logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Carreira e Negócios > Networking: o que é e por que ele é tão importante?

Sumário

Networking: o que é e por que ele é tão importante?

Sua empresa pode ganhar dinheiro contribuindo para outras empresas também ganharem através do networking.

Networking é mais do que um termo de negócios da moda: é uma prática profissional essencial que desempenha um papel crucial no crescimento da carreira e no sucesso dos negócios. 

No cerne do networking está a construção de relações significativas com outros profissionais, que podem gerar uma troca mútua de apoio, informações e serviços.

Trata-se de um processo dinâmico de dar e receber, onde a colaboração e a ajuda mútua abrem portas para novas oportunidades que vão além do alcance individual.

Entenda o que é networking, a sua importância e como conquistá-lo de maneira simples e prática!

O que é ser um networking?

Networking é um termo em inglês frequentemente utilizado no contexto profissional e empresarial para descrever o ato de estabelecer e cultivar uma rede de contatos. 

Essa prática é essencial para a troca de informações, a busca por oportunidades de carreira, a formação de parcerias, o compartilhamento de conhecimentos e habilidades, e para o avanço pessoal e profissional de uma forma geral.

Ser bom em networking significa ser capaz de criar conexões valiosas de forma eficiente e genuína.

curso de plano de carreira na Escola de Pessoas

Isso envolve não apenas conhecer as pessoas certas, mas também ser uma pessoa que outros querem conhecer e manter contato. 

Pessoas com boas habilidades de networking geralmente são comunicativas, confiáveis, prestativas e proativas na manutenção das suas relações profissionais.

Qual é o objetivo do networking?

O objetivo do networking é estabelecer e cultivar relacionamentos profissionais que sejam benéficos para todas as partes envolvidas.

Esses relacionamentos podem ajudar na troca de informações, oferecer suporte mútuo, abrir caminhos para novas oportunidades de carreira e negócios, e facilitar a colaboração e a inovação. 

O networking permite que indivíduos ampliem seus horizontes profissionais ao se conectarem com colegas de diferentes áreas e níveis de experiência, o que pode resultar em aprendizado contínuo e desenvolvimento de habilidades.

Além do crescimento individual, o networking também tem como objetivo fortalecer comunidades profissionais, criando um ecossistema onde o conhecimento e recursos são compartilhados abertamente.

Essa troca de valor pode levar a parcerias estratégicas e ao desenvolvimento de novos projetos e ideias que beneficiem um setor inteiro ou até mesmo a economia de forma mais ampla. 

Em essência, o networking é sobre construir pontes que permitam não apenas o avanço pessoal, mas também o progresso coletivo dentro de uma comunidade ou indústria.

Como usar networking?

Cinco profissionais participando de uma sessão de networking, indicando colaboração e troca de ideias.

Para usar o networking de maneira eficaz, é importante adotar uma série de estratégias e manter uma abordagem proativa. Aqui estão algumas dicas sobre como fazer networking de forma eficiente:

Defina seus objetivos

Antes de começar a fazer networking, é crucial ter claro o que você deseja alcançar.

Seja encontrar um mentor, descobrir oportunidades de emprego ou aprender mais sobre a sua área de interesse, ter um objetivo específico ajudará a direcionar seus esforços de networking.

Assista a eventos profissionais

Conferências, workshops, seminários e outros eventos de networking são oportunidades ideais para conhecer pessoas novas.

Prepare-se para esses eventos com antecedência, sabendo quem estará presente e quem você gostaria de conhecer.

Use as redes sociais profissionais

Plataformas como LinkedIn são ferramentas poderosas para o networking virtual. Crie um perfil profissional, participe de grupos relacionados à sua área e conecte-se com profissionais que você admira.

Seja genuíno

Networking não é apenas sobre o que os outros podem fazer por você, mas também sobre o que você pode oferecer.

Mostre interesse genuíno nas pessoas que você conhece e busque maneiras de ajudar ou colaborar com elas.

Desenvolva habilidades de comunicação

Ser capaz de se comunicar de forma clara e eficaz é fundamental. Pratique sua apresentação pessoal e saiba como descrever sua experiência e objetivos de forma concisa.

Mantenha o contato

Depois de estabelecer uma nova conexão, é importante manter o relacionamento.

Isso pode ser feito através de mensagens de acompanhamento, compartilhamento de artigos de interesse e convites para futuros eventos.

