logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Gestão de Pessoas > Perfil comportamental: o que é e quais são os tipos

Sumário

Perfil comportamental: o que é e quais são os tipos

Saber o que é perfil comportamental é muito importante para uma contratação certa, já que eles são uma forma de identificar atitudes predominantes em cada indivíduo.

Parte essencial de uma empresa, seja ela uma multinacional ou uma pequena organização, são os colaboradores que atuam nos setores da empresa.

evento voltado para profissionais de RH e DP

A contratação de profissionais é uma preocupação para os gestores de qualquer companhia. E no momento da contratação, é importante que seja traçado um perfil comportamental que vá de encontro com as expectativas da empresa no que diz respeito aos resultados esperados.

Neste texto, iremos falar sobre o perfil comportamental, quais são os tipos e o que o gestor de uma empresa precisa se atentar para fazer a contratação certa para o seu setor. Fique conosco e acompanhe.

O que é perfil comportamental?

De forma geral, o perfil de uma pessoa pode ser descrito como um resumo de suas características. E o comportamento, pode ser entendido como as respostas que o ser humano emite quando é estimulado de diversas formas pelo ambiente externo em que se encontra.

Com isso, podemos entender que o perfil comportamental de uma pessoa trata-se de seu modo de agir diante de determinadas situações.

E no que diz respeito ao ambiente corporativo, o perfil comportamental se refere ao modo como cada indivíduo reage dentro deste tipo de ambiente.

curso para reter colaboradores

O perfil comportamental pode prever não apenas como um colaborador vai reagir em um ambiente corporativo, mas também como se relacionará com outros profissionais naquele ambiente em situações do dia a dia ou até mesmo em momentos de conflito.

Portanto, o gestor de uma empresa fabricante de bisnaga de plástico, por exemplo, pode traçar o perfil desejado para a vaga que necessita, seja na área de produção, financeira, recursos humanos e outras, e a partir daí, fazer o processo seletivo para a contratação certa.

Como saber o perfil comportamental de uma pessoa?

Determinar o perfil comportamental de uma pessoa envolve a análise de suas características, preferências, tendências e comportamentos em diferentes situações. Existem várias abordagens e ferramentas que podem ser usadas para avaliar o perfil comportamental de alguém. Aqui estão algumas maneiras comuns de identificar o perfil comportamental de uma pessoa:

  1. Entrevistas e Conversas: Uma abordagem inicial é conduzir entrevistas ou conversas abertas com a pessoa. Perguntas abertas sobre suas experiências passadas, reações a situações específicas e suas preferências podem revelar informações sobre seu comportamento.
  2. Autoavaliação: Muitas pessoas estão dispostas a fazer uma autoavaliação de seu próprio perfil comportamental. Isso pode ser feito por meio de questionários, testes de personalidade ou ferramentas online. Alguns exemplos incluem o MBTI (Indicador de Tipo Myers-Briggs), DISC, Big Five, entre outros.
  3. Avaliação de Terceiros: Colegas, amigos e familiares próximos podem fornecer insights valiosos sobre o comportamento de uma pessoa em diferentes situações. Suas observações e opiniões podem ser úteis para entender como a pessoa é percebida pelos outros.
  4. Avaliação de Comportamento no Trabalho: Em ambientes profissionais, as avaliações de desempenho e as observações dos supervisores podem ser usadas para entender o comportamento de um indivíduo no local de trabalho. Isso inclui como eles lidam com desafios, trabalham em equipe e se comunicam.
  5. Análise de Histórico: Examinar o histórico de comportamento de uma pessoa ao longo do tempo pode fornecer informações sobre suas tendências comportamentais. Isso inclui como eles reagiram a eventos passados, como lidaram com mudanças e como aprenderam com suas experiências.
  6. Análise de Redes Sociais: As atividades e interações de uma pessoa nas redes sociais podem oferecer insights sobre suas preferências, interesses e estilo de comunicação.
  7. Feedback 360 Graus: Esta é uma abordagem em que uma pessoa recebe feedback de várias fontes, como chefes, colegas, subordinados e até mesmo clientes, para entender como é percebida em diferentes aspectos de seu comportamento.
  8. Observação Direta: Observar o comportamento de alguém em situações da vida real, como reuniões de trabalho, eventos sociais ou em situações de estresse, pode fornecer informações valiosas sobre como eles agem em diferentes contextos.
  9. Sólides Profiler: É uma avançada ferramenta de Gestão Comportamental que possibilita a análise dos perfis comportamentais das pessoas. Esta ferramenta de mapeamento comportamental é fundamentada na metodologia DISC e incorpora sete outras teorias comportamentais relevantes. Importante destacar que o Profiler recebeu aprovação e validação tanto da USP quanto da UFMG, garantindo uma notável precisão de 97% em seus relatórios.

