Artigos

Qual o perfil do estudante de recursos humanos, segundo o MEC?

Dados foram levantados utilizando o Censo da Educação Superior de 2019

Todo mundo sabe que a procura por cursos na área dos recursos humanos vem crescendo, ano após ano. Com a consolidação do modelo de Ensino a Distância e a popularização dos tecnólogos por conta da alta empregabilidade em cursos de curta duração, vimos uma explosão no número de matriculados em cursos do tipo (denominados pelo MEC como Gestão de Pessoas) nos últimos tempos.

Por exemplo, segundo levantamento feito pelo Quero Bolsa, plataforma de bolsas de estudo e vagas no ensino superior, utilizando dados do Censo da Educação Superior dos anos de 2018 e 2019, é possível enxergar esse crescimento. Em 2018, eram 163.686 estudantes matriculados. Esse número subiu para 178.259, em 2019, representando, assim, uma alta de 8,9%. Ele subiu de 13º no ranking de cursos com mais matriculados do Brasil. 

Nova call to action

Mas quem é a pessoa que interessa por cursar Recursos Humanos? Qual o perfil dela? Ao longo deste artigo, vamos tentar descobrir quem é o estudante do curso no Brasil e quais são as principais características deles. Vamos lá?

Qual a modalidade de ensino preferida do estudante de Recursos Humanos?

Entre os alunos matriculados, em 2019, no curso de Recursos Humanos, a maioria prefere a modalidade a distância (isso pode explicar o crescimento do curso no momento em que o EaD se consolida no Brasil). 

Dessa forma, foram 117.986 alunos a distância, contra apenas 60.273 na modalidade presencial. Em termos percentuais, são 66,19% contra 33,81%, respectivamente. 

Qual o tipo de instituição de ensino superior que os estudantes de Recursos Humanos escolhem?

Quase a totalidade dos estudantes de ensino superior que escolhem cursar Recursos Humanos vem de instituições de ensino particulares. Em 2019, eram 176.231 matriculados nessa modalidade contra 2.013 em instituições públicas. Em termos percentuais, são 98,86% contra 1,14%, respectivamente.

De qual estado vem os estudantes de recursos humanos?

O estado mais populoso do país também é de onde vem a maioria dos estudantes de Recursos Humanos. Segundo o levantamento, São Paulo tem 51.713 alunos matriculados no curso, correspondendo a 29,01% do total. Em último lugar, na lanterninha, aparece Roraima, com 337 estudantes, correspondendo a 0,39% do total. Confira a lista:

UF Total de alunos % do todo
SP 51.713 29,01%
RJ 18.905 10,61%
RS 14.061 7,89%
MG 11.351 6,37%
PR 9.352 5,25%
DF 9.111 5,11%
BA 8.559 4,80%
SC 7.146 4,01%
CE 6.758 3,79%
PE 5.575 3,13%
GO 5.245 2,94%
MT 4.084 2,29%
PA 3.710 2,08%
AM 3.197 1,79%
MS 2.578 1,45%
AP 2.080 1,17%
PB 1.960 1,10%
ES 1.881 1,06%
AL 1.757 0,99%
RN 1.729 0,97%
MA 1.717 0,96%
SE 1.304 0,73%
PI 1.248 0,70%
RO 1.079 0,61%
AC 1.061 0,60%
TO 683 0,38%
RR 337 0,19%

Estudantes negros aparecem em maior número

Analisando as características do aluno, podemos observar que a maior fatia está considerado para estudantes negros, com 75.540 matriculados, no caso dos brancos, eles são 63.912. Completando, as outras etnias juntam 38.807 pessoas. Em termos percentuais, são 42,38%, 35,85% e 21,77%. 

Em Recursos Humanos, mulheres são a maioria

Quanto ao gênero, a maioria dos estudantes é mulher. São 139.037 do sexo feminino contra 39.222 do sexo masculino, 78% a 22%, respectivamente. 

Estudantes se interessam por Recursos Humanos logo após saírem do Ensino Médio

A faixa etária que apresenta maior presença de estudantes é a de 20 a 25 anos, ou seja, a que entra no ensino superior logo após sair do ensino médio. São 51.893 estudantes, ou seja, 29,11% do total. Confira como ficou a proporção por faixa etária:

Faixa Etária Total %
Menor que 20 12.341 6,92%
Entre 20 e 25 51.893 29,11%
Entre 25 e 30 39.121 21,95%
Entre 30 e 35 29.470 16,53%
Entre 35 e 40 21.234 11,91%
Entre 40 e 45 12.030 6,75%
Entre 45 e 50 6.544 3,67%
Entre 50 e 55 3.423 1,92%
Entre 55 e 60 1.524 0,85%
Maior que 60 679 0,38%

Dessa maneira, podemos dizer que o perfil do estudante de recursos humanos é uma mulher, negra, entre 20 e 25 anos, que mora no estado de São Paulo e faz o curso em uma instituição pública, a distância.

Como realizar um curso de Recursos Humanos?

Pelo que percebemos, a maioria dos estudantes de recursos humanos se encontram na rede privada de ensino superior. Por isso, a principal forma de alcançar a tão sonhada vaga na faculdade é com vestibulares privados, próprios da instituição de ensino ou de provas que sirvam para várias delas. 

Entretanto, o Enem também pode ser bem útil nesse processo. Muitas instituições o utilizam como nota no vestibular e o estudante ainda pode concorrer a uma bolsa de estudos via Programa Universidade para Todos (Prouni). Além disso, a nota do Enem também é base para pedidos de financiamento estudantil. 

Existem também projetos que concedem bolsas de estudo sem comprovação de nota no Enem ou de perfil sócio econômico. Elas podem chegar até 75%, ajudando o aluno que quer entrar bem no mercado de trabalho a ter uma oportunidade de cursas uma faculdade e melhorar o currículo. 

A tendência, inclusive, é que esse número aumente nos próximos anos. O mercado (tirando o período da pandemia) tende a ficar aquecido para profissionais do local, trazendo tanto remuneração quanto alta empregabilidade. O setor também traz desafios de renovação constante, incentivando quem trabalha com Recursos Humanos a continuar estudando e se aprimorando nesse período.

0 0 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments