logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Gestão de Pessoas > 6 mulheres incríveis de RH contam histórias inspiradoras

Sumário

6 mulheres incríveis de RH contam histórias inspiradoras

mulheres incríveis

Na semana da Mulher, o RH Portal reuniu vivências e experiências profissionais inspiradoras. Conheça 6 mulheres incríveis, suas conquistas, desafios e aprendizados. 

Trata-se de histórias que Valesca Rodrigues, Maryana com Y, Emanuella Velez, Denise Brasil, Karol Fabreto e Juliana Dimário generosamente compartilham com você, leitora do RH Portal. Boa leitura! 

1. Valesca Rodrigues

É pedagoga, pós-graduada em Gestão de Pessoas com especialização em Coaching e Mentoring. Além de colunista do RH Portal, atua em Recursos Humanos há mais de uma década. 

Em sua trajetória, Valesca Rodrigues destaca dificuldades, realizações e amadurecimento contínuo, especialmente proporcionado pelos desafios e obstáculos. Como característica, a profissional destaca o compromisso de enfrentar as responsabilidades e fazer acontecer.

Com esse perfil, Valesca Rodrigues se destacou à frente de projetos em diferentes empresas, até optar pela transição de carreira. Quando decidiu virar a chave, ela se tornou Mentora de Carreira e de Liderança. 

Valesca fala com orgulho dos programas de recrutamento interno que estiveram sob seu comando. Projetos como Jovem Aprendiz, de Estágio, Desenvolvimento de Competências, Analistas e Lideranças, entre outros. 

Maior desafio da carreira

Na visão da profissional, o maior desafio da carreira foi criar e implementar ações para desenvolver pessoas. Valesca se envolveu em todas as etapas, desde a concepção da ideia, passando pela execução até a avaliação dos resultados. 

curso para reter colaboradores

“Ser responsável por elaborar algo que fosse relevante para as pessoas envolvidas e que trouxesse resultados práticos para a empresa sempre demandou de mim muita determinação, visão sistêmica, foco, resiliência e empenho. Hoje, sei que fiz isso com propriedade”, afirma. 

Principais dificuldades

Duvidar da capacidade de entregar resultados sempre foi um obstáculo para Valesca. Hoje, com o amadurecimento, ela percebe que nutrir essa crença limitante foi um erro. A famosa ‘Síndrome da Impostora’ a encontrou no meio do caminho. 

“Sofria achando que não ia atender às expectativas, cobrava-me demais e acabava não aproveitando a jornada, de tão preocupada que estava em entregar excelência e perfeição. Não sabia ainda que isso tinha um nome: Síndrome da Impostora. Foi um longo caminho para superar esses sentimentos, envolveu muito autoconhecimento e desenvolvimento de inteligência emocional. Mas valeu a pena!”

2. Maryana com Y

Até se tornar colunista do RH Portal, Mary atuou em diversas frentes. Hoje, é palestrante, empresária, Guardiã do Sebrae Delas (programa de aceleração voltado ao público feminino), coautora de Best Seller e fundadora do Humor Lab. Nas redes sociais, Maryana com Y se define como “especialista em bom humor”. 

O trabalho de anos na Disney a preparou para o que faz hoje: falar sério sem ser séria. Maryana já impactou mais de 500 mil pessoas usando o bom humor e educando a mente para trabalhar a seu favor, “pois a comédia é feita para rir e o humor é para fazer bem”, afirma. 

Principais erros

Nem tudo foi otimismo na carreira de Mary. Ao acreditar que antes de falar do humor deveria falar sobre depressão, ela entendeu que a ordem deve ser ao contrário. “É necessário enfatizar a prevenção e não dar tanto palco para a doença, no sentido de focar na solução, e não no problema”, garante. 

Maryana também percebeu que não deve falar sobre a importância do humor apenas para as empresas com culturas organizacionais leves. Após atender mais de 400 organizações, a profissional percebeu que onde há gente é necessário falar de inteligência positiva. 

