Eventos

26 abr
Atenção!
O evento anunciado abaixo é fornecido pela empresa: DG Treinamentos, e de inteira responsabilidade desta.

4ª Oficina Prática De Auditoria Interna – Em São Paulo

Portal de Auditoria atendendo as necessidades de seus clientes lança em São Paulo a 4ª Oficina Prática de Auditoria Interna, focalizando em uma semana, cinco áreas importantes de atuação da Auditoria Interna.

O objetivo é capacitar os participantes com bases técnicas fundamentais para que possam aplicar metodologias e práticas de auditoria como ferramenta de avaliação, controle e gestão de riscos empresariais. Neste cenário, a Auditoria Interna desempenha um papel de importância fundamental para as empresas quando identifica Riscos e Falhas de Controles em seus trabalhos.

Empregada como ferramenta de Avaliação e Controle de Riscos Empresariais, a Auditoria Interna estará contribuindo com seu trabalho de forma eficaz na condução dos negócios pelos Gestores.

Se preferir inscreva-se nos módulos separados, como segue abaixo:

Dia 26 de Abril: Módulo I – Como Implementar um Modelo de Auditoria Interna:Teoria, Metodologia e Prática para Planejar, Estruturar Processos e Estratégias na Auditoria Interna.

Nos dias de hoje fica cada vez mais evidente que os controles necessitam atuar fortemente com uma finalidade preventiva. Não adianta somente identificar e corrigir um problema, após a sua ocorrência.

O que os controles precisam proporcionar é segurança quanto à inexistência de novos desvios nos processos. A avaliação dos controles adotados em relação ao objetivo do processo e aos riscos envolvidos, proporciona a constatação de possíveis perdas financeiras e prejuízos à imagem da organização, assim como possibilita a melhora na qualidade dos processos e a identificação das mudanças ou adaptações necessárias aos procedimentos e rotinas desenvolvidos, visando a sua padronização, agilidade, melhor controle e eficácia.

Participe e conheça um modelo prático para implementar e desenvolver uma moderna Auditoria Interna orientada aos negócios que pode fazer contribuições importantes para que as organizações alcancem seus objetivos com resultados positivos.

Programa:

1. A moderna concepção da Auditoria Interna;

2. O Papel da Auditoria Interna na atualidade empresarial;

3. Funções Básicas da Auditoria Interna;

4. Gestão de Riscos Empresariais

5- Controle Interno ( COSO, Sarbanes Oxley)

6.Governança Corporativa

7.Modalidades de Auditoria Interna;

8. Diferenças básicas entre Auditoria Interna e a Auditoria Externa;

9. Normas Internacionais para o exercício Profissional da Auditoria Interna;

10. Gerenciamento Prático de uma Área de Auditoria Interna

11. Gestão e Desenvolvimento dos Recursos Humanos da Auditoria Interna

12. Habilidades Técnicas e comportamentais do profissional de Auditoria;

13. Perfil e Qualidades do Auditor Interno;

14. Código de Ética do Auditor Interno;

15. Comunicação e relacionamento entre Auditor e Auditado.

16. Planejamento e Execução dos Trabalhos de Auditoria Interna.

DOCENTE – IBRAIM LISBOA

Dia 27 de Abril: Módulo II- Como Elaborar Papéis de Trabalho e Relatórios de Auditoria Interna

Os bens (Ativo Imobilizado) patrimoniais representam a maior parte dos investimentos uma empresa, pois é constituído dos equipamentos e demais utensílios e imóveis necessários à atividade econômica da empresa. É representado pelos bens da seguintes categorias: Terrenos, Edifícios, Instalações e benfeitorias, Máquinas e equipamentos, Móveis e Utensílios, Veículos e Reservas Naturais dentre outros. A auditoria interna em seus trabalhos avalia os processos quanto ao controle dos os ativos imobilizados nos aspectos:contábil, administrativo e operacional.

A elaboração dos papéis de trabalho é de suma importância para dar suporte ao relatório final do auditor. O relatório de auditoria representa a consolidação de todo o trabalho realizado.É o produto final do trabalho da auditoria e ponto de ligação entre o trabalho planejado e o efetivamente realizado, ou seja, é o instrumento que revela à administração da empresa a qualidade e a contribuição da auditoria interna, suas constatações, opiniões técnicas e recomendações.

Elaborar papéis de trabalho e relatórios de auditoria Interna exige técnica e metodologia para que tenham sucesso no processo de comunicação e informação entre auditor , auditados e a alta administração.