Ofereça valor

Seja alguém que traz valor para a rede. Isso pode ser na forma de conhecimento especializado, uma habilidade única ou simplesmente a disposição para ajudar os outros.

Seja paciente e consistente

Construir uma rede de contatos sólida leva tempo e esforço contínuo. Não desanime se os resultados não forem imediatos.

Crie um sistema de acompanhamento

Organize as informações de contato que você coleta e faça anotações sobre as conversas que teve. Isso tornará mais fácil retomar diálogos em futuras interações.

Diversifique sua rede

Profissionais em frente a um skyline da cidade ao amanhecer, com um mapa mundial conectado acima, ilustrando o conceito de networking global

Não limite seus contatos a um só setor ou nível hierárquico. Quanto mais diversificada for sua rede, mais amplas serão as perspectivas e oportunidades.

O uso estratégico do networking pode abrir muitas portas e criar oportunidades de crescimento que de outra forma poderiam não ser descobertas.

Ao investir tempo e esforço na construção de uma rede de contatos robusta, você estará estabelecendo as bases para uma carreira sólida e promissora.

Networking: fazendo seu currículo chegar às mãos certas

Conseguir emprego ainda nesta crise pode ser bem difícil. Existem poucas vagas em aberto e a boa qualificação é uma exigência para a grande maioria delas. 

Para conseguir um emprego é preciso não só ter conjuntos de habilidades importantes, como também entender a importância do networking para a sua vida profissional.

E, por falar em networking, é preciso ter ciência de que uma das maneiras mais poderosas de conseguir um emprego novo é através da sua rede de contatos.

Saiba mais

Confira nosso curso Competências profissionais de sucesso e aprenda a aprimorar habilidades como inteligência emocional, liderança, resiliência, alfabetização digital, negociação e muito mais.

Afinal, o que é networking?

O significa ao pé da letra, rede de trabalho. Ou seja, é uma rede de contatos (pessoas) que devem ser contactados para fins de trabalho (profissionais), os quais devem estar ligados a recrutadores ou a empregadores.

Embora sejam contatos, eles não são meros contatos, são pessoas que devem ser sempre cultivadas. Você deve criar afinidades e laços de amizade.

Você pode montar ou fazer parte de redes de contatos.

Há a rede formada por amigos, família, professores e colegas de faculdade, ex-colegas de colégio e faculdade, ex-professores de colégio e faculdade, ex-chefes e ex-colegas trabalho e pessoas que se vai conhecendo ao longo do tempo.

Você também pode montar ou fazer parte de redes de contatos nas redes profissionais e sociais através dos grupos (colmeias por afinidades) em beBee, das conexões profissionais em LinkedIn, dos grupos daqueles que procuram trabalho e grupos com temas de profissões em Facebook. 

Aproveite cada oportunidade surgida dentro das redes, pois elas podem ser a ponte que você precisava.

Mas cuidado: nada de ser o chato das redes e falar somente de emprego e, muito menos, fica reclamando da vida, de estar desempregado e que precisa de trabalhar.

É importante que os seus contatos tenham conhecimento sobre suas experiências profissionais e suas habilidades para que o recrutador ou o empregador decida pedir seu curriculum ou te chamar para uma entrevista de emprego.

Informações adicionais sobre networking

  • O networking não substitui as outras formas de procurar emprego;
  • Esteja com o curriculum sempre revisado e em mãos;
  • Faça sempre pesquisas sobre as empresas;
  • Se qualifique;
  • Esteja preparado para trabalhar.

Como ter um bom networking

Mão interagindo com uma tela digital que exibe uma rede de conexões de networking, destacando o impacto da tecnologia na construção de redes profissionais.

A luta pelo sucesso profissional não depende apenas de bons conhecimentos, aptidão e talento, mas, também, de uma boa rede de relacionamentos.

Em uma época onde todos os empregos estão sendo considerados quase que como temporários, saber cultivar e ampliar um bom network pode ser fator determinante de sucesso ou fracasso profissional.

Porém, uma boa rede de relações não serve apenas para garantir novas e melhores oportunidades.

Ela funciona, também, como um meio precioso para obter informações de ponta, além de ser uma significativa forma de divulgação ante ao mercado de trabalho.

Vejamos, então, alguns princípios básicos deste importante instrumento voltado ao autodesenvolvimento.