Aprendizados ao longo da jornada

Para Maryana com Y, quanto mais ela entende o quanto o cérebro nos ajuda em ambientes mais leves, mais nos deixa produtivos. Para ela, o bom humor precisa sair do “achismo” e entrar no lugar da ciência. Um exemplo é a programação neurolinguística para o cotidiano. Mary diz que, “ao invés de dizer ‘se melhorar, estraga’, devemos afirmar ‘se melhorar, melhora’. Isso é fazer a mente jogar a seu favor”. 

3. Emanuella Velez

É psicóloga por formação, Top Voice LinkedIn & Creators, além de colunista do RH Portal. Recentemente, Emanuella participou de uma live promovida pela Sólides com o tema “Feedback para candidatos”. 

Manu se define como alguém eternamente apaixonada pelo desenvolvimento humano. Trabalha na área de RH desde 2012 e, desde essa época, sempre buscou humanizar a gestão de pessoas nas empresas e a maneira como os profissionais se relacionam com a carreira. 

“Quando olho para trás, sinto um orgulho imenso em saber que consegui alcançar alguns dos meus sonhos. Comecei a escrever no LinkedIn em 2016, falando sobre minhas experiências enquanto profissional da área de RH e minha visão de mundo”. 

Emanuella afirma que seus textos geraram reflexões, inspirações e muito trabalho. Segundo ela, foi pela escrita que, em 2020, conseguiu ser premiada como uma das vozes mais influentes pelo LinkedIn. Por isso, recebeu o título de Top Voices, conquista que representou muito em sua carreira. 

“Hoje, faço parte do maior Portal de RH do Brasil, como colunista, integro o time de Business Influencer da SAP América Latina. Recentemente, fui selecionada, entre milhares de inscritos, para participar do primeiro Programa de Aceleração de Creators Oficial do LinkedIn, integrando também a comunidade de criadores de conteúdo”. 

Como se não fosse pouco, nossa colunista ainda atua como HR Influencer para grandes marcas, sendo esse o jeito que deseja construir seu legado. 

Desafios pelo caminho

Manu sabe que errou inúmeras vezes, falou sobre assuntos que não gostaria e se portou de maneiras pouco assertivas em diferentes momentos. Mas ela acredita que os equívocos servem para a própria evolução. Ainda, admite que já trabalhou demais, mas, hoje, compreende que é necessário equilibrar as áreas da vida. 

“No fim, sei que tenho algumas histórias incríveis para contar, algumas vitórias que nem acredito ter conquistado. Mas olho para trás e vejo que nada é impossível e dá para fazer um trabalho de verdade e inspirar pessoas”. Você pode conhecer as histórias inspiradoras da Emanuelle no Instagram @emanuellavelez.

4. Denise Brasil

Top Voice LinkedIn em Carreira, Denise Brasil é Consultora e Mentora em Recursos Humanos. Com perfil questionador e independente, a profissional alcançou o patamar desejado ao trabalhar em empresas de grande porte. Nelas, passou por todos os estágios até chegar aos cargos de liderança

“Estou certa que deixei meu legado em cada uma delas. Essas empresas eram, em sua maioria, chefiadas por homens e masculinizadas, o que me obrigou, muitas vezes, a adotar uma postura dura para sobreviver”, afirma. 

Investimento na carreira

Após um tempo, Denise Brasil decidiu investir na expertise acumulada e intensificou a produção de conteúdo. Com mais de 600 mil seguidores no LinkedIn, a profissional decidiu renunciar a um contrato CLT e à chamada “segurança”. 

“Posso dizer que até agora não me arrependi da decisão que tomei. Hoje, trabalho para a mulher que sou, com as demandas que tenho como mãe e profissional. Se você dissesse a Denise de 20 anos atrás que ela abriria a própria empresa e trabalharia como consultora, mentora, palestrante e produtora de conteúdo, ela iria duvidar e até rir. É que aquela menina não aprendeu tanto assim a confiar no seu talento e botar fé na sua potência. Ainda bem que podemos envelhecer e enxergar as coisas de outra forma”, conclui Denise. 

