Artigos

Você pode ajudar seu filho a escolher melhor a profissão

O ano já está no meio.
Como diz o ditado: “ano novo, vida nova”. Será que está sendo assim?
Bom, se você repetir as mesmas atitudes do ano passado, com certeza nada vai se modificar.
Pergunta: o que é que você vai fazer de diferente?
E é aqui que eu quero ser mais específico. Você tem filhos? Já pensou sobre o futuro deles? O que é que eles vão ser quando crescerem? Já decidiram sua profissão? E o que é que você vai fazer com relação a isso? Ou melhor, o que é que você sabe sobre isso?
Eu tenho quatro filhos, um rapaz de 22 anos, uma moça de 20 anos e duas meninas/jovens (gêmeas) de 16 anos. Os dois primeiros já encaminhados. O velho pai-Coach não poderia deixar de oferecer seus préstimos. Assim tudo vai correndo bem, dentro de uma normalidade.
Mas deixe-me explicar melhor. O mais velho está cursando graduação em administração de empresas e agora realiza intercâmbio na Irlanda, e a mais velha, depois de realizar o Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM, foi aprovada e está cursando educação física. Tudo de acordo com suas próprias decisões, fique bem claro isso.
Como as mais novas (as gêmeas) estão indo para o ultimo ano do ensino fundamental II, resolvi, como pai-Coach, estudar mais profundamente sobre orientação vocacional e profissional, na verdade o Coaching Vocacional. Quero ajudá-las, melhor do que fiz com o dois primeiros, a escolher aquilo que elas entenderem que pode ser o melhor para o futuro delas, a profissão de seus sonhos.
É por isso que eu resolvi dividir esse meu conhecimento com mais gente, você, por exemplo.
Sou Coach e meu valor master é a contribuição. Sei como oferecer a você o conhecimento que você precisa e como fazer com que você o aplique em seu favor. Aqui vamos inclusive beneficiar mais gente, os seus filhos.
Agora vou lhe dar um aviso e fazer um pedido, muito sério: se você não pretende fazer nada de diferente com relação ao futuro do seu filho ou dos seus filhos, não precisa ler nada mais. Preocupe-se com outra atividade que lhe dê mais prazer. Mas se você quer, de verdade, fazer a diferença, daqui para frente, na vida deles, fica comigo até o final e vamos, juntos, começar a discutir o tema e a identificar novas atitudes que, com absoluta certeza, vão fazer muita diferença para você e para ele, para ela ou para eles (sendo bem abrangente).
É por essa e outras coisas que nossa conversa sobre Coaching para orientação vocacional e profissional vai ter inicio com um ponto de atenção, que eu considero o maior desafio de todos.
Será que você tem noção de qual pode ser esse item?
Vou adiantar o expediente e diminuir sua curiosidade.
O ponto de maior cuidado é saber lidar com as influências geradas pelos amigos, pelos parentes próximos e principalmente pelos pais. Isso faz sentido para você?
Essa influência pode ser positiva, mas em um grande número de vezes é negativa.
Esse tema gerou-me um insight, depois que iniciei minhas pesquisas sobre Coaching Vocacional. Percebi que o assunto é muito importante para os jovens e seus ansiosos pais. O problema é que eu percebi que, apesar de sua relevância, ele é posto de lado em muitos casos. A influência dos pais no sucesso dos filhos não tem recebido a atenção que isso requer.
Olha, pais são peças fundamentais na construção do projeto de vida de seus filhos. Alguns podem até achar que suas opiniões são pouco importantes, mas a verdade é que não são.
Durante meus estudos e as sessões de Coaching que conduzi, identifiquei que há, em inúmeros casos, uma ausência inconsciente por parte dos pais. Não sei se isso faz sentido para você, mas preciso alertar sobre esse ponto.
Alguns pais não se importam muito com as escolhas de seus filhos. Isso é bom para o espírito (parece dar total liberdade), mas isso pode atrapalhar mais do que ajudar.
Tente perceber o quanto seu filho quer esse tipo de atitude de sua parte.
Há jovens que nessa fase precisam ter os pais por perto. Eles precisam ser apoiados, guiados, mas você não precisa, ou melhor, não deve decidir por eles.
Meu objetivo, nesse encontro é contribuir com você. Isso mesmo, com você que quer construir uma história ao lado do seu filho. Você que quer resgatar a verdadeira amizade. Você que quer apoiar para que seu filho tenha um futuro de sucesso. Mas quero te alertar que o sucesso é o sucesso que ele quer para ele, não o sucesso que você quer para ele.
Eu vou conversar com você sobre assuntos relacionados aos seus comportamentos, na verdade vamos avaliar se seus hábitos com relação ao seu filho estão adequados. O que é que pode ser melhorado? O que é que tem que ser posto de lado, mudado? Quais comportamentos precisam ser criados para que seu objetivo, de ajudar, apoiar, aplaudir, possa ser posto em prática?
Não é isso que você quer? E sei que é isso! Eu conheço a sua dor, e eu sei como é que podemos curá-la. Mas a decisão tem que ser sua. Meu papel aqui é de incentivador. A motivação é sua, você entende isso? Faz sentido para você?
Nós que somos pais é que precisamos tomar as iniciativas. Se não for assim nada vai mudar, nada vai ser diferente.
Eu sei que você trabalha muito, precisa dividir as tarefas de casa e tudo isso ocupa muito o seu tempo, mas isso não pode ser uma desculpa para declarar sua ausência. Isso não pode ser um motivo para não apoiar seu filho.
Eu vou te mostrar nos nossos próximos encontros, se fizer sentido para você, que existem pequenas ações, curtos espaços de tempo, onde poderemos fazer a diferença e, principalmente, fazer diferente.
Vou terminando, por enquanto, e deixando um ponto de reflexão: a grande chance, a chance de ouro para mudar tudo isso, está em suas mãos.
A partir de agora (e eu sei que isso vai fazer muito sentido para você), você vai mudar, não só a sua história, mas a história de alguém que só você sabe o quanto é importante, só você sabe o tamanho do amor que sente.
Você mudar a história do seu filho.
Vem comigo. Você sabe que vai valer à pena.
Vá até o site www.coachingparamudar.com.br/bog, inscreva-se na área de contatos e vamos falar mais sobre o assunto. Eu quero ouvir você. Vou te oferecer uma metodologia de acesso para você apoiar mais seu filho. Estou te esperando.
Aceite meu abraço.
Coach Claudio de Almeida Neto

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of