Networking: além das amizades

Primeiramente, devemos lembrar que networking é algo que vai muito além das relações estabelecidas em um mero ciclo de amizades.

Isto quer dizer que não basta apenas estar engajado em uma ampla rede de relações, se ela não representa uma possibilidade de retorno significativo em sua carreira profissional. 

É preciso, então, construir sólidas uniões de puro profissionalismo.

Para isso, é imprescindível estabelecer relações do tipo mão dupla, ou seja, disponibilizar os recursos pessoais — informações, visando receber como retorno novos conhecimentos e a criação de outras oportunidades.

Em segundo lugar, é importante ressaltar que não basta apenas querer ser um bom networker. É preciso ter ou, pelo menos, desenvolver o ‘dom’.

Um bom trabalhador em rede é hábil nas relações interpessoais devido a algumas de suas marcantes características que facilitam a penetração nos grupos e a formação de novas amizades. 

Possui empatia, bom humor, capacidade de comunicação, boa apresentação, flexibilidade e perfil expansivo.

Sem estas importantes qualificações torna-se difícil se relacionar com sucesso em um universo tão distinto de pessoas e suas particularidades individuais.

Assim, antes de sair por aí distribuindo sorrisos, convites e telefonemas, reavalie o seu perfil, para que você possa obter bons resultados durante o desenvolvimento de novas e construtivas relações. 

Como aumentar seu networking

Colaboradores interagindo positivamente em um escritório, destacando a importância do networking.

Confira como investir em seu networking seguindo alguns passos fundamentais:

  1. Valorize, ao máximo, sua rede de relações profissionais em todas as circunstâncias e não somente nos momentos em que você mais precisa.
  2. Entre em contato com antigas amizades, clientes, ex-chefes, ex-professores, ex-colegas de trabalho, de colégio, de faculdade, professores, palestrantes, fornecedores, clientes etc. Assim, procure sempre rever as suas amizades pessoais.
  3. Troque ideias com o maior número possível de pessoas. Muitas vezes, um bom papo com um profissional que não possui nenhuma ligação com a sua área de atuação pode lhe render oportunidades que, aparentemente, eram tidas como impossíveis. Assim, esteja sempre disponível e nunca dificulte o acesso a você.
  4. Procure se aproximar de outros profissionais que possam trazer um benefício direto para sua carreira. Pode ser um gerente ou um diretor de outro departamento ou, até mesmo, aquele seu concorrente que vive conquistando novas realizações.
  5. Não desperdice importantes oportunidades de investir em novas conexões, visando desenvolver outras parcerias, através da participação em processos de treinamentos, congressos, seminários, palestras, convenções, eventos, coquetéis, reuniões etc. É exatamente durante esses encontros que se tem à chance de estabelecer as relações mais proveitosas.
  6. Coloque-se em circulação buscando a formação de novos aliados e, também, não deixe de cultivar seus relacionamentos através de pequenos, porém, significativos gestos como telefonemas, e-mails, almoços etc. Enfim, comunique-se e apareça para o mundo.

Esteja certo de que você vem investindo no desenvolvimento de uma sólida rede de relações, pois, ela é seguramente, um dos veículos de marketing pessoal mais preciosos que um profissional pode contar.

Veja também:

Networking: 5 passos para Aumentar o Retorno de Seus Negócios

Sua empresa pode ganhar dinheiro contribuindo para outras empresas também ganharem através do networking. Confira 5 passos simples:

1. Procure fazer networking com uma rede de empresários que tenha o seu perfil

Fazer parte de uma rede de empresários que fomentam o networking de maneira séria pode trazer resultados significativos para a sua empresa. 

Trocar oportunidades entre si e auxiliar pessoas e empresas que querem adquirir algo ou precisam solucionar seus problemas a conectarem-se a uma empresa que atende a demanda é um trabalho de conexão, de doação, de serviço. 

Dar o seu melhor para contribuir com o encontro de duas pessoas afim de trocar bens que irão lhe satisfazer: produtos/serviços por moeda.

2. Não queira vender e sim contribuir

Quando alguém entra em um grupo de networking há o ímpeto de vender para todos os presentes. Mas o que acontece é que ninguém está lá para comprar.

As pessoas se encontram para compartilharem suas redes de contato. 

Pessoas que apresentam seus negócios e indicam e referenciam pessoas e empresas de sua rede de contatos que podem ter a necessidade que o outro pode suprir.

