Artigos

Treinamento De Integração

O treinamento de integração é tão importante quanto um processo de recrutamento e seleção assertivo, segundo Weiss (2006, p. 117) este treinamento visa “adaptar o novo colaborador à empresa contratante, facilitando seu processo de socialização no novo cenário de aprendizado no qual ele inicia suas atividades profissionais”, ou seja, o colaborador precisa ser acolhido da melhor forma possível, como diz o ditado “à primeira impressão é a que fica”.

A socialização do novo colaborador com a cultura da empresa e com as atividades que irá desempenhar é muito importante, se nesta etapa o mesmo for mal recebido ou mal orientado, o resultado será traduzido em retrabalho ou desligamento do colaborador. As empresas precisam entender como este processo é delicado e importante, pois toda a trajetória do colaborador será baseada no primeiro dia de trabalho e como ele foi acolhido pela empresa e seus membros.

Mesmo no caso das pequenas empresas que não possuem um colaborador especifico para os processos de recursos humanos o gestor da área pode assumir este papel, nas médias empresas existe um colaborador na área de recursos humanos que pode juntamente com o gestor da área realizar o treinamento, e já nas grandes empresas existe um departamento especifico para isto, que elabora treinamentos que podem durar de uma semana a três meses com vários temas envolvendo teoria e prática. Independente do tamanho da empresa é possível cumprir os itens indicados abaixo.

Segundo Weiss (2006) os principais itens que precisam ser incluídos neste tipo de treinamento são:

Ritual de boas vindas;
Apresentação da estrutura física da empresa;
Apresentação dos gestores da empresa;
Apresentação dos outros colaboradores (equipe) da empresa;
Apresentação do organograma, negócio, missão, visão e valores institucionais;
Apresentação da estratégia organizacional;
Apresentação dos aspectos fundamentais da cultura organizacional;
Apresentação das políticas, normas e procedimentos (manual do colaborador);
Apresentação dos produtos e serviços oferecidos pela empresa;
Apresentação das informações relacionadas ao cargo (descrição de cargo) e o desempenho esperado;
Entrega de manuais administrativos;
Validação dos documentos de registro do colaborador.

Este tipo de treinamento pode também incluir vários treinamento técnicos, no caso da empresa que esta contratando profissionais que não tem experiência no cargo ou que precisam ser moldados no processo interno da empresa, para isto, pode utilizar métodos à distância ou presencial. Outro item interessante é realizar treinamentos de reintegração anuais para refrescar as antigas normas e processos ou informar novos.

Algumas empresas estão modernizando este processo utilizando, por exemplo, o gamification (Trata-se de um complexo sistema de metas e métricas disponibilizado através de games, intranet ou rede social corporativa, que tem como objetivo principal reconhecer e recompensar aqueles que tenham um determinado comportamento), vídeos institucionais bem elaborados, treinamentos e cursos na modalidade EAD, entre outros, para ajudar os colaboradores a se adaptar a cultura da empresa mais facilmente.

Segue abaixo o vídeo de integração da empresa Ambev, um exemplo do que as grandes empresas estão investindo atualmente:

http://www.youtube.com/watch?v=7o4Re4sWYjc

Fonte:

Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=7o4Re4sWYjc. Acessado em 04/02/2014.

WEISS, Cristina Aiach. Manual de treinamento e desenvolvimento: processos e operações. São Paulo, Pearson, 2006, p. 117-126.

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of