Artigos

ResoluÇÃo De Problemas E Tomada De DecisÃo – Definição De Atores E Declaração De Questão

Segundo Edgar Morin, a complexidade é efetivamente o tecido de acontecimentos, ações, interações, retroações, determinações, acasos, que constituem nosso mundo fenomênico.

Em nosso dia a dia acontecem situações e problemas que são complexos, por envolverem diversas pessoas, muitas variáveis e necessitarem de solução rápida. Para começarmos a pensar na solução de um problema, precisamos antes de tudo, pensar nos atores envolvidos e seus respectivos interesses, para pouparmos tempo em discussões intermináveis e improdutivas.

Existem três dicas para nos ajudar na resolução de problemas e na tomada de decisão:

Nomear os atores e seus interesses
Uma boa forma de fazer isto é elaborarmos um quadro com as informações sobre quem são os envolvidos no problema e quais são seus reais interesses na questão. Vale lembrar que nem sempre o ator consegue colocar claramente seu interesse, ou por que não o tem claro para si mesmo, ou por que pode envolver algum interesse extremamente pessoal e teme por revela-lo. Corremos o risco, aqui, de trabalharmos com interesses não reais criando um viés na tomada de decisão, por este motivo é importante fazermos uma verificação aprofundada sobre os interesses.

Elaborar uma declaração da questão para cada um dos envolvidos
É fundamental que os atores percebam que precisam uns dos outros e que são interdependentes para a resolução da questão e alcance dos objetivos. Uma maneira de ajudarmos é a elaboração de uma declaração do problema para cada ator. Ex.: Como fazer o que quero sem interferir no interesse do outro?

Definir claramente problema
A definição clara do problema é a chave para uma boa tomada de decisão. Acontece que normalmente desejamos nos livrar da questão com uma solução rápida e simplista, sem considerarmos todos os envolvidos, seus interesses e a análise profunda do que é o problema, nos conduzindo assim às decisões equivocadas.

Fazer uma definição do problema é um caminho para pensarmos em soluções mais eficazes. Podemos nos fazer a seguinte pergunta: Qual é a raiz do problema?

Para resolvermos um problema precisamos saber claramente qual é questão e termos informações certas, pois só assim conseguiremos tomar decisões certas.

Lembrando sempre que todo problema tem um dilema, e se não existe dilema na questão levantada, não é um problema real. Não perca tempo!

Melissa Campos – Coach de negócios e executivo, palestrante, docente universitária, idealizadora da Escola de Tomada de Decisão.

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of