logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Carreira e Negócios > Gestor financeiro: um guia completo para o profissional do futuro

Sumário

Gestor financeiro: um guia completo para o profissional do futuro

Este artigo tem como objetivo explorar em profundidade o papel, as habilidades e as responsabilidades de um Gestor Financeiro. 

No dinâmico mundo dos negócios de hoje, a figura do Gestor Financeiro tem se tornado cada vez mais central e estratégica.

Este artigo tem como objetivo explorar em profundidade o papel, as habilidades e as responsabilidades de um Gestor Financeiro

Vamos mergulhar nos desafios e oportunidades que esse profissional enfrenta no mercado atual, destacando a importância de suas funções na gestão eficaz dos recursos financeiros de uma organização e no direcionamento estratégico para o sucesso e crescimento sustentável da empresa.

O que se faz um gestor financeiro?

Suas principais funções incluem planejamento financeiro, auditorias e análises financeiras, controle orçamentário e captação e aplicação de recursos. 

Além disso, ele é responsável por estratégias de precificação, controle de gastos, gestão de impostos, monitoramento do faturamento, gestão e redução de despesas, política e gestão de reembolsos corporativos, e coordenação de custos administrativos e operacionais. 

Este papel é crucial para garantir uma operação lucrativa e o crescimento sustentável do patrimônio líquido da empresa.

Qual é o salário de um gestor financeiro?

O salário de um Gestor Financeiro no Brasil varia consideravelmente de acordo com a posição, experiência e a empresa em que trabalham.

planejamento de carreira

Os gestores financeiros podem esperar remunerações variadas, que refletem a importância estratégica e a complexidade de suas funções dentro das organizações. 

As faixas salariais diferem entre posições hierárquicas e tipos de empresas, sendo influenciadas também pela região e pelo setor econômico em que atuam. 

Em geral, os gestores financeiros são bem remunerados, reconhecendo o valor que agregam às empresas por meio de suas habilidades em planejamento financeiro, controle de custos e gestão de recursos.

O que preciso para ser gestor financeiro?

Profissionais de finanças trabalhando em relatórios de gráficos, enfatizando a importância da gestão financeira detalhada.

Um gestor financeiro desempenha um papel vital na administração da área financeira de uma organização.

Para se tornar um gestor financeiro, é essencial gostar de números, indicadores e informações gerenciais, além de possuir uma visão ampla de negócios. 

As habilidades necessárias para um bom desempenho na profissão incluem acompanhamento de resultados financeiros da empresa, elaboração de relatórios, avaliação de custos, pesquisa de opções de financiamento, análise de tributos e retorno de investimentos, gestão de fluxo de caixa e aplicação de recursos. 

Por isso, além do conhecimento técnico, habilidades de comunicação e interação com pessoas são fundamentais.

No entanto, é importante também estar atualizado sobre tendências mundiais, novos métodos de captação e aplicação de recursos, novas tecnologias e sistemas de gestão. 

Veja também:

O novo perfil do Gestor Financeiro

Gestor financeiro trabalhando com tablet e documentos fiscais, simbolizando a gestão financeira profissional.

Muitas mudanças e evoluções ocorreram no mercado de trabalho, economia e sociedade. Devido a estes fatores, as atribuições e o foco do Gestor Financeiro também mudaram. 

Com a redução dos índices inflacionários e a ciranda financeira o foco de finanças passa de tesouraria para:

  • Controladoria: gerar informações gerenciais para tomada de decisões;
  • Planejamento: para se traçar estratégias de diferenciação e melhoria do desempenho empresarial;
  • Controle de Custos: com base nas informações gerenciar os custos para manter e maximizar os resultados financeiros.

O profissional financeiro do século 21 ainda deve ter muito das características tradicionais, porém acrescidas de conhecimentos e maneiras de agir para aumentar o valor das atividades da empresa e da sociedade como um todo. 

Saiba mais: Confira nosso curso sobre Gestão de Pessoas para empreendedores

Aprenda como você pode alcançar resultados por meio das pessoas e também como fazer a gestão comportamental sendo o líder de um empreendimento.

Por isso, o gestor financeiro deveria ter o seguinte perfil:

Características pessoais

São as mais importantes, pois dependem de esforço pessoal muito grande para serem desenvolvidas e mantidas dia após dia em meio à tempestade de atribuições da vida.

