logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Tendências > Proatividade no trabalho: O que é e como desenvolver

Sumário

Proatividade no trabalho: O que é e como desenvolver

Entender o conceito de proatividade no trabalho, pode lhe ajudar a se posicionar melhor no mercado de trabalho e obter melhores oportunidades. Leia o conteúdo e entenda como.

Entender o conceito de proatividade no trabalho, é uma forma de descobrir como crescer como profissional, assim como começar a se destacar no mercado de trabalho ou mesmo na organização em que se encontra.

Considerada uma das melhores qualidades que um profissional pode ter (por ser raro encontrar), trata-se de pessoas capazes de lidar com problemas e tomar atitude para resolução de problema, sem alguém pedir.

A maioria dos profissionais, entretanto, trabalham apenas esperando ordens. Devido à falta de partido, é natural que muitos desses colaboradores tenham maior dificuldade para se desenvolverem e gerarem grandes resultados para a organização.

Por isso, para que consiga compreender o que é e a importância deste conceito, criamos esse conteúdo com o intuito de lhe ajudar a obter bons resultados e se destacar no mercado de trabalho. Boa leitura!

O que é a proatividade no ambiente de trabalho?

YouTube video

O conceito de proatividade está na moda no âmbito da direção das empresas. Espera-se que os diretores e gerentes sejam proativos e suas empresas construam seus futuros de forma proativa, mesmo que nem todo o mundo coincida em uma forma de definir proatividade.

Este conceito tem diversos sentidos, como acontece com tantos outros termos que recentemente estão sendo introduzidos no vocabulário do mundo empresarial, mas que não se encontram no dicionário. Vejamos algumas destas definições.

Steven Covey considera que a essência da pessoa proativa seja a capacidade de liderar sua própria vida. À margem do que passe a seu redor, a pessoa proativa decide como quer reagir diante desses estímulos e concentra seus esforços em seu círculo de influência, ou seja, se dedica àquelas coisas com relação as quais se pode fazer algo.

Para Covey, a proatividade não significa somente tomar a iniciativa, mas assumir a responsabilidade de fazer com que as coisas aconteçam, decidir em cada momento o que queremos fazer e como vamos fazer.

Ralf Schwarzer sustenta que o comportamento proativo seja a crença das pessoas em seu potencial para benefício próprio, de sua situação e de tudo ao seu redor. As pessoas que se orientam por esse comportamento antecipam ou detectam possíveis situações de stress e atuam para evitá-los.

Segundo esta definição, a proatividade está diretamente relacionada à sensação de controle e autoeficácia. As pessoas que se consideram eficazes, que pensam que podem controlar a situação e solucionar seus problemas, têm mais facilidade para empreender a ação.

Para Bateman e Crant, a proatividade supõe criar mudanças, não apenas antecipá-las. Segundo estes autores, ser proativo não consiste unicamente em ter flexibilidade e condição de adaptação com um futuro incerto, mas que é preciso tomar a iniciativa para melhorar um negócio.

Proatividade no trabalho x comportamento reativo

Proatividade no trabalho x comportamento reativo. Sentar e esperar que os outros façam as coisas acontecerem é um comportamento típico de pessoas reativas.

Duas pessoas que trabalham em um mesmo ambiente de trabalho, com responsabilidades idênticas e nas mesmas circunstâncias, podem realizar seu trabalho de formas muito diferentes. Uma questiona a maneira habitual de trabalhar se não obtém os resultados desejados, empreende constantemente novas ações e gera trocas construtivas a sua volta.

Por outro lado, a outra se conforma com sua situação atual e não faz nada para mudar o que não funciona. A primeira pessoa se comporta de forma proativa, enquanto a segunda, faz de uma forma reativa.

Em um contexto de trabalho com tantas mudanças como o atual, o comportamento individual tem uma função decisiva no sucesso profissional. Sentar e esperar que os outros façam as coisas acontecerem é um comportamento típico de pessoas reativas.

Estas pessoas se acostumam a comportar-se como avestruz, escondendo a cabeça debaixo da terra, ou como um bombeiro, esperando que o incêndio se declare para combatê-lo. Por outro lado, a pessoa proativa se levanta todas as manhãs, disposta a fazer para que as coisas aconteçam, a criar oportunidades e a encontrar novas soluções.

Leia também:

O que é uma pessoa proativa? Veja exemplos

Tomando como referência os resultados obtidos em entrevistas realizadas com empreendedores e presidentes de diferentes empresas americanas, europeias e asiáticas, Bateman e Crant consideram que as pessoas proativas se caracterizam pelo seguinte:

  • Estão buscando continuamente novas oportunidades;
  • Marcam objetivos efetivos orientados às mudanças;
  • Antecipam e preveem problemas;
  • Desenvolvem atividades diferentes ou atuam de forma diferente;
  • Empreendem a ação e se aventuram apesar da incerteza;
  • São perseverantes e esforçadas;
  • Conseguem resultados perceptíveis, já que estão orientadas a resultados.

Estas características de comportamento proativo no trabalho podem se estender a outros âmbitos da vida.

Qual a importância da proatividade no ambiente de trabalho?