5. Karol Fabreto

Karol Fabreto começou sua carreira muito cedo, aos 14 anos já era jovem aprendiz de uma clínica médica. Trabalhou durante o ensino médio e, mesmo com bolsa integral na faculdade de psicologia, também precisou trabalhar durante toda a graduação para arcar com os demais custos da formação. 

Perdeu sua mãe no começo do último ano da faculdade e, então, aos 22 anos, saiu de casa para morar em uma república feminina e conciliar a vida universitária com o cargo efetivo de recrutadora em uma multinacional.

Principais desafios envolvidos

Os desafios foram muitos, mas, de alguma forma, ter que começar sua carreira cedo a ajudou a chegar no mercado de trabalho muito mais preparada e terminar a faculdade já efetivada na área de Recursos Humanos. 

Tudo o que viveu nessa época e construiu a ajudou na carreira que tem hoje: empreende com o que ama fazer e tem o privilégio de escolher os projetos e sua rotina de trabalho. 

“Se aprendi algo nesse percurso é que podemos escolher aceitar nossos desafios no lugar de nos vitimizar e transformar as adversidades no melhor futuro possível”, conclui Karol Fabreto. 

6. Juliana Dimário

Juliana Dimário tem mais de 12 anos de experiência em Marketing Institucional e Comunicação Corporativa, com atuação em empresas de grande porte e multinacionais. A profissional foi responsável pelo planejamento e implementação de projetos de engajamento e clima organizacional, branding, jornada de cliente, comunicação e marketing de produtos.

Teve sua carreira totalmente mudada quando uma das empresas que estava trabalhando implementou uma nova cultura organizacional, e ela se colocou à disposição da instituição para participar do projeto, mesmo como ouvinte. Mais do que ouvinte, Juliana atuou dentro do projeto na área de Gente e Gestão, e vivenciou toda a sua execução e disseminação para líderes e colaboradores.

A partir deste projeto, nasceu o amor da profissional pela Cultura Organizacional e Engajamento de Colaboradores. Juliana mudou o foco de sua carreira e hoje atua totalmente na área de Recursos Humanos. Além de membro da Associação Brasileira de RH, é Head de Pessoas e Cultura da CBYK, com certificação Internacional em Psicologia Positiva pelo WholeBeing Institute, Chief Hapiness Officer (CHO) pelo Instituto Feliciência.

Ela sempre se preocupou em colocar os colaboradores no centro do negócio, por isso foi em busca das melhores certificações que dessem relevância e voz frente a alta liderança das empresas por onde passou, mostrando impactos, resultados e a importância no investimento. Além da notoriedade no desenvolvimento contínuo dos líderes, com foco em resultados perenes.

Para a executiva, desenvolver e implementar um Programa de Qualidade de Vida também foi um projeto de muito orgulho e que mudou a forma dela ver o bem-estar dos colaboradores. Um dos maiores desafios na carreira foi enfrentar a insegurança para conseguir aproveitar todas as oportunidades dela contribuir com ideias e mostrar seu conhecimento.

“Autoconhecimento, diálogo, relacionamentos construtivos e busca por aprendizado contínuo são fundamentais para o crescimento pessoal e profissional . Não existe empresa sustentável sem pessoas capacitadas e felizes.”, finaliza Juliana.

Esperamos que você tenha gostado das histórias inspiradoras que selecionamos. Comece a escrever o roteiro da sua carreira baixando nosso e-book sobre direitos da mulher no mercado de trabalho.

banner mulheres incríveis

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Camila Rocha, é uma profissional experiente em publicidade. Com formação pela Fumec, ela coordena atualmente a BU de Educação na Sólides Tecnologia, onde trabalha há 6 anos. Sua expertise em liderança e estratégias de educação corporativa tem sido fundamental para impulsionar o crescimento e o desenvolvimento dos colaboradores.
Assine a nossa Newsletter