  • Transparência: fundamental, pois sem transparência e clareza de atuação a gestão financeira torna-se impraticável e prejudicial à empresa;
  • Ética: seguir os procedimentos, ser justo e correto com os demais; – Disciplina: uma vez traçado o caminho a ser seguido, estabelecer a rotina e os meios claros e práticos para atingir os objetivos determinados;
  • Comprometimento efetivo: liderar pelo exemplo, estar comprometido e quando dizer “podem contar comigo” não ficar apenas nas palavras;
  • Orientação para resultados: se orientar diante dos desafios para atingir os resultados esperados e nada menos do que o necessário é aceitável;
  • Disponibilidade: (para os subordinados e superiores) estar disponível para os colaboradores e superiores. Fazer parte do time;
  • Formação de times e equipes (coaching): não ter medo da competição, preparar seus sucessores e criar um time tão forte que a sinergia torna-se fator de sucesso do profissional como gestor e dos demais como integrantes (mais do que estrelar o espetáculo devemos ter um bom elenco);
  • Motivação: através de seu exemplo pessoal motivar e inspirar os demais ao redor para um clima de superação e competição saudável;
  • Assertividade: estabelecer metas e objetivos alinhados à realidade que cerca o profissional;
  • Gerenciamento de tempo: próprio e da equipe evitando estresse desnecessário, pois todo mês haverá um fechamento financeiro;
  • Pró-atividade: ao identificar um problema o gestor analisa, debate, decide e resolve, buscando a melhoria contínua;
  • Inteligência emocional: controlar a si mesmo e interagir bem com o ambiente que o cerca;
  • Inteligência interpessoal: se relacionar bem com todos e criar parcerias efetivas de sucesso (pessoal, profissional e acadêmico).

Características profissionais

Gestora financeira apontando para gráficos de desempenho, simbolizando a análise crítica na gestão financeira.

São importantes e necessárias, porém partindo-se de um mínimo de conhecimento e com um treinamento orientado e efetivo geralmente podem ser desenvolvidas:

  • Conhecimentos técnicos: ter domínio das disciplinas inerentes a Finanças (Contabilidade, Controladoria, Consolidação, Relatórios, Tesouraria, Auditoria, Matemática, Legislação Específica, Tributos, Processos Internos etc.);
  • Conhecimentos de Informática: conhecimento das possibilidades de melhoria da qualidade e efetividade do trabalho com ferramentas de Tecnologia da Informação (TI);
  • Idiomas: em um mundo globalizado, onde as multinacionais estão cada vez mais atuantes, e onde legislações globais interferem em negócios regionais o conhecimento de idiomas é fundamental.
  • CRM (Customer Relationship Management): a área financeira tem uma série de clientes internos (presidente, acionista, diretores, gerentes seniores, outros departamentos, empresas ligadas e coligadas) e externos (CVM, CRC, CRE, CREA, INSS, Órgãos públicos, Imprensa, Investidores externos etc.) e o gerenciamento destes clientes é decisivo para o sucesso do Gestor Financeiro,
  • Políticas corporativas: conhecer profundamente sua empresa no Brasil e as políticas globais que podem ser localizadas. Muitas vezes existem equipes trabalhando para desenvolver algo que já existe em alguma subsidiária,
  • Visão de negócios: estar familiarizado com o negócio da empresa, conhecer as minúcias e como elas se relacionam para poder entender e otimizar a dinâmica de geração de receitas, custos, despesas, lucros, caixa etc,
  • Envolvimento com o mercado: estar ligado ao segmento em que atua para trazer as melhores práticas do mercado para dentro da empresa, gerando resultados efetivos e, eventualmente, através de networking, trazer novos negócios para a empresa.

Mais importante do que as características pessoais e profissionais é a vocação para trabalhar com finanças. Gostar do que se faz e fazer o que se gosta é essencial.

Conclusão

Em resumo, o papel do Gestor Financeiro é fundamental para a saúde e o crescimento sustentável de qualquer organização.

Esse profissional é responsável por uma série de funções estratégicas, desde o planejamento financeiro até a análise e controle de investimentos e custos.

Assim, o sucesso de um Gestor Financeiro impacta diretamente no sucesso da empresa, tornando-o um ator chave no cenário corporativo moderno.

Dessa forma, com o mercado em constante evolução, esse profissional deve se manter atualizado e adaptável, preparado para enfrentar desafios e aproveitar oportunidades no mundo dos negócios.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Formado em Estatística pela Universidade Federal de Minas Gerais e com Especialização em Design Thinking pela University of California e formação em Inovação, também com formação em Empreendedorismo pela Stanford University. Conta com visão estratégica e experiência profissional em tecnologia e gestão de produtos. É o único brasileiro a figurar na ‘Top 50 CEOS de SaaS 2022’. Organizada pela Software Report, a lista reconhece os líderes de empresas mais transformadoras e impactantes do setor.
Assine a nossa Newsletter