Artigos

Propósito sim

Propósito sim..
“Quero ser livre e independente. Entretanto, sou menor carente, ando pelas ruas de um País , chamado Brasil! Trabalho e estudo porque sonho com uma vida melhor! Em minhas jornadas, muitas vezes, tem surgido tantas dificuldades e apreensões, mas sou feliz!…”

Essa história foi relatada por um menor encontrado num estacionamento de carro, nos fins de semana , há 25 anos, onde limpava os carros, para conseguir alguns trocados que lhe permitissem comprar alimentos para si, o irmão e a sua mãe.
Perguntado-lhe o nome, onde morava e o que fazia, além de lavar carros, respondeu:
“Meu nome é Aluisio,sou filho de Brasil,moro em J.T, tenho 12 anos e estou na oitava série do Ensino Fundamental; quero ser doutor quando crescer! Por isso, que estou estudando e trabalhando; quero ser “doutor” quando crescer! Por isso, estudo e trabalho.Pela manhã, fico em casa e cuido do meu irmão, enquanto minha mãe lava a roupa da vizinha , e faz almoço. À tarde, vou ao colégio e , nos finais de semana , venho para este local, lavar os carros . Foi um amigo de minha avó que conseguiu este trabalho”
E, num grande desabafo, concluiu: “ _A vida tem sido um pouco difícil para nós mas, botei na cabeça; quero ser médico”.
Por um segundo, as palavras perderam-se no ar e ficou apenas o silêncio,,, O menino percebeu de imediato o que lhe poderia ser perguntado, pois era muito inteligente, e acrescentou: “ _Aqui, na rua,têm muitas coisas difíceis de se acreditar que existam, porém eu não faço isso, não tenho nenhum vício, tenho fé em Deus!… Ele não quer que a gente ande errado. Aos domingos, costumo ir à igreja. Lá, procuro conversar com pessoas generosas de minha comunidade e elas nos ajudam”
Comovente a história e com possibilidade de uma boa finalização. O enredo fora lançado; no entanto, a continuidade como também o sucesso dela couberam aos atores que desempenharem cada papel junto, com a Família Brasil. Hoje, sei que esses atores foram todos aqueles que ao conhecer a tal família colaboraram e acreditaram no sonhador de sonhos possíveis que, acreditou nele e na sua possibilidade de vencer com os seus esforços. Sabia, sim, que precisava do apoio porque, sozinho, como vencer? Sábio por que usou de sua humildade para crescer e não da arrogância nem da fragilidade..
Ao me aproximar daquele adolescente falante e perceber a sua visão da realidade, e como foi importante escutar o que ele tinha a dizer e o que poderia colaborar no seu sonho de adolescente que o fico a questionar . O que ainda posso fazer a outros?
De fato, foi terapêutico e medicamentoso aquela escuta e ajuda ao adolescente fez bem aminha alma. O diálogo ficou gravado na mente e me fez reverberar sobre o grito dessa gente sofrida que, com vontade e determinação, abriu o canal para a sua independência. Assim, fecha-se a porta da omissão, ato de infração que burla a lei maior, a do “amor ao próximo”
Foi, pensando nesse anônimo, Aluísio, filho de Brasil e tantos outros que optaram, em épocas passadas, por um caminho correto, que perguntamos:
Onde anda você, Aluísio?
Luciah Rodriguez

Por: Luciah

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of