logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Clima Organizacional > A importância da Ética Profissional: atitudes para colocar em prática

Sumário

A importância da Ética Profissional: atitudes para colocar em prática

Neste artigo, abordamos atitudes essenciais e práticas recomendadas para cultivar uma cultura ética e integra na sua empresa, beneficiando todos os envolvidos.

Em um mundo cada vez mais conectado e complexo, a ética profissional assume um papel central na definição do caráter e do sucesso das organizações. 

Entenda sobre ética no ambiente de trabalho e sua importância não apenas como um conjunto de regras, mas como um alicerce para relações de confiança, reputação corporativa e sustentabilidade de longo prazo. 

Este artigo é um convite para entender a ética profissional não apenas como uma obrigação, mas como um valor essencial que guia as práticas empresariais na atualidade.

O que é ética profissional e qual é a sua importância?

Peça de jogo azul se destacando, representando a ética profissional

A palavra “ética” está muito presente na sociedade e é frequentemente apresentada em escolas, faculdades e ambientes profissionais. A popularidade do termo é tamanha que uma simples procura em buscadores na internet chega a resultados que vão desde livros até cursos sobre o tema. 

Por definição semântica, a ética pode ser resumida como “área dedicada às ações e ao comportamento humano”, ou até mesmo como as “razões que ocasionam, alteram ou orientam a maneira de agir do ser humano”. 

As definições de dicionário, entretanto, não dão conta da profundidade escondida sob a força do termo, e a Filosofia se debruça constantemente sobre as diversas camadas que estruturam “o que é ética”, com célebres — e filosoficamente diversos — pensadores como Maquiavel e Kant, por exemplo, tendo refletido e explicado a temática ao longo de suas obras. 

Extensa e profunda como tal, é compreensível que a palavra tenha grande importância também em todos os espaços de trabalho, com muitos interessados em entender o que é ética profissional, por que ela é importante, e de que forma é possível preservá-la.

Banner artigo_Material-RH Humanizado

Afinal, o que é ser ético no ambiente de trabalho?

No ambiente de trabalho, a ética refere-se aos elementos que fundamentam a conduta das pessoas colaboradoras e de suas equipes em uma companhia. São fundamentos que orientam comportamentos, bem como a forma com que os profissionais se relacionam com outras pessoas externas e instituições. 

Ainda que existam valores éticos universais, como honestidade e respeito, por exemplo, todos as pessoas colaboradoras de determinada profissão devem seguir os mesmos princípios de ética profissional, mesmo que defendam internamente valores distintos. 

As definições de quais regras devem ser seguidas por um grupo de funcionários geralmente são agrupadas nos chamados “Códigos de Ética Profissional”, com mudanças substanciais a depender de cada profissão.

Qual o objetivo da ética profissional?

A compreensão de cada colaborador sobre o que é ética profissional é fundamental para a existência de um ambiente corporativo harmonioso, confiável e também produtivo. 

Toda empresa correta e preocupada com a preservação de valores importantes preza por profissionais que zelam por seu patrimônio, que cumprem as tarefas de acordo com as melhores práticas, bem como se relacionam da melhor maneira com agentes externos, como fornecedores e clientes, por exemplo. 

A promoção de uma “cultura organizacional” com base em valores éticos traz como resultados a preservação da integridade da companhia e fortalece a transparência, afinal, quando a honestidade é elemento importante, quaisquer desvios de conduta são facilmente comunicados à empresa pelos funcionários. 

Da mesma forma que os colaboradores têm responsabilidades a serem cumpridas diante da organização, a companhia também precisa exercer seus deveres legais perante as pessoas colaboradoras. 

  • Veja esse vídeo e aprofunde-se na ética profissional:

A título de exemplo, a empresa precisa garantir que os regulamentos sejam igualitários a todos e não discriminatórios, bem como deve assegurar o cumprimento de dispositivos legais da legislação trabalhista, caso de salários e benefícios.

Atitudes como o compartilhamento de informações sigilosas da companhia sem autorização e a propagação de mentiras no ambiente de trabalho para ganhos individuais, por exemplo, podem ser caracterizadas como elementos que fogem à boa definição de tudo o que é ética profissional.

É por isso que empresas que zelam pelo cumprimento dos princípios éticos devem atuar internamente junto aos seus colaboradores para promover a lisura no ambiente profissional. 

Do ponto de vista do trabalhador, é possível desenvolver atitudes responsáveis por promover a ética profissional, como a pontualidade em relação a prazos, o respeito às pessoas e o esforço para realizar o melhor trabalho possível. 

Além disso, o profissional deve respeitar a hierarquia da empresa, ser autocrítico sempre que possível e estar aberto a sugestões de terceiros, desde que elas estejam de acordo com os valores éticos defendidos na profissão ou empresa. 

Em suma, é importante lembrar que a ética, como definiu o filósofo brasileiro Clóvis de Barros Filho, é “a inteligência compartilhada a serviço do aperfeiçoamento da convivência”.

A importância da ética profissional nas empresas

Grupo de pessoas segurando as mãos em um círculo, representando a importância da ética profissional

Para uma companhia ser respeitada e admirada por todos os seus públicos, é fundamental adotar um compromisso moral de transparência e ética na condução de todas as suas práticas. 

