Artigos

Retenção De Talentos

Esta é uma questão de talento ou de vontade? Atualmente o mercado vive o chamado “apagão de talentos”. Estamos a beira de um verdadeiro colapso profissional. Há falta de profissionais em diversas áreas, não só de bons profissionais, mas de qualquer tipo de pessoas que possa exercer com certa habilidade uma determinada função. Mesmo num cenário como esse, algumas empresas ainda se dão ao luxo de agir como a história que irei lhes contar a seguir.

Há alguns meses iniciei um trabalho de consultoria numa empresa e conheci uma funcionária que acabara de ser contratada, a Vivian. Suas habilidades pessoais somadas às sua capacidades técnicas fortemente enriquecidas por seu alto grau de formação, fez dela a escolha ideal para assumir a posição de gerente de novos projetos desta empresa.

Diante do quadro de consultoria e de soluções implantadas algumas mudanças, que já eram previstas aconteceram, Alguns meses mais tarde, a necessidade de reestruturação falou mais alto e as mudanças aconteceram. Algumas equipes foram fragmentadas, outras totalmente desfeitas. Como não poderia deixar de ser o talentoso time que a Vivian havia montado, também sofreu com as mudanças. Com a fragmentação os principais talentos dessa equipe foram realocados em outras para que dessa forma eles pudessem ajudar no desenvolvimento destas equipes. A Vivian, também, foi realocada. Por sorte, numa área onde suas habilidades e conhecimento eram exigidos ao máximo.Os resultados foram percebidos rapidamente, parecia que ela era feita sob medida para esta nova posição e imediatamente se tornou uma integrante produtiva nesta nova equipe.

Como o cenário ainda exigia uma nova postura e uma imediata intervenção, novas mudanças foram aplicadas. Desta vez, para sua infelicidade a Vivian não se adaptou muito bem ao novo cenário, suas habilidades, diante de seus novos companheiros, não pareciam tão impressionantes e para piorar ainda mais as coisas seu novo chefe a colocou em atividades que não estavam alinhadas com seu perfil. Por mais que ela se esforçasse, não alcançava resultados sequer semelhantes aos que poderia ou que estivessem à altura do seu padrão usual.

Recentemente fui visitá-los e pude ver, de longe, a Vivian. Sua linguagem corporal era a de uma pessoa derrotada, sem motivação. O sorriso habitual havia sumido de seu rosto. Aquela profissional motivada, ágil, talentosa e vencedora havia desaparecido dentro dessa nova pessoa.

Reter talentos requer muito ais que simplesmente contratá-los, pagar bem e dar benefícios. Saber aonde, exatamente, cada talento é exigido, o quando ele poderá ser desafiado e o quanto de suas habilidades podem ser, cada vez mais, desenvolvidas é função de um líder talentoso. O sucesso de uma empresa é construído a partir do talento de seus membros. Mantenha sempre em mente: Quando um líder falha, pessoas erram e empresas morrem.

Por: David Lima

Por: David Lima

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of