Artigos

Treinamento comportamental

Treinamento Comportamental O aprendizado está em viver diversas experiências e observar cada uma delas com um olhar… Tropeçar, às vezes cair, é necessário para aprender a lição ao se levantar! Treinar pessoas é um desafio. Conseguir que estas pessoas aprendam e comecem a colocar alguma coisa em prática é um desafio ainda maior. Isto acontece pois cada pessoa é única e pensa de maneira diferente. Cada uma tem metas, objetivos, planos e visões diferentes. Quando participam de um treinamento buscam novas ideias, novos conhecimentos, técnicas e ferramentas para melhorar sua performance. Na verdade buscam algo novo… O que é esse algo novo? O interessante disto tudo é que muitas pessoas já possuem em sua bagagem conhecimentos, experiências, técnicas, ferramentas porém, a forma como usam deixa muito a desejar.
Parece forte falar desta maneira, porém, por acreditar que um bom treinador merece ser treinado de forma adequada, com uma linguagem clara, objetiva e direta me posiciono desta forma. Vejo muitos gestores perdidos, às vezes, um tanto autoritários e prepotentes ao lidar com as pessoas ao seu redor, nesta situação, insistem em dizer que possuem uma equipe. Você acredita nisso? Pois bem, isso é muito comum, vejo gestores ocupando este cargo e em situações desafiadoras e de decisão que se enrolam para fazer escolhas, estas por sua vez nem sempre bem aceitas pela “Equipe”. Esse desequilíbrio acontece porque nem sempre um gestor é preparado de forma correta e madura. Ele muitas vezes é colocado à frente de um departamento, empresa, equipes e: VIRE- SE! Isso já aconteceu com VOCÊ? Ou com alguém que conheça?
A primeira coisa que um gestor ou alguém que irá treinar pessoas precisa saber é que existe uma regrinha de ouro para a teoria ser levada a sério e colocada em prática: Gostar de pessoas, observá-las, amar ensinar, treinar e inventar! Geralmente uma pessoa que é colocada para treinar pessoas escolheu isso como profissão e sabe fazer isso muito bem, ou é gestor de alguma área ou empresa. Nas duas opções a regra de ouro está valendo, pois, sendo um gestor a premissa de gostar de pessoas é inevitável para ser admirado por elas. Observá-las é o seu sucesso, amar ensinar, treinar e inventar é a sua meta batida! O ato de treinar pessoas é algo que deve ser contínuo e duradouro, treinar uma ou duas vezes é ineficaz. A manutenção de um treinamento, o feedback contínuo, o acompanhamento das metas estabelecidas, dos prazos, das tarefas, enfim, tudo o que é relevante para o desenvolvimento do trabalho é essencial para se obter uma equipe bem preparada e com alta performance. Casos verdadeiros e Curiosos Muitos gestores tem a função de treinar pessoas e equipes. O curioso é que as pessoas que estão sendo treinadas têm medo de seus treinadores desta maneira todo o trabalho fica com baixo rendimento e qualidade.
O mais curioso é que esses “treinadores” continuam exercendo essa função dentro da empresa. Vou contar um caso verdadeiro: Estava atendendo uma cliente que fazia coaching comigo, ela me indicou uma amiga. Pois bem, fui conversar com essa amiga e ela me contratou para ser a Coach dela, pois ela tinha receio e medo de conversar com a treinadora da Empresa em que trabalhava. Essa treinadora também era Coach da Empresa. Bem, começamos um trabalho, na segunda sessão ela já tinha me indicado para mais duas colegas da Empresa. Surpresa! as duas colegas também tinham o mesmo receio e medo da treinadora e Coach!! Já escutei muitas histórias parecidas onde o gestor treinador cria um clima desconfortável entre seus treinados. Por esse motivo, a pessoa que for designada ou escolheu essa área para trabalhar, precisa GOSTAR DE PESSOAS, ESCUTAR VERDADEIRAMENTE, ENXERGAR O QUE SE PASSA AO REDOR, SER ASCESSÍVEL, BUSCAR CONHECER O QUE SEUS TREINADOS ESTÃO BUSCANDO, ACREDITAR NAQUILO QUE ESTÁ ENSINANDO! E finalmente ser HUMILDE e DEIXAR DE SER O CENTRO DAS ATENÇÕES!