Programa:

1- PAPÉIS DE TRABALHO

• Regras Básicas para Elaboração de Papéis de Trabalho

• Características dos Papéis de Trabalho

• Evidências das Verificações

• Exigências dos Papéis de Trabalho

• Identificação dos Papéis de Trabalho

• Propriedade dos Papéis de Trabalho

• Tipos de Papéis de Trabalho

• Compilação de informações

• Arquivamento

• Pasta permanente

• Pasta corrente

• Prazo

• Referenciação

• Padronização dos Papéis de Trabalho

• Elaboração dos papéis de trabalho

• Padrão da Auditoria dos Principais Ciclos Operacionais

• Conclusão sobre os trabalhos efetuados

2- RELATÓRIOS DE AUDITORIA

• Considerações Iniciais

• Importância do Relatório

• Diferenciação entre Relatório e Parecer

• Estrutura Adequada

• Identificação do Público Leitor

• Redação Objetiva

• Apresentação

• Organização dos Tópicos

• Elaboração do Indice

• Desenvolvimento dos Assuntos

• Coesão do Texto

• Unidade de Estilo e Forma de Redação

• Emprego de Padrões

• Fatores que prejudicam a Eficiência da Redação

• Fatores que contribuem para uma Redação Eficiente

• Problemas Básicos de Redação

• Exemplos de Redação Imprópria usada em Relatórios de Auditoria

• Exemplos de Relatórios de Auditoria Interna

DOCENTE – IBRAIM LISBOA

Dia 28 de Abril: Módulo III – Auditoria Interna Operacional em Bens Patrimoniais Contas a Pagar e Contas a Receber em Estoques – Como prevenir perdas e desperdícios

Apesar do nome genérico e comumente conhecido de Contas a pagar e Contas a receber, elas representam, na verdade, o grupo de Direitos e Obrigações de uma empresa. A auditoria interna avalia operacionalmente os processos de Contas a Pagar e Receber quanto aos riscos e sistemas de controle, identificando aspectos de ineficiência, desperdícios e práticas abusivas, recomendando subsídios para melhorar a gestão dos recursos.

1. Contas a Pagar e Contas a Receber

1.1- Considerações Iniciais

1.2- Revisão e Avaliação de Processos e Controles Internos de Contas a Receber

1.2.1 Pontos de Controle Interno

1.3- Auditoria de Duplicatas a Receber

1.3.1 Questionário de Controle Interno para Contas a Receber

1.3.2 Questionário sobre Controle Interno de Vendas

1.3.3 Programa de Auditoria para Contas a Receber

1.4- Procedimentos de Auditoria

1.4.1 Confirmação de Saldos(circularização)

1.4.2 Exames Alternativos

1.4.3 Exame das Confirmações Recebidas

1.4.4 Exame da Realização das Contas a Receber

1.4.5 Exame da Provisão para Devedores Duvidosos

1.4.6 Riscos Operacionais ( Inadinplência, Fraudes e Desvios em recebíveis )

1.5- Auditoria em Outras Contas a Receber

1.5.1 Adiantamentos Diversos ( Fornecedores, Funcionários, Clientes e Empresas Coligadas )

1.6- Caso Prático: Pega Leve Ltda

2.Estoques – Como prevenir perdas e desperdícios

2.1 – Considerações Iniciais

2.2 – Auditoria Interna Operacional de Estoques no Cenário Atual

2.3 – Controles Internos Sobre Processos Operacionais De Estoques

2.4 – Logística E Planejamento Relacionado aos Estoques

2.5 – Controles Internos Sobre Processos De Compras

2.6 – Controles Internos Aplicáveis Aos Processos de Armazenagem e Expedição de Produtos

2.7 – Controle Interno Contábil

2.8 – Inventários Físicos

2.9 – Procedimentos de Auditoria

2.10 – Revisão de Controles Internos de Processos Com Foco em Riscos

2.11 – Tratamento das Diferenças de Inventários

2.12 – Análise da Realização dos Estoques

2.13 – Como Prevenir Perdas e Desperdícios Por Erros, Fraudes E Fragilidades de Controles Nos Processos Operacionais Que Envolvem Estoques

2.14 – Discussão e Apresentação de Casos Práticos

3. AUDITORIA INTERNA OPERACIONAL EM BENS PATRIMONIAIS

• Considerações Iniciais

• Planejamento da Auditoria

• Revisão e Avaliação de Processos e Controles Internos sobre Bens Patrimoniais

• Pontos de Controle Interno

• Auditoria em Bens Patrimoniais

• Questionário de Controle Interno para Bens Patrimoniais

• Questionário sobre Controle Interno para Aquisições de Bens Patrimoniais

• Programa de Auditoria para Bens Patrimoniais

• Procedimentos de Auditoria

• Inventário Físico e Periódico dos Bens Patrimoniais

• Exames das Adições, Baixas e Transferências de Bens.