Este movimento de auxiliar, ajudar, contribuir gera um sentimento de gratidão que envolve a outra pessoa a se esforçar para fazer o mesmo.

Um ponto interessante é que contribuições não têm retorno linear. Você pode contribuir com um empresário do grupo que não conseguirá te retribuir, mas a contribuição pode vir por outro empresário.

Ou até mesmo por outras vias: aprendizado, maturidade, parcerias, fortalecimento da marca, reconhecimento, divulgação, etc

O mais importante é contribuir sem ter expectativas de cobrar o recebimento proporcional. A ação de contribuir deve ser pura, verdadeira e incondicional. E então o retorno se torna natural.

3. Ouça, escute, preste atenção, pergunte, aprenda, ouça mais um pouquinho…e então, fale.

Ouvir o que as pessoas têm a dizer sobre o seu negócio é imprescindível para que você possa referenciá-la.

Em um grupo com muitas pessoas, fica impossível lembrar de tudo e de todos em uma única reunião.

Uma estratégia é de focar em um empresário por semana.

Reúna-se com ele, aprofunde sobre o seu negócio, faça perguntas e, o mais importante, pergunte especificamente qual tipo de cliente, ramo de atividade, perfil de pessoa é o ideal para ele.

Profissionais diversos fazendo networking e compartilhando contatos fora de um evento corporativo.

Quanto mais você conseguir extrair de especificidades de seu público-alvo, mais conexões mentais você fará em sua mente em relação ao seu círculo social.

Então, aproveite para falar sobre o seu negócio de maneira simples e objetiva. Responda as perguntas com propriedade e, ao final, seja extremamente específico nos públicos que você procura.

Quanto mais específico for, mais chances terá de a pessoa lembrar de alguém ou uma empresa que conhece com aquelas características.

4. Conecte

A maioria das pessoas que eu conheço, param seu trabalho no passo 3.

Ficam meses ou anos fazendo parte de um grupo, buscando contribuir, fazendo reuniões, mas nada acontece. Isso porque a maioria das pessoas gostam de socializar, mas não querem por a mão na massa.

Acionar as pessoas que você se lembrou ou que têm ligação com o negócio da pessoa a qual você fez reunião é a parte mais importante, por mais que esteja em 4º lugar, é apenas por cronologia.

É importante você falar que se lembrou delas por afinidade com o assunto e perguntar se aquela oportunidade faz sentido para o momento que ela está vivendo.

Se não fizer, agradeça e volte ao assunto padrão de vocês. Não force ou queira empurrar algo, se não fechará portas para outras oportunidades.

Se fizer sentido para ela, pergunte se pode passar o contato dela para o empresário que você fez reunião ligar.

É melhor assim porque as pessoas esquecem ou não priorizam entrar em contato, mas se dispõe a atender.

5. Dê e cobre feedback

feedback sobre as indicações que você recebeu. Se elas viraram negócio fechado ou se não aconteceu.

Se a pessoa indicada não respondeu mais, você pode pedir para o empresário que a indicou tente restabelecer contato para saber se o interesse ainda continua.

Pergunte também para o empresário se os contatos que você indicou deram retorno, se fecharam negócio e faça a ponte com eles novamente caso tenham se distanciado, para perceber se o ele ainda está determinado a adquirir o produto ou serviço que teve interesse em primeira instância.

Conclusão: vale a pena fazer networking?

Em conclusão, o networking é uma ferramenta inestimável que vai além do simples ato de trocar cartões de visita ou acumular contatos em redes sociais.

É o desenvolvimento de um ecossistema de apoio mútuo, troca de conhecimentos e colaboração.

A verdadeira essência do networking eficaz reside na construção de relacionamentos autênticos, no cultivo de confiança e no comprometimento com o crescimento conjunto.

Ao integrar as práticas de networking em sua rotina profissional e adotar uma mentalidade de valor compartilhado, você abre as portas para uma carreira enriquecedora e uma vida profissional dinâmica.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
CEO e Co-Founder da Sólides, empresa de tecnologia para gestão de pessoas, que integra o ranking das 100 startups mais promissoras do país em 2021 e tem um ecossistema completo de RH, com o intuito de ajudar as PMEs a automatizar processos e criar dados e inteligência para melhor gestão e tomada de decisão sobre pessoas.
Assine a nossa Newsletter