Artigos

O Papel Do Analista De Rh

O Analista de Recursos Humanos possui em seu repertório de atuação funções que são voltadas para o desenvolvimento de pessoas e equipes nas organizações. Portanto, é importante que o profissional desenvolva a capacidade de compreender o fenômeno humano nas organizações, os quais incluem os aspetos culturais, a inserção do indivíduo na organização, o funcionamento das equipes de trabalho, o exercício da liderança. É imprescindível o conhecimento das práticas de gestão de pessoas, o domínio do processo de aprendizagem na organização, o diagnóstico de necessidades de educação, treinamento e desenvolvimento, a concepção e o planejamento de programas capacitação, para isto existem ferramentas, metodologia e técnicas que instrumentalizam o profissional de gestão de pessoas.

Antes que se pensar nas técnicas é crucial que o Analista tenha uma compreensão do contexto e das tendências do mundo do trabalho e que, a partir daí, seja capaz de realizar uma leitura crítica dessas informações e ajustar o seu trabalho à realidade da organização a que presta seus serviços profissionais.

Há demandas para as organizações frente aos desafios impostos pelo contexto e tendências do mundo moderno e em rápida transformação. Há o imperativo da crescente globalização, do acirramento da competitividade e da reestruturação produtiva que impõem respostas rápidas e consistentes na forma como se contrata e qualifica e retém profissionais. O avanço tecnológico demanda necessidades de profissionais capazes de lidar com tecnologias que se modificam, se atualizam e se reinventam continuamente. Do ponto de vista sócio-ambiental, atuar de forma ética e atender às exigências do mercado, dos consumidores, acionistas, investidores, da sociedade como um todo. Por conta dessas demandas há que se reinventar e inovar a cada dia. Contratar e reter mão de obra qualificada é um desafio e tanto. Muito além de oferecer bons salários, é preciso oferecer também oportunidades de crescimento, chances de requalificação, bom ambiente de trabalho, condições para uma melhor saúde física e mental.

Nova call to action

Para as pessoas são demandadas capacidades de lidar com um turbilhão de informações, de adaptação às novas tecnologias e capacidade de aprender rápido. Vê-se aumento da exigência educacional, cursos de nível superior já são commodities; as organizações querem mais especialistas, mestres e doutores. Domínio de outro idioma, experiência internacional, vivência em programas de voluntariado social são levados em conta. Além disso, ainda há que se buscar equilíbrio entre vida profissional e vida pessoal para que se possua melhor qualidade de vida e conseqüentemente melhor oferta de capacidade para as organizações. Aos profissionais se exige boa saúde física e mental o que os obriga a cuidar o do corpo, da mente e do espírito.

As demandas tecnológicas têm provocado processos de transformação e mudança no mundo do trabalho e, conseqüentemente, têm alterado a forma de se trabalhar alterações no perfil dos trabalhadores para dar conta dessas mudanças. As instituições de ensino, educação e qualificação profissional precisam adequar suas grades, seus projetos pedagógicos e suas formas de intervenção didáticas para poder entregar ao mercado pessoas com mais condições de responder às demandas tecnológicas. As organizações precisam diagnosticar necessidades de capacitação e planejar ações de educação, desenvolvimento e treinamento condizentes com sua realidade de mercado e com a real contribuição da sua força de trabalho.

Thaisa Lima Santana

Estágiaria de Recursos Humanos

Email: thayssasantana@hotmail.com

Perfil no Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/thaisa-lima/39/7a9/254/

5 1 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Analista de Recursos Humanos […]