Artigos

Planejamento EstratÉgico Deve ComeÇar E Terminar Com O Operacional

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DEVE COMEÇAR E TERMINAR COM O OPERACIONAL

“Planejamento Estratégico é um processo contínuo, sistemático, organizado e capaz de prever o futuro, de maneira a tomar decisões que minimizem riscos”. – Drucker (1977)
Estamos acostumados a ver nas organizações quando da elaboração do planejamento estratégico, iniciando pelo pessoal do setor estratégico em seguida pelo tático e finalmente chegando ao operacional, isto é quando chega ao operacional, na maioria das vezes já chega pronto para executar a operacionalização.
Já tive por diversas vezes oportunidade de participar de alguns planejamentos estratégicos, e o que vi sempre foi na maioria das vezes algumas frustações em relação às ações, as metas tendo como consequência, clientes insatisfeitos, empregados desmotivados, gerentes frustrados e empresários acumulando prejuízos, pois não realizaram o seu planejamento tão bem traçado.
Porque acontece quase sempre isto? Foi um planejamento mal elaborado, mal executado, falta de capacitação de pessoal e gerencial, finalmente o que faltou para que se tivesse sucesso, para que a realização acontecesse conforme planejado.
Na maioria dos casos está na forma da elaboração deste planejamento, pois as empresas deixam fora desta elaboração às pessoas que realmente fazem o operacional, são elas que estão no dia a dia com os clientes, são elas o termômetro e a balança de vendas e fornecimento de serviços e produtos de qualquer negócio de atendimento a clientes e são os últimos a serem informados e capacitados deste planejamento, isto é, quando são informados.
E como fazer para transformar este cenário? Como fazer para executar o planejamento e atingir suas metas com sucesso?
Primeiro realizar avaliação de desempenho dos empregados durante a execução do planejamento operacional gerando um diagnóstico, divulgar o resultado deste diagnóstico em toda organização, e a partir daí elaborar o novo planejamento operacional com a participação de representantes setoriais, em seguida, que oferecerá subsidio para o planejamento tático e a partir do tático a elaboração do planejamento estratégico.
Finalizado o escopo dos três projetos, ou o escopo geral com os três projetos, se partirá para etapa seguinte, divulgar com os setores afins os Planejamento Estratégico, Tático e o Operacional.
Agora podemos considerar um planejamento estratégico em conformidade com o envolvimento e comprometimento de todos empregados e objetivos da empresa, contemplando e prestigiando a todos, deste o do alto escalão ao do “chão de fábrica”.
Onde encontramos o diferencial deste planejamento traçado a partir do operacional ligando ao tático e estratégico?
A diferença maior é a comunicação interna, a de que quem vai atender o cliente agora é também integrante da ideia inicial do negócio, meio e fim da empresa, ele também se sentirá responsável pelo fracasso ou sucesso dos serviços e produtos ofertado pela organização e além do mais se sentirá motivado, prestigiado, feliz e desejado, isto chamamos de reconhecimento profissional e pessoal, também representa uma melhora na qualidade de vida.
Agora vamos iniciar o processo traçado por todos: empresários, gerentes e empregados vamos à realização do sucesso pessoal e empresarial.
Sejam todos desejados, até a próxima!

Autor: José Julio Camêlo Ferreira – Tecnólogo, com Especialização em Gestão de Pessoas, Ex-gerente de Desenvolvimento de Pessoas e atualmente colaborador da antiga Companhia Energética de Alagoas – CEAL, hoje Eletrobrás Distribuição de Alagoas – EDAL.

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of