Artigos

Otimismo: A sexta competência mais valorizada nas empresas

A consultoria McKinsey fez uma pesquisa com
140 executivos com o objetivo de mapear as características
comportamentais mais valorizadas num profissional dentro da empresa,
isto é, eles queriam descobrir quais as aptidões mais importantes para
um profissional de sucesso, que consequentemente traz mais resultados
para a organização.

Foram destacadas oito competências básicas, mas a que me chamou mais atenção foi o OTIMISMO.

Há muito tempo reservo alguns minutos para
falar sobre esta característica em minhas palestras e treinamentos, pois
não há dúvida nenhuma de que profissionais otimistas são muito mais
produtivos do que os profissionais pessimistas.

O pessimista quando vê uma dificuldade ele
simplesmente para ou age de uma forma mais lenta, pois não acredita que é
possível entrar em ação, já o otimista vê a mesma situação e inicia uma
busca incessante para resolver o problema, pois ele acredita que esta
situação pode ser resolvida.

É como diz a velha frase: “Prefiro ser um otimista que às vezes erra, do que um pessimista que acerta sempre”.

Em meu livro Resiliência – Como superar pressões e dificuldades no trabalho
conto a história de Robson Zinder um empresário que perde o seu
supermercado num incêndio e vê todo um sonho ruído em chamas. Se Robson
fosse um profissional pessimista provavelmente pararia ou andaria muito
lento, mas ele é uma pessoa otimista, acredita que é possível reverter a
situação e começa a organizar almoços para a sua rede de contatos com o
intuito de arrecadar recursos para a reconstrução. Hoje, Robinho chega a
agradecer o incêndio, pois reconstruiu o seu negócio deixando-o ainda
maior e melhor.

Os otimistas sempre criam melhores
soluções para resolver os problemas do trabalho, pois segundo um estudo
da mesma consultoria McKinsey, o medo que surge com o pessimismo faz com
que o cérebro crie apenas raciocínios de sobrevivência e não age para
solucionar os problemas.

E você é uma pessoa mais pessimista ou
otimista ? Você acredita que é possível reverter situações complexas ou
paralisa mediante as adversidades no trabalho?

Lembre-se da velha máxima em Programação NeuroLinguistica:

“ Se você acha que pode, você está certo, se você acha que não pode você também está certo.”

Abraços e até a próxima.

Ricardo Piovan – Palestrante e Coach Organizacional

ricardo.piovan@portalfox.com.br

https://www.facebook.com/ricardopiovan

http://twitter.com/ricardopiovan

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of