Artigos

Reflexão diária : papel do Psicólogo no RH

A rotina intensa e acelerada toma conta de nossas vidas profissionais (porque não também dizer pessoais?) de tal forma que, se não nos dermos conta, atuamos de maneira automatizada. E tudo que funciona no automático acaba não sendo muito raciocinado, não é mesmo? 

Paradoxalmente a essa questão, o mercado, cada vez mais, nos exige raciocínio, inteligência, sabedoria e colocação de nossos conhecimentos em prática.

Então, eis que surge uma fundamental reflexão, que deveríamos fazer todo dia: qual o nosso real papel enquanto psicólogos dentro do contexto das organizações, na área de Recursos Humanos?

Recrutar? Selecionar? Treinar? Avaliar o desempenho? Pesquisar o clima? Comunicar internamente? Executar procedimentos trabalhistas e atividades administrativas? Contratar / desligar? Tirar dúvidas sobre as normas corporativas? …

Isso tudo faz parte! Mas não devemos nos limitar a essas atribuições e sim, focarmos no ser humano e seu bem-estar biopsicológico, bem como no seu desenvolvimento indivual e profissional. 

Esse olhar e forma de atuação proporcionam importantes evoluções para os profissionais, equipes, líderes e a empresa como um todo. E, claro, acarreta em grande satisfação para o psicólogo, o qual pôde contribuir para o crescimento dos colaboradores, da organização e dele mesmo.

E assim, ele vai fortalecendo sua importância e papel estratégico nos contextos corporativos! Devemos sempre lembrar que a nossa formação é, essencialmente, humana!  No âmbito da psicologia do trabalho, nossa atuação deverá ser a de intermediar a relação empregador – empregado, de forma a auxiliar este em prol da potencialização de ambos.

Débora Guarino Cardozo – Psicóloga e pós-graduada em MBA Gestão de Pessoas. Atuante em Recursos Humanos e atual Coordenadora de Pessoas.

Por: Débora

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of