Artigos

O Bem Estar e a Qualidade de Vida das Pessoas

Eduardo Frederico é Professor, Especialista em Gestão Estratégica de Recursos Humanos, palestrante nas áreas de atendimento, vendas, motivação e liderança.

O Bem-estar e a Qualidade de Vida das Pessoas

A vida pode ser definida como sendo o maior bem e a maior riqueza que um ser humano pode ter, ou seja, é o ponto de partida para conquistar tudo o que se deseja e o que se tem em mente como objetivo pessoal. No entanto, devido a tantos desafios, dificuldades e perigos pelos quais passamos em nossa trajetória, esse “tesouro” que temos e que chamamos de vida, sofre muitas vezes, atentados e ameaças, seja por questões patológicas, criminais ou sociais, nas quais inclui-se a violência urbana provocada pela falta de políticas pontuais que geram desigualdade social e insegurança.

A verdade é que, desfrutar de um perfeito bem estar físico e psicológico, não depende apenas de nós, pobres seres indefesos, mas também, de um conjunto de fatores externos e alheios à nossa vontade. Não é raro termos, como cidadão que somos, a nossa dignidade “ferida”, nossos sentimentos ignorados, nossos direitos violados e, até a própria vida, o bem maior que alguém pode possuir, ser colocada em segundo plano em detrimento de outros interesses.

Direitos sociais, como saúde, educação, moradia, alimentação, trabalho e lazer, responsáveis por oferecer uma melhor qualidade de vida ao cidadão e que deveriam obrigatoriamente, ser estendidos a todas as pessoas, de forma a atender suas necessidades básicas, são privilégios apenas de uma minoria “afortunada” da população.

Entendemos como bem-estar, o momento de nossas vidas em que há um completo atendimento das necessidades básicas necessárias à qualidade de vida, muito embora saibamos que, o bem-estar e a qualidade de vida humana, não estão atrelados apenas ao atendimento dessas necessidades.

Podemos ter qualidade de vida através de bens materiais, como por exemplo, dinheiro, moradia, carros, etc, mas no entanto, faltar-nos o bem-estar na alma e no corpo. Sabemos que corpo, mente e espírito, devem estar em perfeita sintonia para que possam estabelecer o equilíbrio necessário à manutenção de nossa vida.

Ter “tudo” em nível material, não nos garante chegar ao ápice do equilíbrio entre corpo, mente e espírito, que são responsáveis pelo nosso bem-estar físico e psicológico, embora saibamos que, algumas conquistas materiais, contribuem para uma melhor qualidade de vida das pessoas, claro, seria insensatez de nossa parte desconsiderar tal fato.

Seguindo essa linha, podemos chegar a conclusão de que, o que leva uma pessoa a atingir os níveis ideais de bem-estar, não são apenas as oportunidades que a mesma tem ao longo de sua vida e sim, o conjunto de fatores que, se bem associados e assimilados pelo fantástico conjunto; corpo, mente e espírito, adicionados a uma boa dose de atitudes, levará o indivíduo ao encontro dos seus objetivos.

Pense nisso, corra em busca do seu equilíbrio, realize seus sonhos e viva com qualidade.

Por Eduardo Frederico

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of