Eventos

08 nov
Atenção!
O evento anunciado abaixo é fornecido pela empresa: Conexxões Educação, e de inteira responsabilidade desta.

De Gerente A Líder

Informações gerais

Data e local:
8 e 9 de novembro de 2011 – Rio de Janeiro
21 e 22 de novembro de 2011 – Brasília

(veja a relação de hotéis parceiros da Conexxões)

Horário:
Credenciamento: 8h
Horário: 8h30 às 17h30
Incluso: Material didático | Coffee break | Certificado | Almoço

Carga horária: 16h

Investimento: R$ 1.980,00
(Descontos especiais a partir de 03 participantes de uma mesma organização)

O Novo Paradigma da Liderança

• Quando se abrem posições de liderança numa organização, a tendência natural é promover as pessoas que apresentam alto desempenho em posições gerenciais. Contudo, em pouco tempo fica evidente, tanto para os profissionais promovidos quanto suas equipes, que as atitudes e habilidades que sustentaram o sucesso passado não são as mesmas requeridas para o bom desempenho da nova posição.
• A maioria dos dicionários define “líder” como alguém que comanda ou tem o poder de direcionar pessoas, grupos, organizações ou instituições. Essa definição associa o líder a uma posição dentro de uma estrutura de poder, mas não leva em conta as qualidades intrínsecas que ele utiliza no seu papel, como atitudes, valores e motivações.
• De modo geral os Gerentes foram treinados a supervisionar pessoas, aplicar regras e políticas, usar o poder sobre as pessoas, fazer as coisas de forma certa, adaptar-se ao modelo existente, delegar responsabilidades e reagir às mudanças. Já os Líderes se sentem motivados a inspirar pessoas, promover os valores, usar o poder com as pessoas, fazer as coisas certas, criar um modelo próprio, delegar autoridade e incentivar a mudança.
• E as freqüentes dificuldades e conflitos que os profissionais enfrentam nesse processo mostram que a transição de Gerente a Líder é mais complexa e desafiadora do que geralmente se imagina. Não é apenas uma questão de determinação, competência ou experiência, mas de saber o que não funciona mais (e abrir mão disso), estar aberto para experimentar um período desconhecido e, finalmente, identificar e implementar o propósito por trás do novo desafio profissional.
• Para desenvolver essas qualidades o líder precisa ser capaz de conhecer a si mesmo, tanto seus aspectos fortes (habilidades, talentos, experiências e valores) quanto aqueles a desenvolver (comportamentos reativos, hábitos improdutivos, crenças limitantes). Isso permitirá ao líder equilibrar os seus interesses com os interesses dos outros, desafiar a maneira como as organizações funcionam, perseverar nos momentos difíceis e assumir riscos para sustentar sua missão ou propósito.

OBJETIVOS

Aumentar o nível de autoconhecimento do líder (autoliderança) para que este possa ultrapassar seus comportamentos reativos – condicionamentos e hábitos do passado – e seja capaz de colocar em prática seus valores e propósito. Esse processo facilita a transição de “Gerente para Líder”, contribuindo para formar profissionais que sejam capazes de fazer a diferença em suas organizações, aumentando o nível de comprometimento das pessoas e equipes com os objetivos e a missão da organização.

BENEFÍCIOS

• Apoiar líderes em desenvolvimento para que sejam capazes de fazer a diferença em suas organizações;
• Fortalecer os valores e princípios da liderança para criar organizações sustentáveis, éticas, dirigidas por valores;
• Aumentar o nível de comprometimento e engajamento das pessoas através do alinhamento do propósito do líder com o propósito da instituição ou organização.

Adicionar ao Calendário do Google

Local

Rio De Janeiro / RJ

Desejo contactar a empresa responsável sobre este evento



Outros eventos