• Exame dos Controles de Custos e Depreciações

• Exame de Contingências e Provisões Diversas

• Riscos Operacionais( Fraudes e Desvios em processos que envolvem Bens Patrimoniais)

• Discussões de Casos Práticos

Facilitador – JOSÉ MARCOS TESCH:

Consultor do Portal de Auditoria, Contador, Perito, Auditor, Pós-Graduação em Auditoria Empresarial, Mestre em Contabilidade pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Consultor em Gestão Empresarial com experiência em Auditoria Empresarial e Governamental em diversas áreas. Professor da Graduação e Pós-graduação da Universidade do Sul de Santa Catarina UNISUL e em outras Instituições de Ensino Superior BORGES DE MENDONÇA, ESUCRI, ICPG e FUNDASC/FURB. Ocupou a função de Coordenador do Curso de Especialização em Auditoria e Recuperação de Empresas na UNISUL. Incentivador do movimento de empresas juniores na UNISUL implantou e orientou Empresa Júnior de Contábeis e orienta a Empresa Júnior das Engenharias. Foi sócio das empresas de auditoria, UNIAUDI do BRASIL Auditores Independentes S/S onde também atuou na implantação e desenvolvimento do Curso Para Formação de Auditores com o apoio do CRC/SC, Herzmann & Hoegenn Consultores e Auditores S/S. Atua para BFGM Consultoria e Auditoria Governamental em trabalhos de Auditoria Pública. Autor de diversos livros entre eles o tema “Auditoria Operacional” editado pela UNISUL VIRTUAL. Autor do 1º JOGO CONTÁBIL (software educativo lançado no Congresso Brasileiro de Contabilidade – 2008). Conquistou o 1º Lugar Nacional do Prêmio SANTANDER UNIVERSIA de Empreendedorismo – edição 2007 Brasília/DF.

Dia 29 de Abril: Módulo IV – Curso de Auditoria Interna – Matriz de Riscos

A mensuração qualitativa de riscos pode ser gerada através de uma matriz de riscos, onde o nível de risco é definido pela composição das variáveis freqüência (probabilidade) e impacto financeiro (severidade), associadas aos eventos de perda (fatores de risco) inerentes ao processo avaliado. A matriz de riscos é uma ferramenta que pode ser empregada na análise de riscos de processos de várias naturezas. Em Figueiredo (2001) a matriz de riscos é utilizada na avaliação de riscos operacionais e de riscos ambientais, respectivamente.

Segundo Bergamini Junior (2005), a tabulação dos riscos em uma matriz permite a clara e ordenada identificação dos riscos que podem afetar a empresa, tanto em termos de freqüência quanto de impactos. Em geral, adota-se uma classificação qualitativa para os níveis de freqüência e de impacto, que poderá variar em função do processo avaliado, da cultura da empresa ou do segmento de mercado de atuação da empresa, entre outros fatores.

PROGRAMA:

• Conceitos e introdução da Matriz de Riscos

• Análise de Riscos

• Elaborar Relatórios

• Classificação de Riscos

• Exemplos de Papeis de trabalho

• Papel do Auditor,Controller ou do Administrador

• Sugerindo e elaborando um Plano de Ação

• Como analisar o perfil da sua empresa

• Comitê de Auditoria

• Estudos de caso, análise e exercícios

Professora – Roberta Marzano

Formada em Administração de Empresas e Ciências Contábeis pela FECAP, especialista na aplicação da Sarbanes- Oxley, pôs Graduada em gestão de Projetos na FIA/USP. Gestora da Área de Controles Internos/Auditoria, Certificada pela FIA, mais de 10 anos de experiência, forte participação na área de projetos em empresas multinacionais de grande porte; experiência internacional –Madrid (ES) na área contábil. Ministra cursos e treinamentos de especialização de auditores internos pela FGV.

Datas: 26 a 29 de Abril de 2011.

Horários: 8:30 às 17:30

Local: Espaço Maestro, R. Maestro Cardim, 1.170 Paraíso- São Paulo- SP (Mapa)

Próximo ao Metrô Paraíso/Shopping Paulista

Incluso: Material Didático, Coffee-Break, Certificado de Conclusão

Carga horária: 32 horas/aula.

Investimento

Inscrições s/ desconto Desconto Total

1 Módulo 790,00 790,00

2 Módulos 1.380,00 10% 1.242,00

3 Módulo 2.070,00 15% 1.759,50

4 Módulo 2.760,00 25% 2.070,00

Adicionar ao Calendário do Google

Local

São Paulo / SP

Desejo contactar a empresa responsável sobre este evento



Outros eventos