Artigos

O que você aprendeu durante a pandemia?

pandemia

Quatorze meses de abre e fecha comércio, de um medo que normalizou e amedrontou novamente. Que sabemos de gente doente, que perdemos gente do bairro, da família. Enquanto uns batizaram de novo normal, outros ainda anseiam pelo velho. Tempos de instabilidade trazem esse comportamento passivo durante a pandemia.

O ambiente mudou e segue mudando. No começo, vimos professores e escolas se desdobrando para aprender Meet, Zoom, Teams, a usar o Drive e colaborar na nuvem. Vimos um enxurrada de lives e na produção de conteúdo – com e sem qualidade – nas redes.

Nova call to action

Ficaram disponíveis dezenas de cursos online grátis e outras dezenas de cursos abrem vagas todos os dias. Por outro lado, várias escolas e academias reduziram tamanho físico, ou fecharam. Enquanto uns surfaram, outros não remaram o suficiente, e outros ainda estavam dormindo na areia.

Quando chega a mudança, as pessoas se acostumam e não querem mais voltar atrás – daí o velho não volta exatamente como o conhecemos. E podemos até procurar culpados: a China, o vírus, o governo, mas isso está fora do nosso controle. É preciso trazer a responsabilidade para si e caminhar com ela.

O mundo desacelerou, falta desacelerar a cabeça. Então, proponho parar e pensar: nesses 14 meses, o que você fez para acompanhar a mudança? O que você aprendeu durante a pandemia? E eu não estou falando apenas de habilidades profissionais: como ser humano, você enxerga evolução ou está entregue ao ódio, à desesperança, às emoções negativas?

Independente da sua resposta, saiba que ainda existe tempo. É preciso aproveitar cada minuto em isolamento para se conectar com o que você já sabe, e com o que pode fazer. Em vez de ansiedade para saber o que vai acontecer, ser inteligente para utilizar completamente o que você já aprendeu. Daí enxergar alternativas e agir nesse período de pandemia.

Diante disso, bagunças acontecem na natureza: furações, tempestades e vulcões. A bagunça é necessária para uma reorganização posterior e alcance de um novo equilíbrio.

“Ninguém pode entrar duas vezes no mesmo rio.” (Heráclito).

Então é possível dizer que não haverá mesmo o retorno exato do conhecido. Pois “o real é sempre fruto da mudança”.

Agora que você já aprendeu com a pandemia, confira também as habilidades de liderança nesse período!

flexibilização do trabalho

5 2 votes
Article Rating

Por: Luiz Lopes de Medeiros Duarte Júnior

Luiz Lopes é Ex-lutador, Treinador e Servidor Público Federal. Atua na área de Desenvolvimento de Pessoas. Graduado em Análise de Sistemas e Direito, Especialista em Gestão de Pessoas, MBA em Liderança e Coaching. Pratica artes marciais há mais de 30 anos, lutou em eventos nacionais e internacionais. É dono do canal STRIKEPRO no YouTube, com mais de 100 mil inscritos.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments