Artigos

Rotatividade e absenteísmo de pessoal

Rotatividade: Chiavenato (1999) define e relaciona mercados de trabalho e mercado de recursos humanos. Aborda a rotatividade de pessoal como uma despesa que pode ser evitada se houver mais critério e atenção na seleção de mão-de-obra. A rotatividade alta reflete na produção, no clima organizacional, relacionamento interpessoal. O autor
alerta que para combater a rotatividade é preciso detectar as causas e determinantes. A rotatividade de recursos humanos ou turnover é um dos aspectos mais importantes da dinâmica organizacional.

1. O índice de rotatividade de pessoal percentual é calculado a partir do volume de (A) entradas + (D) saídas de pessoal, dividido pelo efetivo médio

(EM). [(A+D):2×100]:EM

Nova call to action

2. Para efeito de planejamento de RH, é possível também verificar as perdas de pessoal e suas causas, calculando-se os desligamentos

 ((D) x 100): (EM).

3. Para se verificar as perdas de pessoal por desligamentos por iniciativas dos empregados

(Dx100) : (∑empregados :∑ meses do período)

4. Avaliação da rotatividade de pessoal por departamento ou seção: 

{[(A+D):2 + (R+T)]x100}:EM

R: recebimento de pessoal por transferência de outros subsistemas (departamentos ou seções); T: transferências de pessoal para outros subsistemas (departamentos ou seções)

A causa da rotatividade de pessoal pode ser diagnosticada pelos fenômenos internos e externos à organização cujos dados são obtidos em entrevistas no ato dos desligamentos, espontâneas ou programadas registradas de modo confidencial, ou por dados coletados pela própria empresa – avaliados pela política de recursos humanos.

O custo da rotatividade de pessoal agrupa custos primários (todas as despesas com desligamentos e substituições), secundários (custos intangíveis: perda na produção, clima ambiental) e terciários (perdas de negócios e investimentos extras). Seus três mais graves efeitos negativos estão no (a) desenvolvimento da população laborativa de participar dos benefícios do desenvolvimento econômico, dificultando a evolução e o crescimento do mercado internacional, além de sérias restrições de participação
de pequenas e médias empresas no cenário econômico nacional; (b) perda de oportunidade de expansão das pequenas e médias empresas, influência no índice de preços e alta da inflação; (c) comprometimento do mecanismo da poupança nacional através do FGTS. Há ainda efeitos sociais como queda salarial e baixo poder aquisitivo, maior carga tributaria, paternalismo estatal. A médio e longo prazos, o prejuízo se reflete na organização, no mercado e na economia nacional – na sociedade e no indivíduo.

Absenteísmo: O absenteísmo, absentismo ou ausentismo também é um fator que faz parte do planejamento do RH. Suas causas nem sempre são atribuídas ao empregado, (doenças, faltas, problemas com locomoção, razões familiares, desmotivação, políticas inadequadas na empresa, supervisão precária da chefia ou gerência, acidente de trabalho). O absenteísmo repercute na produtividade. As causas do absenteísmo precisam ser diagnosticadas para controle político da organização. O índice de absentismo
puro deve abordar todo o tipo de ausência, inclusive as justificadas. Enquanto o índice de absenteísmo de afastados envolve férias, licenças e afastamentos por doenças, maternidade ou acidente de trabalho.

Redução da rotatividade e absenteísmo:
a rotatividade e o absenteísmo são fatores imprevisíveis negativos tanto para organização quanto para o empregado.

Fonte: CHIAVENATO, Idalberto. Planejamento,
recrutamento e seleção de pessoal
. Como agregar talentos à Empresa. São
Paulo: Atlas, 1999.

5 2 votes
Article Rating

Por: Clark Kent

Integer posuere erat a ante venenatis dapibus posuere velit aliquet. Praesent commodo cursus magna, vel scelerisque nisl consectetur et. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Integer posuere erat a ante venenatis dapibus posuere velit aliquet. Cras mattis consectetur purus sit amet fermentum. Aenean lacinia bibendum nulla sed consectetur.

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] para os líderes de negócios estratégicos. Mas, ao desenvolver suas próprias métricas de rotatividade, atitudes de funcionários, força de bancada e distribuições de desempenho e integrá-las em […]

Valdiceia Bernardo
Valdiceia Bernardo
2 anos atrás

Conteúdo excelente.

evanildes freitas
evanildes freitas
2 anos atrás

Muito bom o conteúdo.

evanildes freitas
evanildes freitas
2 anos atrás

Gostei muito do conteúdo.

LUIZ CARLOS
LUIZ CARLOS
2 anos atrás

Excelente!!!

maria conceição
maria conceição
2 anos atrás

bom conteúdo

Ana Claudia Motta
Ana Claudia Motta
2 anos atrás

excelente artigo,muito bom.

Hllen Farias
Hllen Farias
1 ano atrás

Ótimo conteúdo