Empresas são feitas de pessoas, pessoas são complexas e muitas não têm ética, por falta de compromisso com elas mesmas, por falta de um objetivo real e maior na vida, por falta de vontade, influências de maus exemplos, etc. 

Nesse contexto é importante que as empresas tenham regras/normas bem definidas, assim como suas sanções, mas que tudo seja feito de maneira muito calma, transparente, com muito diálogo, estimulando a ética profissional.

Uma cultura de integridade, na qual prevalecem a transparência e a honestidade no relacionamento com todos os seus públicos, é um importante elemento para que a empresa trilhe o caminho da ética:

Público interno

Focado nas relações de compromisso com a força de trabalho para construção de resultados de valor agregado, por meio da qualidade do ambiente de trabalho, saúde e segurança.

Público externo

Qualidade dos serviços, relacionamento com os clientes e parceiros, proteção ao meio ambiente e cumprimento das responsabilidades legais, fiscais e sociais.

Comunidade

Exercer a cidadania é, acima de tudo, buscar uma sociedade melhor para todos, a fim de que exista mais liberdade, justiça e solidariedade. Existem várias maneiras de incentivar isso dentro da empresa, a principal é o exemplo. 

Se o exemplo vem de cima, a chance é enorme de ter seguidores e copiadores. É possível trabalhar com palestras de conscientização e campanhas que envolvam a participação, colaboração e trabalho em equipe em prol dos nossos semelhantes mais desprovidos e também atuando de forma ativa na conservação e preservação do meio ambiente.

A importância da ética e o Mercado de ações que valoriza as empresas

Pirâmide de blocos de madeira com figuras humanas, representando o valor da ética profissional

O investimento ético (Ethical Investing) é uma estratégia de investimento onde os valores éticos do investidor (morais, religiosos, sociais) são o objetivo principal, juntamente com bons retornos.

Muitos investidores já insistem que as empresas em que investem sejam socialmente responsáveis. Isso significa tratar seus funcionários com respeito, criar produtos e serviços sustentáveis e evitar práticas comerciais antiéticas.

Segundo dados da agência global de pesquisa Morningstar, esse tipo de aplicação, antes classificada pelos tradicionalistas como com apelo apenas para uma minoria, está se tornando mainstream. 

A agência examinou 745 fundos sustentáveis e os comparou com 4.150 fundos tradicionais, e identificou que eles igualavam ou superavam os retornos em todas as categorias – sejam títulos ou ações.

Ao longo de 10 anos, o retorno médio anual de um fundo sustentável investido em grandes empresas globais foi de 6,9% ao ano, enquanto um fundo tradicionalmente investido obteve 6,3% ao ano.

Quais são os 4 princípios da ética profissional?

Os quatro princípios fundamentais da ética profissional são:

  • Integridade: Este princípio envolve honestidade, transparência e consistência de ações. Profissionais com integridade mantêm um alto padrão de conduta, agem de maneira justa e são confiáveis, assegurando que suas ações e decisões sejam guiadas pela verdade e correção.
  • Responsabilidade: Refere-se à capacidade de assumir a responsabilidade pelas próprias ações e decisões. Profissionais responsáveis são confiáveis, cumprem com seus compromissos e reconhecem seus erros, buscando corrigi-los e aprender com eles.
  • Respeito: Este princípio envolve tratar colegas, clientes e todas as partes interessadas com consideração e cortesia. Respeitar a diversidade, a privacidade e os direitos individuais é essencial, assim como promover um ambiente de trabalho inclusivo e livre de discriminação.
  • Justiça: A justiça no contexto profissional implica em agir de forma imparcial e equitativa, garantindo igualdade de oportunidades e tratamento para todos. Isso inclui tomar decisões e agir de maneira a não favorecer indevidamente ou prejudicar outros.

Esses princípios formam a base para a conduta ética no ambiente de trabalho, orientando profissionais a agir de maneira que seja não apenas legal, mas também moralmente correta e socialmente responsável.

Quais os exemplos de ética profissional?

Exemplos de ética profissional inclui diversas práticas e comportamentos que refletem os princípios fundamentais de integridade, responsabilidade, respeito e justiça. Alguns exemplos são:

  • Honestidade nas Comunicações: Ser transparente e verdadeiro em todas as formas de comunicação, evitando enganar, omitir informações importantes ou manipular fatos.
  • Confidencialidade: Proteger informações confidenciais de clientes, colegas ou da empresa, não compartilhando dados sensíveis sem autorização apropriada.
  • Cumprimento de Prazos e Compromissos: Entregar trabalhos e projetos dentro do prazo acordado e manter as promessas feitas a clientes e colegas de trabalho.
  • Respeito no Ambiente de Trabalho: Tratar todos os colegas, clientes e outras partes interessadas com cortesia e consideração, independentemente de suas posições ou diferenças.
  • Imparcialidade nas Decisões: Tomar decisões baseadas em critérios objetivos e justos, evitando favoritismos ou preconceitos.
  • Reportar Condutas Inadequadas: Não ignorar ou encobrir comportamentos antiéticos de colegas, mas reportá-los às autoridades ou departamentos apropriados.
  • Desenvolvimento Profissional Contínuo: Buscar aprimoramento constante das habilidades e conhecimentos necessários para a profissão, mantendo-se atualizado com as melhores práticas do setor.
  • Conflito de Interesses: Evitar situações onde interesses pessoais possam entrar em conflito com os da empresa ou clientes, e ser transparente caso tais situações ocorram.

Esses exemplos refletem como a ética profissional pode ser aplicada no dia a dia, contribuindo para um ambiente de trabalho mais justo, respeitoso e produtivo.

Leia também:

Como comprovar seu compromisso com a importância da ética

Funcionários, clientes e investidores mais conscientes “investigam” as empresas antes de se relacionarem e buscam negócios alinhados aos seus ideais. A melhor forma de se adequar a esse cenário é contar com processos que promovam ambientes mais éticos e sustentáveis, interna e externamente.

Para o alinhamento sustentável de sua empresa em relação aos requisitos ambientais, sociais e de governança, é preciso contar com certificações baseadas em padrões internacionais que sejam aceitas em todo o mundo, com avaliações independentes comprovando que você está sistematicamente adotando e alcançando suas metas de sustentabilidade.

Em um mundo de negócios globalizado, a governança corporativa sustentável é o caminho para um futuro melhor. 

Mas, é preciso contar com orientação especializada sobre por onde começar e como implementar seus objetivos, identificando riscos e potenciais de melhoria, implementando normas e requisitos dentro da empresa e cadeias de suprimentos, com processos de auditoria, certificação, verificação e validação confiáveis e em conformidade com os requisitos legais.

A realização de uma auditoria independente, com processos transparentes e isentos de análise e validação, com procedimentos técnicos específicos, irá avaliar as políticas de governança corporativa e a sua implementação no dia a dia da organização, em todas as áreas. 

Auditores independentes contribuirão para que a organização monitore suas práticas de governança, avalie seu grau de maturidade e identifique pontos de melhoria.

Dessa forma sua empresa irá garantir um ambiente de trabalho e de negócio ético e responsável socialmente, capaz de garantir o melhor posicionamento da sua marca no mercado, atuando de acordo com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU, principalmente aqueles que abordam as questões de Trabalho decente e crescimento econômico e Paz, justiça e instituições eficazes, e uma eficiente política de governança corporativa.

Ética x moral qual é a diferença?

Pessoa segurando duas peças de quebra-cabeça de madeira, representando a diferença entre ética profissional e moral”

Ética e moral são conceitos frequentemente usados de forma intercambiável, mas têm diferenças significativas, especialmente quando aplicados ao contexto da ética profissional. 

A moral se refere a um conjunto de normas, valores e crenças partilhadas por um grupo ou sociedade, determinando o que é considerado certo ou errado. Essas normas são internalizadas pelos indivíduos e influenciam seu comportamento e decisões.

Por outro lado, a ética profissional e pessoal é o estudo sistemático da moralidade, uma disciplina que busca entender os princípios morais e aplicá-los em contextos específicos, como no ambiente profissional. 

Enquanto a moral é mais pessoal e cultural, a ética é mais contextual e racional. No ambiente de trabalho, a ética profissional serve como um guia para ações e decisões, assegurando que os profissionais ajam não apenas em conformidade com as normas sociais e legais, mas também de acordo com os padrões de conduta estabelecidos em suas profissões específicas.

Conclusão: cultive a ética profissional e pessoal

Ao final desta análise sobre ética profissional, fica evidente que a adoção de práticas éticas no ambiente de trabalho transcende a mera conformidade com normas e regulamentos. 

É, na verdade, um indicativo de maturidade corporativa e um fator crucial para o sucesso sustentável de qualquer organização. A ética profissional serve como bússola moral, guiando não apenas as ações individuais, mas também moldando a cultura organizacional e fortalecendo a confiança entre colaboradores, clientes e a comunidade em geral.

Em um mundo onde as notícias de condutas inadequadas podem se espalhar rapidamente, manter altos padrões éticos é fundamental para a reputação e longevidade empresarial. Além disso, um ambiente de trabalho ético promove um espaço inclusivo, motivador e saudável, onde os colaboradores podem prosperar e contribuir ao máximo.

Olhando para o futuro, é vital que as organizações continuem a investir em treinamentos de ética, promovam uma comunicação aberta e transparente e incentivem um diálogo constante sobre as práticas éticas. 

Ao fazer isso, elas não apenas se protegem contra riscos e desafios, mas também pavimentam o caminho para um futuro mais brilhante e responsável, onde negócios e ética caminham lado a lado.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
CHRO Responsável pelos times de People, Analytics Performance, Facilities, Culture; Talent Acquisition; Compensation; Employer Branding, L&D e Engagement Mestre em Administração com ênfase em Marketing, Professora Universitária Pós-graduada em Gestão de Pessoas e Pós-graduada em Orientação de Carreiras Coach e Mentoring
Assine a nossa Newsletter