Artigos

O Homem Lúcido


Recebi, do amigo Paulo Betti, este texto Caldaico do VI século a.C. 

É para ler e refletir. Sabedoria e lucidez, definitivamente, não têm idade.

“O homem lúcido sabe que a vida é uma carga tamanha de acontecimentos e emoções que nunca se entusiasma com ela, assim como não teme a morte. O homem lúcido sabe que viver e morrer são o mesmo em matéria de valor, posto que a Vida contém tantos sofrimentos que a sua cessação não pode ser considerada um mal”.

“O homem lúcido sabe que é o equilibrista na corda bamba da existência. Sabe que, por opção ou acidente, é possível cair no abismo, a qualquer momento, interrompendo a sessão do circo”.

“Pode também o homem lúcido optar pela Vida. Aí então, ele esgotará todas as suas possibilidades. Passeará por seu campo aberto e por suas vielas floridas. Saberá ver a beleza em tudo. Terá amantes, amigos, ideais. Urdirá planos e os realizará. Resistirá aos infortúnios e até às doenças. E, se atingido por algum desses emissários, saberá suportá-los com coragem e mansidão”.

“Morrerá o homem lúcido de causas naturais e em idade avançada, cercado por filhos e netos que seguirão sua magnífica aventura. Pairará então, sobre sua memória uma aura de bondade. Dir-se-á: aquele amou muito e fez bem às pessoas.

“A justa lei máxima da natureza obriga que a quantidade de acontecimentos maus na vida de um homem iguale-se sempre à quantidade de acontecimentos favoráveis. O homem lúcido que optou pela Vida, com o consentimento dos Deuses, tem o poder magno de alterar esta lei. Na sua vida, os acontecimentos favoráveis estarão sempre em maioria”.

“Esta é uma cortesia que a natureza faz com os homens lúcidos.”

Nesta semana, pense nisso. Pense como o homem lúcido em optar pela Vida. Em urdir planos e realizá-los. Em resistir aos infortúnios. Em esgotar todas as possibilidades de ser feliz.

Boa Semana. Sucesso!

Prof. Luis Almeida Marins Filho
Presidente das empresas Consortium System (Nova York) e Triangle Freightliner of Raleigh (Carolina do Norte) nos Estados Unidos (1989-1995); e membro do conselho diretor da Global Transport Traders. Reading, Pensilvânia, EUA – 1990-1995);

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of