A importância da proatividade no trabalho

Assim como indica todos estes estudos, parece que o comportamento proativo é um fator determinante para competir e sobreviver em um ambiente que muda tanto e seja tão competitivo como o atual. As empresas buscam pessoas flexíveis que se adaptem ao inesperado e que saibam questionar a incerteza.

Os empreendedores e pequenos empresários têm mais possibilidades de questionar com sucesso seus negócios se são proativos. As pessoas que estão satisfeitas com seu trabalho ou com seu ambiente de trabalho atual têm a responsabilidade de gerar novas ações para alterar sua situação e conseguir os resultados que desejam.

Somos responsáveis pela administração de nossas carreiras, não podemos ficar sentados esperando que alguém venha nos resgatar e oferecer o grande trabalho de nossas vidas. Não funciona ficarmos presos a queixas contra o sistema se o que desejamos é mudar nossa situação atual.

Antes de perder o emprego, há pessoas que caem em depressão. Por outro lado, outras aproveitam esta situação para montar um negócio próprio e triunfar.

Não nos enganemos atribuindo a responsabilidade de nossos problemas unicamente a agentes externos ou à pressão do ambiente. Temos a responsabilidade de escolher nossas próprias respostas diante do que nos passa e de dirigir a ação de uma maneira inteligente.

Para obter sucesso no mercado de trabalho atual é preciso se converter em um agente ativo de mudanças, ter iniciativa e saber enfrentar a incerteza.

A pessoa proativa não espera que os demais tomem decisões por ela, na verdade, ela:

  • Atua com determinação;
  •  Antecipando problemas;
  • Vai a campos operacionais;
  • Acredita constantemente em novas oportunidades.

Por último, é preciso considerar que o comportamento proativo esteja orientado a resultados. Ser proativo não consiste unicamente em propor ideias ou fazer reestruturações cognitivas para perceber a realidade de outra maneira.

Como demonstrar proatividade no ambiente de trabalho?

Uma das respostas mais clichê em entrevistas de emprego, quando se pergunta sobre as qualidades do entrevistado é aquela: “Eu sou proativo!”

É verdade que as ações falam por si só e os colaboradores, a medida que o tempo passe, poderão provar no dia-dia que é um portador nato desta característica tão desejada pelos empregadores. Assim há algumas formas de demonstrar proatividade no ambiente de trabalho. Confira algumas dicas de como demonstrar a sua proatividade.

Focar no trabalho

Comece cumprindo as suas tarefas da melhor forma possível. É claro, você não deve ignorar o que está sendo feito à sua volta, pois você precisa entender onde você está e o que está fazendo ali. Mas pense, você deve primeiro cuidar daquilo que lhe cabe para enfim analisar os resto.

Aprender como a empresa funciona

Seja comunicativo. Procure ao máximo ter boas relações com os superiores e colaboradores mais antigos e mais experientes do que você. Assim sendo, seja humilde com seus colegas e esteja também à disposição das pessoas para ouví-las e aprender cada vez mais.

Exercitar a proatividade

Lembrando dos anos escolares, aprendemos quando fazemos exercícios referentes à matéria que foi passada em sala de aula. Por isso, ao aprender como a empresa funciona, devemos por em prática gradativamente, à medida que conhecemos e aprendemos mais sobre o negócio.

Quais são os limites da proatividade?

Quais são os limites da proatividade? Apesar de ser vista no mercado de trabalho como uma qualidade boa, a proatividade precisa ter os seus devidos limites.

Apesar de ser vista no mercado de trabalho como uma qualidade boa, a proatividade precisa ter os seus devidos limites.

Tomar algumas iniciativas no ambiente de trabalho precisa de cautela, para que algo positivo não se torne um comportamento inconveniente e uma intromissão, pois, pode atrapalhar o desenvolvimento dos colegas.

Quando mal dosado, a proatividade pode acabar se tornando antipatia para os colegas, gerando um ambiente de trabalho difícil de permanecer.

Quando o profissional começa a mostrar muito serviço e está sempre se colocando a frente para tomar decisões, os companheiros tendem a desconfiar das intenções.

Não se esqueça que o foco de ser proativo é gerar bons resultados para o desenvolvimento pessoal e para a organização como um todo e não ser reconhecido, como uma meta pessoal.

Portanto, algumas dicas que você pode precisar são:

  • Seja você mesmo;
  • Ajude sempre que possível, porém, quando for necessário;
  • Só dê opinião quando estiver dentro do seu setor.

Conclusão

a proatividade no ambiente de trabalho é uma característica essencial que vai além da simples execução de tarefas. Envolve antecipar-se aos desafios, buscar soluções e agir de forma independente para alcançar objetivos.

A distinção entre proatividade e comportamento reativo destaca a importância de assumir a iniciativa, em vez de apenas reagir às situações. Uma pessoa é considerada proativa quando demonstra uma atitude de prevenção, identificação de oportunidades e busca constante por melhorias.

A importância da proatividade no trabalho é evidente na capacidade de impulsionar o progresso individual e organizacional. Profissionais proativos não apenas contribuem para a eficiência operacional, mas também desempenham um papel fundamental na inovação e no crescimento da empresa.

Cultivar a proatividade não apenas beneficia o indivíduo, mas também impulsiona a eficiência e a inovação em toda a organização, reforçando a importância dessa característica no cenário profissional contemporâneo.

Assine a nossa Newsletter