Artigos

Trabalho autônomo é uma das alternativas ao desemprego frente à pandemia

Apesar de dificuldades, muitos profissionais buscam trabalho autônomo para complementar renda durante a pandemia

A crise causada pelo coronavírus já afeta mais de 180 países em todo o mundo e causa grandes impactos na economia mundial. Muitos profissionais se veem de mãos atadas em relação ao trabalho e, aqueles que estavam na busca por um emprego, em relação à recolocação profissional. De acordo com dados da Glassdoor, houve uma diminuição de 1,2% nas ofertas de vagas no Brasil, apenas entre os dias 6 e 13 de março.

Muitas empresas já se comprometeram a não demitir seus colaboradores em meio à crise, mas muitos negócios não têm condições financeiras de manter os empregados durante a época de isolamento social e fechamento de serviços não-essenciais. Os Estados Unidos, que no momento é o país mais afetado pela crise, com mais de 300 mil casos da doença, já registrou mais de 3 milhões de pedidos de auxílio-desemprego no mês de março.

Nova call to action

Embora o cenário pareça avassalador, nem tudo está perdido. Existem algumas áreas que despontam positivamente diante da crise. Especialistas indicam que trabalhadores de áreas como TI, saúde, telecomunicações, varejo de alimentos e e-commerce têm mais chances de se manterem na ativa e crescerem em meio à pandemia. Áreas de logística (entregas), farmácia e higiene também apresentam maior destaque frente às opções de emprego no cenário atual.

“Nesse momento de instabilidade, as empresas precisam ser flexíveis tanto para os trabalhadores que já estão na organização quanto no momento de contratar novos colaboradores”, avalia Thomas Carlsen, co-fundador da mywork, especializada em controle de ponto online. “Estamos vivendo uma época em que é muito difícil não recorrer a meios remotos para trabalhar. O mesmo processo deve acontecer numa eventual contratação. Tanto o processo seletivo quanto a integração do novo funcionário devem ser feitas online sempre que possível”, indica o executivo.

Outras oportunidades acabam surgindo para aqueles profissionais que desejam uma renda extra ou querem até mesmo ingressar no modelo de trabalho autônomo. Plataformas que conectam freelancers com empregadores e empresas, por exemplo, têm registrado grandes aumentos em cadastros e conexões entre profissionais.

As áreas de direção de arte e redação, por exemplo, são algumas que apresentam muitas oportunidades de trabalho autônomo e remoto. “Essa é outra alternativa para profissionais que precisam continuar na ativa, mas não podem sair de casa”, complementa Thomas, “Embora muitas empresas estejam demitindo, há muitas que estão contratando profissionais para ajudar no aumento de trabalho causado pela pandemia e o trabalho autônomo é uma das principais alternativas no momento”.

Além das vagas que permitem trabalho remoto, há um aumento de oportunidades de trabalho em supermercados, farmácias, hospitais, empresas de setor de alimentos etc. Embora os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, estejam fechados para atendimento presencial, é possível consultar as oportunidades de emprego pelo site do Sine (Sistema Nacional de Emprego). O Governo Federal também instituiu o Auxílio Emergencial no valor de R$ 600,00 para os trabalhadores que serão prejudicados durante o período de isolamento social e fechamento do comércio.

Beatriz Candido Di Paolo

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of