É importante lembrar que nenhum método é completamente preciso ou abrangente por si só. Geralmente, uma combinação de várias dessas abordagens é usada para obter uma imagem mais completa do perfil comportamental de uma pessoa.

Além disso, é importante abordar essa análise com sensibilidade, respeito e ética, garantindo que a pessoa esteja disposta a compartilhar informações sobre si mesma e que sua privacidade seja respeitada.

Quais são os 4 tipos de perfis comportamentais?

É importante entender que há diferentes metodologias para saber sobre o perfil de um profissional e os principais perfis classificados são:

  1. Comunicador
  2. Planejador
  3. Executor
  4. Analista

Comunicador

Analista

Planejador

Executor

Como analisar o perfil comportamental para uma contratação certa?

A análise do perfil comportamental de um profissional é importante no momento da contratação certa. Veja a seguir como analisar esse perfil!

  1. Entenda o perfil das pessoas já contratadas: para traçar um perfil, é importante entender o perfil dos colaboradores já contratados. Com isso, é possível entender as características dos perfis que já fazem parte da empresa e o perfil ideal para cada área;
  2. Traça o perfil desejado para a vaga: uma empresa de usinagem de precisão, por exemplo, que entende o perfil de quem já está na empresa, consegue com mais facilidade traçar o perfil desejado para uma vaga em específico;
  3. Considere a missão e valores, mas também as características da área: é importante buscar profissionais que se adequem à missão e valores da empresa e em conjunto com isso, considerar as características da vaga em questão, por exemplo, para a área de vendas um profissional comunicativo, empático de raciocínio rápido etc;
  4. Faça testes eficientes: os testes são fundamentais para o mapeamento e análise de perfil. Há diversas metodologias para esta finalidade como DISC, STAR, IAC, HBDI e muitas outras;
  5. Analise de forma profunda: faça um apanhado das informações dos testes e entrevistas e analise profundamente cada candidato, entendendo seus pontos fortes, pontos a melhorar, capacidade comportamental etc.

Considerando os passos acima, é possível realizar uma contratação certa de acordo com as expectativas de resultados para a vaga disponível.

Conclusão

Compreender os perfis comportamentais no momento de uma contratação é fundamental para o sucesso tanto do candidato quanto da organização. A importância dessa análise vai além das habilidades técnicas e competências, pois se concentra na adaptação e na interação das pessoas no ambiente de trabalho.

Ao considerar os perfis comportamentais dos candidatos, as empresas podem alcançar diversos benefícios. Primeiramente, essa abordagem auxilia na formação de equipes mais coesas, onde os membros se complementam e colaboram de forma eficaz.

Isso reduz conflitos e melhora o ambiente de trabalho, contribuindo para o aumento da produtividade e da satisfação dos funcionários.

Além disso, compreender os perfis comportamentais permite que as organizações façam escolhas mais assertivas ao alinhar os candidatos com as expectativas e a cultura da empresa. Isso diminui o risco de rotatividade e aumenta a retenção de talentos, economizando tempo e recursos no longo prazo.

A capacidade de identificar e entender os perfis comportamentais também é crucial para a gestão de equipes, pois permite aos líderes adaptarem suas abordagens de liderança e comunicação de acordo com as necessidades individuais de cada membro da equipe. Isso fortalece a liderança e o desenvolvimento de talentos.

Em resumo, a compreensão dos perfis comportamentais no processo de contratação não apenas contribui para a seleção de candidatos mais adequados, mas também para a criação de um ambiente de trabalho harmonioso e produtivo.

É uma estratégia que valoriza as diferenças individuais e promove o crescimento tanto dos colaboradores quanto da organização como um todo. Portanto, essa abordagem desempenha um papel fundamental na construção de equipes de alto desempenho e no sucesso a longo prazo das empresas.

Agora que tal conhecer mais sobre os tipos de perfis comportamentais dentro da empresa. Acesse agora nosso artigo para estruturar melhor suas ações e fazer uma gestão de pessoas mais personalizada.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Camila Rocha, é uma profissional experiente em publicidade. Com formação pela Fumec, ela coordena atualmente a BU de Educação na Sólides Tecnologia, onde trabalha há 6 anos. Sua expertise em liderança e estratégias de educação corporativa tem sido fundamental para impulsionar o crescimento e o desenvolvimento dos colaboradores.
Assine a nossa Newsletter