Quem brilha são os TREINADOS, VOCÊ treinador é a energia que os fará brilhar!!!! Outro Caso Verdadeiro e Curioso Uma cliente chegou para conversar comigo, pois ela queria motivar e treinar melhor sua equipe. Perguntou-me sobre alguma maneira de treinar e fazer com que sua equipe trabalhasse em equilíbrio e com mais agilidade. Perguntei a ela: O que é trabalho em equipe para VOCÊ? Ela prontamente me respondeu dizendo que era se auto ajudar e ajudar os outros. Olhei bem em seus olhos e perguntei: Hoje, VOCÊ tem uma equipe? Ela fez uma expressão de susto e disse: Estamos trabalhando nisso! Eu perguntei novamente: Hoje, VOCÊ tem uma equipe? Ela arregalou os olhos, balbuciou e disse: Mais ou Menos. Ok, com o olhar firme, perguntei novamente: Hoje, VOCÊ tem uma equipe? Ela abaixou a cabeça e disse: Não, não tenho! Abri um sorriso e falei: Ok, vamos lá! Qual a maneira VOCÊ vai fazer para montar uma equipe para depois treiná-la, mantê-la motivada e em equilíbrio? Ela ficou espantada e boquiaberta, pois percebeu o que acabara de descobrir. Como posso treinar uma equipe sem antes montar uma? Ela entendeu que equipe é um conjunto de pessoas trabalhando juntas de maneira clara, objetiva, com planejamento, respeito e com o mesmo FOCO! Para treinar e formar uma equipe é necessário conhecer seus integrantes, seus desejos, suas competências, o que sabem fazer de melhor, o que buscam ao desempenhar o trabalho, quais seus pontos limitantes, o que cada um pode e vai contribuir.
Demonstrar confiança, credibilidade, ensinar e estimular o que cada um pode oferecer de melhor. O ato de treinar pessoas é uma via de mão dupla, a do treinador e do treinado Situações durante um treinamento:
Exercício:
Marque aquelas que VOCÊ se identifica:
a) Fiquei com vontade de responder a pergunta do palestrante, achei melhor ficar quieto .
c) Tive vontade de fazer perguntas sobre um tema ou tópico, mas achei melhor ficar quieto .
Essa pesquisa é bastante eficaz fazer antes de acabar um treinamento, pois as pessoas irão responder e VOCÊ terá a oportunidade de interagir com essas pessoas de maneira descontraída e agradável. Reserve um tempo durante o treinamento para ler essa pesquisa e depois de maneira criativa trabalhar o feedback de seus participantes. Importante que na pesquisa a pessoa não precisa se identificar, desta maneira ela terá mais segurança em responder. O comportamento das pessoas é algo bastante interessante para se prestar atenção, pois durante um treinamento, ao cativar e conseguir a atenção de todos ao que VOCÊ está falando, fica bem mais fácil interagir e passar a mensagem principal.
Caso verdadeiro de sucesso: Atendia um cliente que estava com problemas na “equipe”, faziam alguns meses que a cota mensal não era atingida. Comecei com um trabalho para poder conhecer como funcionava a gestão deste cliente, através de conversas e exercícios pude verificar que esse cliente estava desmotivado e totalmente perdido em relação ao seu foco principal: Equipe = Meta. Ao me deparar com esse cenário, usei algumas ferramentas de coaching para que o cliente pudesse visualizar o que ele realmente desejava, aonde e enquanto tempo queria estar. Essa etapa foi bastante significativa para ele, pois com isso, conseguiu enxergar o motivo de sua desmotivação e consequentemente escolher qual caminho seguir a partir daquele momento.
Repare que o cliente veio procurar um treinamento para conseguir fazer sua Equipe atingir a meta, e o que fiz primeiro foi entender o cenário que eu estava entrando. É muito importante entendermos antes de iniciar um treinamento, o cenário, as pessoas que fazem parte dele, a Empresa, seu funcionamento e o comportamento geral. Desta forma, quanto mais rica forem as informações, mais chance de treinar de forma assertiva e com qualidade. Iniciamos um programa de treinamento direcionado para as duas partes, a gestão do cliente e sua equipe. Nota-se que eu treinei o cliente e ele treinou a equipe. Desenvolvi as competências do cliente e o incentivei a treinar sua equipe da mesma forma. Para que VOCÊ entenda melhor, fiz uma lista do conteúdo do treinamento que apliquei com meu cliente. Separei em tópicos para gestão e tópicos para equipe.
Tópicos:
– Gestão Como sou como Líder? – Pontos fortes, Pontos de melhoria O que realmente é importante? – Aliciando Valores O que vou começar a colocar em prática? – – – Montar, manter e dirigir uma equipe com sabedoria Exercício sobre situações de conflito, decisão e negativas Exercício sobre equilíbrio emocional para situações de pressão e negativas Exercício Roda da liderança e Roda de Vendas Listagem dos Recursos Internos e Recursos Externos Exercício da liderança feliz.
– O que faço com prazer e o que faço dentro da rotina Planejamento estratégico semanal, mensal e anual
– Importância do Feedback Dar e Receber (processo positivo) Ficha de Feedback e sua aplicação – processo positivo (somente melhorias)
– Diário de Bordo da gestão Equipe
– O que é uma Equipe e sua importância Conhecendo e consolidando a Equipe
– A importância do papel de cada um da equipe Valores de cada um da equipe Posicionamento e aplicação das atividades de cada um da equipe
– Meta individual e Meta Empresa Situação atual e Situação desejada Treinamento do produto e técnicas de venda Desenvolvimento e aplicação de jogos interativos
– Desenvolvimento e aplicação de exercícios e dinâmicas
– Acompanhamento do desenvolvimento individual e equipe
Esses tópicos foram desenvolvidos ao longo do treinamento e teve duração de 3 meses. Fui desenvolvendo junto às necessidades de meu cliente, entendi seu comportamento com a equipe e a devolutiva da mesma. Desta maneira pude aplicar e desenvolver exercícios que surtiram efeito imediato em todos. Todos os envolvidos entenderam que são responsáveis pelo sucesso de um trabalho em equipe, sendo bem mais fácil quando começam a se entender e caminhar com um mesmo propósito.
O cliente, então gestor da equipe, entendeu que com uma equipe formada, alinhada e com um planejamento eficaz para todos, consegue atingir seus objetivos. O resultado? Meta batida! Esse é um exemplo de que quanto mais informações tivermos sobre as pessoas que estão sendo treinadas, mais eficaz é o resultado. VOCÊ se Lembra da Regra de Ouro? Gostar de pessoas, observá-las, amar ensinar, treinar e inventar! Acredito que para VOCÊ treinar pessoas é fundamental estar de bem com a vida e principalmente se manter fiel ao que prega. As pessoas que são treinadas por VOCÊ dedicam tempo, expectativas e credibilidade ao que diz. O preparo de um profissional que treina, é diário e constante, principalmente por aqueles que têm em suas funções a obrigação de treinar pessoas. Volto a dizer isso pois, é bastante comum pessoas que são obrigadas a treinar pessoas de seu departamento sem ter preparo algum para exercer essa função. Se VOCÊ faz parte desta lista, tem três caminhos a seguir: Aceitar a função com prazer enxergando a possibilidade de crescimento profissional e pessoal e estudar para ser um excelente treinador. Fazer disso uma rotina árdua e enxergar a possibilidade de ter que carregar essa função sem a possibilidade de melhoria pessoal e profissional. Pedir para outra pessoa ser o treinador.
Importante: Lembre-se, se VOCÊ foi escolhido para treinar pessoas é porque deve ser bom no que faz e alguém enxergou essa competência em VOCÊ. Apenas tente ser melhor agora e treine as pessoas como gostaria de ser treinado e lembrado no futuro. Bom treino a TODOS!
Autora: Daniela Mello Ferreira
E-mail: dmello@unitasconsultoria.com.br

5 2 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments