Artigos

@soluÇÃo De Crises = #reinvenÇÃo Do “ser”

O NOVO SOU “EU” E NÃO O OUTRO

Todos nós normalmente temos a impressão de que quando nos colocamos no lugar do outro que essas pessoas nos enxergam de modo diferente de como realmente acreditamos que somos, acaba sendo comum não concordarmos com as opiniões dos outros sobre nossa maneira de Ser, Agir e Pensar – discordamos quase que na totalidade dos conceitos sobre nós especialmente quando são expostos nossos defeitos, fragilidades. Claro, se recebemos elogios, mesmo que não paremos para pensar sobre ele, se é bom, concordamos, mas os defeitos! Ouvi-los dói nos remetendo a exigência de reavaliar nossos conceitos e provavelmente mudarmos para Ser melhores.

Assim somos resultado de nossas percepções, pois acabamos tendo uma sequência diária de entendimentos e atitudes de adaptação a nós mesmos e aos outros que conosco convivem.

Atualmente vivemos tempos de crise, ou melhor, sempre vivemos assim, as crises são sequencias, constantes, nos provocam o tempo todo forçando nossa adaptação a tudo e a todos, não há um momento sequer que não estejamos nos reinventando, buscando a melhor maneira de Ser, Pensar e Agir, em primeiro plano para nosso próprio benefício e em segundo para benefício de nosso universo de relacionamento.

Mas o esse tema tem a ver com o momento atual, a tal CRISE? A explicação está na relação que existe entre as opiniões que giram em torno de nossa empresa, de nosso trabalho. Empresas buscam o tempo todo aprovação de seu Cliente, pois seu produto ou serviço tem objetivo único – Atender às necessidades do Cliente. Ocorre que as empresas acabam confundindo o fato de que administrar Crises não é reduzir o que quer que seja, especialmente Pessoas, são essas ultimas que são os Seres adaptativos, aqueles que ajustarão a Empresa adaptando-a às necessidades do momento, interpretando o cenário em que estiver inserida, inovando para reciclar conceitos e superar obstáculos.

O ângulo de ataque das Pessoas e consequentemente das Empresas está na capacidade de interpretar o cenário, criar alternativas, se adaptar as diversas visões que Pessoas e o Mercado estão naquele momento, Reinventar-se a cada momento, aumentar a Produtividade realizando MAIS COM MENOS e utilizando o MENOS PARA SER MAIS.

A Gestão adequada e comprometida é a solução, CRIE tirando o “S” da crise, administre cada segundo observando, interpretando, criando novas opções, por exemplo, o delivery foi inventado quando o Cliente diminuiu sua ida aos restaurantes pela correria do dia dia, pelo cansaço então o fornecedor descobriu que tinha que ir até ele, simples assim.

Assim como nós temos que nos adaptar como o camaleão faz o tempo todo, nossas empresas e sociedade também devem, e não só quando o rótulo crise aparece, sempre é assim, Empresas e Pessoas que se acomodam na soberba de um Sucesso serão os próximos derrotados.

É fato que todos nós devemos constantemente buscar conhecimento técnico para nos adaptar às necessidades, buscar nos conhecermos dentro do nosso comportamental, das nossas reações, de nossos gostos, definir e redefinir nossos objetivos de hoje e para o futuro, planejar.

Ocorre que o Sucesso não ocorre sem que Oportunidade encontre Preparo e faz parte desse preparo essa constante atualização do conhecimento técnico e holístico, do autoconhecimento de nosso Ser e de nossa empresa.

Até onde ambos podem chegar? Responderia com uma frase popular: “O Céu é o limite”, aliás, em tempos modernos “O Universo é o limite qualquer que seja o lado que você escolha para olhar, para cima ou para baixo, para o lado esquerdo ou direito e até para dentro de si”.

Liberte-se de pré-julgamentos, escape da realidade e busque o Sonho, reinvente sua maneira de olhar o mundo nem que para isso tenha que ficar de cabeça para baixo. Suas ações são resultados de seus pensamentos, porém seus resultados nem sempre vem de suas ações, o outro pode inspirar e facilitar caminhos para isso. É necessário que você percorra cada caminho, cada indício de Felicidade, cada centímetro de possibilidades em função do outro e dos caminhos profissionais que escolheu.

Vitor Marques – Executivo de RH, Coach, Consultor e Palestrante

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of