresa mais competitiva no mercado.

Gostou do nosso conteúdo sobre motivação e estímulo? Continue acessando o nosso portal e confira outros textos cheios de dicas para você!

Sobre o autor do texto de motivação e estímulo

Professor, consultor e palestrante. Articulista do Jornal do Commercio (RJ) e co-autor do livro: “Trabalho e Vida Pessoal – 50 Contos Selecionados” (Ed. Qualytimark, Rio de Janeiro, 2001). Por mais de 20 anos treinou equipes de Atendentes, Supervisores e Gerentes de Vendas, Marketing e Administração em várias empresas multinacionais de bens de consumo e de serviços. Elaborou o curso de “Gestão Empresarial” e atualmente ministra palestras e treinamentos “in Company” nas áreas de Marketing, Administração, Técnicas de Atendimento ao Cliente, Secretariado e Recursos Humanos. Graduado em Administração de Empresas, especialista em Marketing e Gestão Empresarial, com MBA em Marketing no Mercado Globalizado e complementação pedagógica.

Assine a nossa Newsletter