Artigos

Procrastinação é inimiga do sucesso? Especialista em gestão explica

procrastinação

*Por Sergio Vieira

“Procrastinação é o adiamento de uma ação”, no funcionário, a palavra significa literalmente deixar para depois as tarefas que poderiam ser feitas agora. Ela pode ser inimiga do trabalho bem feito e da realização pessoal. É o que explica o advogado Sergio Vieira, especialista em gestão e sócio-diretor do Nelson Wilians Advogados.

Nova call to action

O advogado explicou que, considerado para alguns como o mal do século, o ato de procrastinar vem afetado relações pessoais e, sobretudo, profissionais.

“O que quero fazer e o que precisa ser feito: neste cenário a consequência natural é que os nossos clientes e potenciais clientes também não nos tenham no foco e isso é fruto exclusivamente das nossas ações”, disse.

Para Sergio, no âmbito profissional, é necessário que nos coloquemos como essenciais para o cliente, seja qual for a nossa vertente empresarial. “Fazer o que tem que ser feito” é uma dica que pode elevar negócios e carreiras, já que nem sempre poderemos fazer algo somente por amor, mas sim pela constância.

O especialista explica que a empresa ou o profissional precisa estar sempre no radar dos clientes ou possíveis contratantes, usando o diferencial que poucos têm: o foco.

“Se eu quero ocupar um cargo melhor, eu não posso ser o profissional que procrastina. Eu tenho que ser o profissional que é enxergado como o melhor, o mais eficiente, o que tem os melhores resultados”, afirmou.

Para Sergio, o foco é o grande diferencial do profissional que não procrastina, já que, geralmente, os profissionais mais focados são os que entregam os melhores e mais rápidos resultados. Isso se dá, especialmente, por eles não deixarem ter sua atenção desviada daquilo que precisa ser feito.

No entanto, segundo o advogado, diversos são os nossos afazeres do dia a dia e é normal que vez ou outra acabemos perdendo o foco naquilo que realmente precisa e deve ser feito. No entanto, o risco está em tornar essas distrações em momentos diários, resultando na procrastinação.

E esse problema não atinge poucas pessoas. É que estudos mostram que 20% dos adultos são procrastinadores crônicos – o que corresponde a cerca de 20 milhões de pessoas só no Brasil. No caso dessas pessoas, a procrastinação não é apenas um mau hábito e sim uma autossabotagem patológica.

Já conforme um novo estudo, a procrastinação pode ser o resultado da estrutura do nosso cérebro. A pesquisa foi publicada na Psychological Science, e produzida por pesquisadores da Universidade Ruhr Bochum, que observou duas áreas do cérebro que estão envolvidas no momento da “decisão” de adiar as coisas.

Existem formas de superar o vício da procrastinação em deixar para depois?

Para Sergio, sim. No entanto, o esforço precisa ser constante, como também o exercício de “pesar” atitudes e como procrastinar pode ser prejudicial e fazer com que o profissional perca credibilidade e até outras oportunidades.

“O que quero fazer e o que precisa ser feito: neste cenário a consequência natural é que os nossos clientes e potenciais clientes também não nos tenham no foco e isso é fruto exclusivamente das nossas ações”, disse.

Por fim, Vieira afirmou que quando os prejuízos da procrastinação começam a ser maiores que o “normal” e o ato de deixar tudo para depois fica incontrolável é necessário procurar um especialista para tratar da possível condição.

“É importante buscar acompanhamento psicológico de qualquer forma. Mas, sobretudo, se percebemos que algo está nos atrapalhando e que não está sendo possível resolver sozinho”, finalizou.

Agora, aproveite para baixar nossa pesquisa de clima organizacional, que vai ajudar você a mapear as percepções dos profissionais sobre diferentes aspectos.

*Sergio Vieira é advogado, possui MBA em Gestão e Negócios, e sócio-diretor do escritório Nelson Wilians Advogados, o maior escritório de Direito da América Latina.

0 0 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH