Artigos

Remuneração E Benefícios

A remuneração é um dos subsistemas mais importantes da área de Recursos Humanos, pois se a organização se preocupa em bem recompensar seus colaboradores, os mesmos se sentirão valorizados e permanecerão por muito mais tempo na mesma. Quando falamos em remuneração, vai além do salário, mas inclui, a soma do salário total e outros benefícios agregados.

A remuneração ou salário, assim mais conhecido é a forma de retribuição ao colaborador, e que em troca disso injeta na empresa, seu conhecimento adquirido em cursos especializados ou até mesmo em outras organizações ao longo da vida. Remunerar é muito mais que pagar o salário ao final de cada mês, é reconhecer o valor do colaborador para o desenvolvimento e crescimento da organização e assim remunerá-lo de forma condizente à sua função e as atividades desenvolvidas.

Segundo YOUNG (2009, p.34) “a alimentação, habitação, vestuário ou outras prestações in natura que a empresa por força do contrato ou do costume, fornece habitualmente ao empregado, é reconhecido como remuneração”.

Nova call to action

Existem diferentes formas de remuneração, podendo ser baseada em: competência, variável e indireta.

Remuneração por Competência– avaliada em relação às responsabilidades e atividades que o empregado assume, ou seja, o nível de complexidade.)

Remuneração Variável– está relacionada ao desempenho profissional individual ou de um grupo. Segundo, BITTENCOURT (2005,p.95) “esse tipo de remuneração deve criar mecanicismos de incentivo para o alcance de objetivos e superação de desafios que se colocam periodicamente para as equipes e indivíduos” .

Remuneração Indireta– é o mesmo que dizer que são os benefícios concedidos pela empresa aos funcionários. Exemplo: assistência médica, seguro de vida, empréstimos pessoais, entre outros.

Outro subsistema importante para a área de ARH e aliado à remuneração, são os benefícios, que segundo, MARRAS (2002, p.137) “é o conjunto de programas ou planos oferecidos pela organização como complemento ao sistema de salários. O somatório compõe a remuneração do empregado.”

Ou seja, todos os valores agregados em cima do salário, são chamados de benefícios, podendo ser classificados em compulsórios (é imposto por lei em acordo ou convenção coletiva), ou espontâneos (oferecido pela organização por vontade própria, até mesmo para ser um atrativo diferente de outras organizações).

E não é fantasia, os benefícios realmente chamam a atenção do candidato. Podendo ocorrer desde o primeiro momento em que está à procura de uma oferta de emprego, ou até mesmo para aqueles que já estão no mercado de trabalho e que pensam em trocar de organização visando uma melhoria pessoal e até mesmo financeira.

Sabemos que Remuneração e Benefícios, não são os únicos instrumentos para manter colaboradores dentro da organização, mas é um fator incentivador para que os mesmos queiram chegar e ficar. A ARH deve estar buscando sempre reciclar seus planos de Remuneração e Benefícios, para que não percam profissionais qualificados, por não estar dentro das expectativas do mercado.

Thaisa Lima Santana

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
juvenal vieira de sousa Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
juvenal vieira de sousa
Visitante
juvenal vieira de sousa

É impontante a interação e compartilhamento de conhecimento de artigos deste porte.