Artigos

Ótimos Em Iniciativas E PÉssimos Em “acabativas”

ÓTIMOS EM INICIATIVAS E PÉSSIMOS EM “ACABATIVAS”

Dizem que a melhor ação de uma pessoa é ter atitude e começar algo novo, mas do que adianta dar o start se não é dado prosseguimento nessa ação?

Só podemos obter o sucesso mediante a uma instrução, se não sabemos ser submissos a uma missão, a um chefe, até mesmo aos nossos pais e marido ou esposa, não conseguimos prosseguir na ação.

A honra traz a recompensa, a quem honramos, a quem damos créditos, quem reconhecemos por ter feito algo diferente? Esse é o princípio que traz a recompensa, se você não consegue dar prosseguimento em seus projetos, é porque um dos seus problemas é não saber honrar quem merece ser honrado.

Quando surge um problema, não devemos nos desesperar, porque o problema é uma oportunidade de colocar em pratica nosso conhecimento, isso é uma das características de uma pessoa sábia.

Sempre quando um cientista criou algo, ocorreram diversos testes antes de obter o sucesso, agradecemos a Otis “elevadores”, Thomaz Edson “lâmpada”, já imaginou subir um prédio de 20 andares todos os dias, ou andar no escuro? Posso imaginas dezenas, centenas e até milhares de testes até dar certo a invenção, eles não desistiram, temos a absoluta certeza que houve uma instrução a ser seguida para obter o êxito.

A falta de instrução causa o fracasso, frustração e até desespero.

Podemos reduzir custos com a otimização dos processos de uma empresa, adotando ação de prevenção ao retrabalho, damos a honra a quem estabeleceu a instrução de trabalho.

“É melhor é terminar bem do que começar bem”, essa frase devemos refletir, não adiantar iniciar bem, sendo que temos que terminar o que começamos, com o máximo de sucesso.

Flavia Caetano

flavia@flaviacaetano.com.br

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of