Artigos

Recrutamento E Seleção Por Competência

Tal entrevista procura investigar comportamentos passados, parte do princípio que, ao ser submetido a uma mesma situação, a tendência é demonstrar o comportamento idêntico.

Para sabermos o que é recrutamento e seleção por competência primeiramente devemos saber o que vem a ser competência, “é o conjunto de conhecimentos, habilidades e características pessoais (Atitudes) que, quando aplicados adequadamente, pressupõem um desempenho superior através de comportamentos demonstrados”.

É importante lembrar que ser competente é diferente de ter competência, ser competente está relacionado com ter um desempenho satisfatório em determinada tarefa e ter competências está relacionado com as características individuais que permitem um bom desempenho.

Uma qualidade essencial da Seleção por Atributos e Competências é o fato de não se basear na intuição, no “bater do sino” para a escolha do candidato, mas sim em fatos concretos e mensuráveis como o comportamento.

A gestão por competência pode ser analisada através dos comportamentos dos “Top Performers”, análise de um conjunto de colaboradores que desempenham a mesma função, análise de um grupo de colaboradores representantes de áreas semelhantes e modelos externos (outras empresas onde existem pessoas com atividades semelhantes e que tenham um bom desempenho). E ainda, a entrevista comportamental é estrategicamente estruturada para investigar o comportamento passado da pessoa numa situação similar da competência a ser investigada.

Hoje em dia a seleção por competências vem ganhando espaço nas organizações. Isso porque através dela se diminui as chances da seleção dar errada, sendo capaz de medir cada habilidade que os indivíduos possuem para um bom desempenho no cargo.

Entre as vantagens da seleção por competências destacam-se:

* mais objetiva, processo sistemático;

* maior facilidade na avaliação do desempenho futuro;

* maior garantia de uma contratação de sucesso;

* maior adequação do profissional à empresa;

* turnover mais baixo, maior produtividade.

Esse tipo de seleção (por competências) avalia, por meio de testes psicológicos, questionários, entrevistas pessoais e dinâmicas de grupo, características invisíveis do profissional – aquelas que não aparecem no currículo e que, muitas vezes, nem a própria pessoa sabe que possui.

O primeiro passo da metodologia é a construção de um Mapeamento de Competências, isto é, o Perfil de Competências (PC) do cargo ou função.

Trata-se de uma metodologia prática, que pode ser utilizada por qualquer profissional treinado. Seus defensores garantem que possui maior consistência para identificar a compatibilidade entre os perfis do candidato e da vaga. Além disso, consegue-se maior clareza na identificação do perfil do candidato, por serem ferramentas personalizadas para cada cargo, agiliza o processo seletivo e fortalece a parceria entre selecionador e gestor, quando a seleção é realizada pelo RH em parceria com o requisitante.

Fonte: PMKB

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of