Artigos

Como as escolhas de parceiros e benefícios podem reforçar a cultura

parceiros

* Por Charys Oliveira – Head de Saúde Financeira na Ahfin

Relacionamento é questão chave para o sucesso de nossos projetos. Sejam eles pessoais ou profissionais, nossa busca é sempre para iniciar, melhorar ou até mesmo finalizar relacionamentos. Afinal, não é possível construir um projeto e uma vida sem parceiros que agreguem soluções, valor e estejam alinhados a um propósito em conjunto. 

Nova call to action

Contudo, o desafio é encontrar o ponto de convergência que esteja alinhado à essência de cada um. A “mágica” está naqueles que encontram mais de um desses pontos e se transformam em parcerias de sucesso. E o RH é protagonista na arte da criação de relacionamentos e guardião da essência e da cultura organizacional, trazendo para ele um papel fundamental no fortalecimento da marca e do legado da empresa. 

Ofertas de parceiros de benefícios e novos negócios chegam diariamente ao RH, promessas de elevar o employer branding, de engajar os colaboradores e de reduzir turnover com a simples adoção de mais um benefício. Mas como avaliar se o novo benefício tem fit com a cultura, se o parceiro entende e respeita no cenário o qual será inserido? 

Acredito que o fit cultural entre parceiros é possível quando os dois lados estão atentos e vigilantes na construção de relações de sucesso a longo prazo. Quando fornecedor e cliente têm, em sua essência, propósitos similares, os resultados tendem a ser ainda melhores.

É importante entender que um novo parceiro entrará na sua empresa, terá acesso aos seus colaboradores e influenciará em como você será visto por eles e pela alta gestão da organização. Por isso, escolher empresas alinhadas a sua cultura se torna essencial. 

Não se trata de desestimular a adoção de empresas jovens e inovadoras, mas de avaliar se, antes de chegar até você, a selecionada já construiu uma cultura forte de proteção de dados, de proposta de valor e de valorização de pessoas. Afinal, será a aliança de sua marca com outra – e essa deve preconizar os mesmos valores que você, certo? Pesquise a reputação dela e considere como poderá reforçar a cultura que você deseja junto aos colaboradores. 

As parcerias precisam ultrapassar a simples entrega. Os parceiros devem se envolver nos projetos individuais e criar oportunidades juntos. A relação de ganho pode ser mais implícita, mas é a cultura de bons relacionamentos que ganha quando os contratos saem dos lugares comuns e são construídos de maneira séria e sólida. Existe um antigo ditado, que é sempre bom ser reforçado: “Diga-me com quem andas que te direi quem és”.

5 1 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments