Artigos

Promoção de Saúde: Ginástica Laboral

Amanda Soares dos Santos. Formada em Recursos Humanos pela Universidade de Mogi das Cruzes – UMC. Especializada em Atividade Física. E-mail: ama_soares@hotmail.com

PROMOÇÃO DE SAÚDE: GINÁSTICA LABORAL

A competitividade, informatização e introdução de novas tecnologias têm cobrado um preço demasiadamente alto para alcançar os altos índices de produtividade e sucesso no mercado. Assim, os colaboradores de uma organização submetem-se às tarefas repetitivas e ao aumento do ritmo de trabalho, predispondo o desenvolvimento de doenças ocupacionais como: Hipertensão arterial, doenças respiratórias crônicas, doenças do aparelho locomotor, distúrbios mentais e estresse.

Nova call to action

Atualmente, há um crescente aumento de doenças no aparelho locomotor, em especial da LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho). As LER/DORT podem gerar diferentes graus de incapacidade funcional, sendo considerado um dos mais graves e frequentes problemas no campo da saúde do trabalhador. São doenças que atingem os músculos, tendões, nervos e ligamentos que podem ocasionar invalidez permanente.

Segundo os dados do Ministério da Saúde do Brasil, a LER representa 70% das doenças relacionadas ao trabalho, podendo causar o afastamento temporário, repetitivo e até definitivo, prejudicando a produtividade da organização. Desse modo, uma forma de prevenir ou minimizar o processo de fadiga e problemas de saúde relacionados ao trabalho, é adotar a prática da ginástica laboral para promover relaxamento muscular e trazer benefícios de melhoria nas condições de qualidade de vida do trabalhador.

A ginástica laboral, uma vez que faz parte do processo ergonômico, proporciona a prática de atividades físicas no local de trabalho de forma voluntária e coletiva pelos funcionários na hora do expediente, ou seja, é um programa de prevenção, cujo objetivo é a promoção da saúde dos trabalhadores.

De acordo com a literatura, a ginástica laboral traz para os colaboradores melhora da autoimagem, redução das dores e estresse, melhoria do relacionamento interpessoal, aumento da disposição e motivação para o trabalho, aumento da produtividade, diminuição da incidência de doenças ocupacionais, baixos custos com despesas médicas, redução dos números de erros e falhas.

Portanto, o objetivo de implantar o programa de ginástica laboral é prevenir doenças causadas pelo trabalho, garantir o bem-estar dos trabalhadores e contribuir efetivamente na produtividade, assim atuar de forma positiva para com a saúde do trabalhador.

0 0 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments